publicidade


Torcida carioca está fora operação como o Maracanã

por Tironi em 26.ago.2012 às 22:42h

O futebol carioca tem o segundo e o quarto colocados do Brasileirão, Fluminense e Vasco. Tem nada menos do que Seedorf no Botafogo. E tem o Flamengo, a maior torcida do Brasil. Em contrapartida, as torcidas dos quatro times vêm aparecendo muito pouco nos estádios.

O fim de semana de clássicos deixou a situação mais evidente. Vasco x Fluminense, confronto do vice-líder contra o então terceiro colocado, levou 9.729 pagantes ao Engenhão. Foi o pior público entre todos os clássicos regionais do fim de semana.

Domingo, Botafogo x Flamengo levou 15.090 pagantes ao mesmo Engenhão, 19.471 presentes. Pior do que os dois clássicos paulistas. Palmeiras x Santos teve público de 21.171 e Corinthians x São Paulo 34.843.

Falta do Maracanã, ingressos caros, espetáculo ruim… as explicações do torcedor para não aparecer no estádio são variadas e todas têm sentido. Ainda assim, assusta o segundo e o terceiro colocados de um Brasileirão duríssimo levar menos de 10 mil pessoas a um estádio, seja ele onde for. Ou um jogo com a presença de Seedorf de um lado e a maior torcida do Brasil do outro levar menos de 20 mil.

Tem quem diga que o Engenhão “não pegou” e que o torcedor carioca gosta do Maracanã. Diante dos públicos do fim de semana, é quase dizer que o carioca gosta mais do Maracanã do que de futebol ou de seu clube.

Mas de tudo isso o mais revoltante é o silêncio irresponsável dos dirigentes dos quatro grandes do Rio de Janeiro. Ninguém veio a público nem sequer chamar a torcida para o jogo. Seria o mínimo. Mas se o problema é a segurança ou o transporte, como os dirigentes não pressionam o governo para resolver este problema? Vale lembrar que entre os quatro presidentes dos grandes, há uma vereadora (Patrícia Amorim), um deputado estadual (Roberto Dinamite) e um filiado a um partido político (Maurício Assunção). Ou seja, algum instrumento político em mãos há.

E mesmo que se feche a questão intramuros, se o problema é o valor do ingresso, por que não diminuir o valor? Afinal, o que vale mais? um estádio vazio com ingressos caros ou um estádio cheio com ingressos mais baratos?

A fama de torcida mais festeira e animada do Brasil parece estar fora de operação, como o Maracanã. Triste.

Tags: , , , , , , ,

77 comentários para “Torcida carioca está fora operação como o Maracanã”

  1. evandro reis disse:

    eu fui 2 vezes no engenhão, estacionamento R$ 20,00 + 1 copinho de refrigerante R$ 50,00 na 1ª partida eu fiquei no setor norte atrás do gol para ver o jogo só de binóculo, na 2ª partida fiquei na leste inferior pagando R$ 60,00 Vasco 2×1 Flu Brasileiro de 2011, mas eu não tenho R$ 60,00 para dar em todos os jogos…. na minha humilde opinião atrás do gol deveria ser R$ 10,00 e está caro, na parte central R$ 20 inferior e R$ 30 superior.

  2. O novo Maracanã que o torcedor conhecerá a partir do próximo ano é radicalmente diferente do que fechou em agosto de 2010. A divisão entre o anel inferior e o superior simplesmente deixou de existir. A arquibancada seguirá um único padrão de inclinação, o que permitirá melhor visão do gramado, mesmo dos pontos mais altos e afastados. Os 100 camarotes que ficavam no topo da estrutura desceram para um nível intermediário e serão agora 110. Dos 86 000 assentos restarão 78 800, todos retráteis e com uma distância de 50 centímetros entre as fileiras. Dos lugares disponíveis, apenas 3 600 ficarão fora da área coberta, contra 48 500 antes da reforma. A padronagem de cores das cadeiras também será diferente, com nove tonalidades de azul, amarelo e branco misturadas entre si por todo o estádio, para dar a impressão de que não há vazios na plateia, mesmo com público rarefeito. A distância entre a primeira fila e o campo foi drasticamente reduzida. Serão apenas 14 metros até a linha da lateral – antes, em alguns pontos, eram quase 30. Quatro telões informativos serão instalados sobre os setores norte, sul, leste e oeste. Trezentas e sessenta câmeras com lentes ultrapotentes perscrutarão a multidão a partir da passagem pelas roletas. Além da reabertura das duas rampas monumentais, quatro torres de acesso foram construídas, permitindo que o esvaziamento do estádio seja feito em apenas oito minutos. Uma última novidade: não haverá fosso de separação entre a torcida e o gramado, nem parede de acrílico ou algo equivalente. “Será uma forma completamente diferente de ver futebol”, promete Carlos Zaeyen, gerente-geral do projeto.

  3. marcelo disse:

    ESSA É PARA VC MARIO,O Flamengo é o grande campeão de público, tendo emplacado a maior média em 12 das 40 edições do Brasileirão (30% do total). Em seguida vem Atlético-MG (9), Corinthians (7), Bahia (3), Fluminense e Internacional (2 cada) e Grêmio, Cruzeiro, Palmeiras, Sport e Vasco. Cabe o registro da falta de informações relativas ao primeiro campeonato, jogado em 1971.OU SEJA O MELHOR COLOCADO DE SAMPA É O CÚRINTHIANS QUE ESTÁ ATRÁS DO ATLÉTICO MINEIRO,DEPOIS DESSA É MELHOR VC LAMBER SABÃO.RSRSRSRRSRSRSRSRSRSSR

  4. marcelo disse:

    esse pela saco do mario vem falar que carioca é simpatizante,depois dessa da para ver que esse cara tem um parafuso a menos na cabeça ou será que ele tem vontade de ser carioca?

  5. marcelo disse:

    esse tal de mario é um comédia,vem falar que os CÚrinthianos podem dividir espaço com as torcidas aqui do rio quando o jogo for aqui,isso deve ser uma piada,seu mané lembra quando o mengão eliminou vcs da libertádores em 2010,porquê não tentaram dividir o maracanã com a maior torcida do mundo(nação rubro negra)pelo contrário ficaram impressionados com o espetáculo da torcida do mengão e ainda ficaram filmando e tirando fotos para postar na net,isso é fato!todos sabem que o engenhão não caiu no gosto da galera por vários motivos,então pare de falar asneiras e volte para a realidade,em fevereiro o gigante estará de volta ai eu quero ver vc vir postar alguma coisa aqui seu pela saco!

  6. Marcelo Oliveira - Maceio/AL disse:

    Assistir a um jogo de futebol no Rio é muito complicado. Os ingressos além de caros são difíceis de comprar, exceto para os cambistas e os horários dos jogos são ridiculos, nos anos anteriores também eram porém a violência hoje é maior.

  7. Renan Borges Alves disse:

    Amigo com certeza você não é do Rio porque uma criança que cresce com o abito de pegar o trem ou metrô junto com o pai e os amigo para ir ao maraca com toda facilidade e hoje já adulto chega ao maraca saindo do trabalho podendo chegar facilmente porque estar na areá central da cidade. Estar criticando os torcedores que tem as maiores médias de publico do brasil realmente vós nunca precisou pegar transporte publico para assistir algum jogo no estadio olímpico.

  8. Pedro Moraes disse:

    COMENTARIO DE PAULISTA FRUSTRADO QUE NÃO SABE NADA DA CIDADE MARAVILHOSA NÃO CONTA.

    O TEMPLO SAGRADO DO FUTEBOL É O MARACANÃ !!

    TODOS OS CARIOCAS ODEIAM IR AO ENGENHÃO !!! PESSIMO ESTADIO E HORROROSO O LUGAR.

    PAREM DE FALAR BESTEIRA QUEM MORA LONGE DAQUI. TODOS NOS CARIOCAS SABEMOS QUE SÓ COM A VOLTA DO MARACANA O PUBLICO VOLTARÁ.

  9. olm disse:

    já vi que esse Patrick Al Khouri é menininho zona sul , o pai q leva pro estadio e busca. TEm medo de andar de trem?? Se a desculpa é o ingresso tudo bem , essa é a maior desculpa para os estadios de futebol estarem vazio , não so o engenhão como a maioria dos estadios do brasil andam vazios. PPV é mais barato que um jogo no estadio , alem da falta de cerveja nos estadios. As pessoas preferem ficar perto de casa num bar assistindo e bebendo sua cervejo do que ir a um estadio independente de qual seja. O maracana depois da copa passará pelo mesmo mal.

  10. olm disse:

    Marioh (que nome hein, bem tipico de paulista) num lugar que em meio a tanto concreto e poluição que nem são paulo , a unica forma de se divertir é ir a jogo de futebol , ai não tem praia , não tem belas paisagens , nem pontos turistico envolventes , so sabe chover no lugar e imita tudo do rio ( vide escola de samba e agora ate o baile funk), é normal que um jogo de futebol seja a maior atração da cidade. enquanto no rio é so mais uma opção de diversão e lazer.

  11. de lima disse:

    Estamos guardando dinheiro para os confrontos com o palmeiras.
    Queremos participar do bi rebaixamento….

    Fique triste não. Mais um paulista na segundona…..

  12. galak disse:

    Pode-se enumerar alguns fatores como o a violência e o preço do ingresso. Vejamos: 10.000 pagantes a R$ 50,00 = R$ 500.000,00 ; 35.000 pagantes a R$ 20,00 =R$ 700.000,00. Conclusão: preço do ingresso menor, público e receita serão maiores. Simoles.

  13. Meu caroTirone me responda.

    Se tirar o Morumbi e o Pacaembu onde haveria Estádio cheio em sampa?

    Na Arena Baueri fala sério.

  14. José Henrique disse:

    Maria vc tem razão mais um que não gosta do futebol do Rio, mas olhando seu curriculum ele é da ESPN maior defensora do futebol paulista. Não liga não isto é dor de cotovelo. Logo o Maraca reabrirá e voltaremos a ter o maior público.

  15. Adriano disse:

    O que esse Marioh falou? Depois reclamam pq carioca não gosta de paulista, o raça para falar besteira. Carioca é simpatizante? Vai lamber sabão meu filho, o futebol carioca e o povo carioca é disparado o que mais leva público no Brasil, é só ver as estatiscas, mas vc no seu mundinho solta uma barbaridade como essa e nem conhece a geografia da cidade do Rio. O Engenhão é pessimamente localizado, muito ruim mesmo, eu que sou completamente fanático pelo Flamengo, já devo ter ido a mais de 200 jogos no Maracanã, mas desde que fechou eu fui muito pouco nos jogos. Não dá para se animar, se o jogo é vazio fica perigoso, se é cheio fica quase impossível comprar os ingressos e quando consegue, para chegar e sair do estádio é quase uma maratona.

  16. Rambo dos Trópicos disse:

    Fico impressionado com a (falta de) capacidade de torcedores e colunistas em analisarem e enxergarem além do óbvio. O Engenhão não pegou pelo fato da maldita pista de atletismo que afasta incrivelmente o público do espetáculo. Esse é o motivo principal, inclusive, a visão atrás dos dois gols chega a ser ridícula, pois vc não consegue enxergar o outro gol de tão longe. O estádio é de atletismo que, por acaso, é usado para o futebol. Não tem apelo de estádio de futebol. Não parece caldeirão. É lindo, mas meio frio. Dizer que é longe é balela e burrice. O bairro do Engenho de Dentro fica a 08 minutos de carro do Maracanã. Tem o mesmo trem que tem o Maracanã. Tem ônibus e acesso pela linha amarela. Os acessos não são espetaculares, mas funcionam perfeitamente haja visto os megas shows que são apresentados por lá com enorme sucesso e sem nenhum transtorno (o do Paul Macrtney foi considerado um exemplo de organização). Outro motivo para o esvaziamento é o maldito payperview que é comprado em todos os bares e biroscas do RJ. É só passar pelos bares e vc percebe que o público que deveria estar no estádio prefere beber e assistir ao jogo no bar (a proibição da bebedeira também ajuda no esvaziamento). Os preços dos ingressos são exorbitantes. Mínimo de R$ 40,00. Média de R$ 60,00. Os clubes estão forçando os torcedores a aderirem ao pacote “socio-torcedor” criando desvantagens para quem adquire ingressos a vulso. Estes sim são os verdadeiros motivos. E parem de ser cretinos e inventarem desculpas e falar bobagens.

  17. Patrick Al Khouri disse:

    A questao nao eh que nois, cariocas, gostamos mais do maracana do que de futebol. A questao eh que entre ir para um estadio ruim, longe, que nao faz pressao, que nao torna o jogo tao divertido quanto no maraca (ver o jogo no Eng e no maraca sao coisas completamente diferentes em relacao ao espetaculo). Alem disso, paga-se caro pelo ingresso, e para ir de transporte publico eh um inferno, pois muitos trens estao em condicoes precarias, dependendo do horario do jogo (especialmente em dias da semana) os trens vem lotados. Outra coisa, em classico nao tem divisao na hora de pegar trem, ja cheguei a ser ameacado por torcedores do vasco voltando de um jogo. Resumindo, o engenhao nao ajuda em nada. E ai, eu fa de futebol, prefiro ver o jogo em casa do que ir para esse lixo de estadio. Coitado dos botafoguenses que vao continuar jogando no vaziao, enquanto eu volto pro meu bom e velho maracana

  18. Bruno disse:

    Prezado Tironi, tenho 35 anos de idade e era um frequentador assíduo do maracanã para assistir o meu mengão, já tinha meu esquema de vaga na Rua do Cefet, deixava as chaves do carro com o carlinhos, bebia minha cervejinha na estátua do Belini confraternizando com os amigos, entrava sempre pelo mesmo túnel da arquibancada e procurava sentar mais ou menos no mesmo lugar, sempre encontrava as mesmas pessoas, mas no Engenhão não tem vaga, o trânsito é caótico, as ruas apertadas são um convite as brigas de torcida, o estádio é muito aberto e não faz pressão nos adversários, não tem boa acústica, o campo é muito longe da arquibancada, virei um torcedor Flanet e estou aguardando com muita saudade o retorno do maraca. o “enche não” só serve mesmo para a quase extinta torcida alvinegra, grande abraço.

  19. Marioh disse:

    A verdade é uma só, a maioria das torcidas do Rio são simpatizantes dos times e näo torcedores de verdade. Corinthians x Palmeiras jogando em Pres. Prudente (mais de 400 Km de SP), dois times abaixo da metade da tabela de classificação terá com certeza acima de 20.000. Desculpa do Engenhão é piada.

  20. AVENARIO disse:

    Realmente o maracanã, alma do futebol carioca.
    final de semana sem praia é sem maraca não da? mais este problema está
    ababando se deus quiser “2013 tá vindo”

  21. Maria disse:

    Este tirone é mais um que odeia o futebol carioca. Não sei porque perdemos nosso tempo com este jornal

  22. patrício disse:

    Fala sério né véi; o engenhoca é uma bosta!!

  23. Ademir Santino de Lima disse:

    Tudo bem que o Maracanã é incomparável, mas dai avacalhar o Engenhão, há uma distancia enorme.
    No caso de transporte, a chegada é igual ou talvez melhor que o Maracanã, já a saída… Mas a saída do Maracanã também é horrível, principalmente pra quem usa o automóvel. Nos jogos do Fluminense a coisa se complica ainda mais, pois a torcida do Fluminense, na sua maioria usa o carro pra ir ao estadio.
    Portanto amigos, o que vejo é uma grande campanha negativa ao Engenhão, principalmente da imprensa esportiva. Pergunta que não quer calar. Se o Engenhão fosse administrado pelo Flamengo, teria essa campanha negativa? Com a palavra os especialistas nos assunto…

  24. LUCIANO RUBRO NEGRO disse:

    Meu caro Tironi, diante desses muitos comentários e de sua crônica, chega-se a conclusão de que o “esvaziameto” deve-se principalmente: pela localização e estrutura(acomodação)do Engenhão e a falta de planejamento dos dirigentes cariocas( no preço dos ingressos, na falta de um projeto de marketing voltado para os torcedores). Na verdade, a impressão que se tem é que para esses dirigentes(RJ) a presença(ou a ausência) do torcedor nas arquibancadas não faz a menor diferença. Esquecendo-se de que são os torcedores( e não só os das Organizadas) que fazem girar a grana no futebol, com sua paixão pelo seu clube. E gostaria de encerrar, concordando com a opinião do internauta JEAN, que sugere jogos do Fla, por exemplo, em Estados como os do NE e em outros Estados tbm, como em SC que mostrou, além de pé quente, ser uma região com mtos torcedores. Acordem, dirigentes!!! Chega de amadorismo! Saudações RN!

  25. sergio vilella disse:

    O problema é simplesmente um só…O engenhão não emplacou!!!!

  26. Bruno Fortes disse:

    Pra mim o maior porblema sem duvida tem sido o alto preço dos ingressos e isso nao começa esse ano,ja tem tempos que os dirigentes se esqueceram que o futebol é o esporte do povo,quem enche os estadios é o povao,conheço pessoas que nunca foram ao estadio mesmo morando nas capitais pelo simples fato de terem que pagar 40 reais pra ir num estadio sendo que existe a familia para sustentar,no maraca alem de toda beleza, alegria e mistica nos tempos de geral se pagava 5 reais para ver um jogo por ela na decada de noventa,nos ultimos anos alem de ser fechada começaram a cobrar 30 e depois 40 conto pelo ingresso e a tendencia é que depois da reforma isso piore,lamentavel,por isso alem de estadios mais vazios as torcidas cariocas estao menos inflamadas,porque o calor vem do povao e o povao nem esta indo,estao elitizando cada vez mais o esporte que ja foi conhecido como esporte do povo,uma pena,sem contar a violencia que a cada jogo aumenta,precisa mais oque?Basta dirigentes terem a intençao de mudar,mas nao vejo isso,só vizam o lucro,uma pena.

  27. Mario disse:

    As torcidas do Rio estão acostumadas com o Maracanã. A comodidade fala mais alto para os cariocas. VAsco x Flu ( 2º x 3° do brasileirão), com menos de 10.000? É brincadeira. Na minha cidade , no interior de SP, os jogo entre S.Bento x Atl. , os dois da 2ª divisão do paulista dá quase igual em público. Por isso a torcida do Corinthians é considerada a maior, se bobear e der condições de espaços no estádios ela fica em amioria mesmo jogando no Rio.

Deixe um comentário