publicidade


NFL: Manning escolhe o Broncos. Torcida pode sonhar em 2012?

por Thiago Perdigão em 19.mar.2012 às 14:01h

Uma grande mania chegou ao fim! Pelo menos em Denver…

Esqueçam a Tebowmania. A novela mais longa e interessante da NFL em 2012 chegou ao fim nesta segunda: Peyton Manning jogará no Broncos. E Tim Tebow não ficará no clube.

Ainda não está confirmado. Mas segundo a NFL Network e a ESPN americana, o ex-quarterback do Indianapolis Colts já ligou para John Elway, lendário jogador e agora dirigente do Broncos, avisando que “será um prazer jogar pelo clube”.

E deve ser mais difícil encontrar alguém mais feliz que os wide receivers Demaryus Thomas e Eric Decker, que terão a vida “facilitada” em 2012.

Tebow é tão ruim como alguns pintam? Na minha opinião, não.

Mas é claro que a possibilidade de ter Manning fez com que o Broncos se animasse. Não posso dar a estatística exata (talvez 80%?), mas uma grande parte dos times da NFL trocaria seu QB titular por Peyton.

O San Francisco 49ers, que chegou à final da Conferência Nacional, por exemplo, também brigou por Peyton. É claro que Alex Smith não é o quarterback dos sonhos da franquia (apesar de ter muita moral com o treinador), mas levou o time longe. Mesmo sem grandes alvos. E agora a franquia da Califórnia terá de correr para renovar com o seu titular, que já foi visitar o Miami Dolphins.

O movimento por Peyton é ótimo para o Broncos. O time, que foi aos playoffs e ganhou do poderoso Pittsburgh Steelers em 2011, pode sonhar com coisas maiores. Após ter feito a segunda pior campanha no ano anterior, melhorou muito na última temporada, principalmente em seu setor defensivo, e se classificou. É cedo para pensar em Super Bowl, ainda mais lembrando da grave lesão de Manning no pescoço que o fez perder a temporada passada inteira, mas uma vaga na pós-temporada é um sonho bem “fácil” de realizar. E nesta fase, as coisa começam a ficar mais interessante. O New York Giants, atual campeão, não era nem de perto o melhor time de 2011… Acho que uma final de Conferência seria uma boa meta.

O jogo corrido também foi uma peça importante do time do Colorado. Foi eficiente.

Mas é inegável o “peso” de Tebow. Com ele, o time começou a vencer. E se classificou! O seu braço não é dos melhores, mas Tim é um grande líder e ajudou muito nessa “mentalidade vencedora” da franquia.

A torcida reconheceu: após ser o calouro que mais vendeu camisas na história da NFL, continuou neste ranking e a 15 do Broncos foi a segunda mais vendida de 2011, só perdendo para a de Aaron Rodgers, do então campeão Green Bay Packers.

Na minha opinião, o 49ers seria a melhor escolha para Peyton Manning. Isso se levarmos em conta as chances de ser campeão. Afinal o time, que foi muito bem ano passado, manteve seus principais jogadores e ainda se reforçou com Mario Manningham e Randy Moss, para resolver o, talvez, pior problema, os wide receivers. E ainda o quarterback não teria tantas dificuldades para se classificar, afinal joga na divisão mais “tranquila” da NFL, com Seattle Seahawks, Arizona Cardinals e Saint Louis Rams…

Mas acho o Broncos bem interessante. Como escrevi acima, o time foi muito bem ano passado. Tem uma defesa em grande fase e se evoluir um pouco vai facilitar muito para Peyton. O jogo corrido consistente é outra boa notícia. Dois wide receivers jovens e explosivos, ajudam qualquer QB… Fora que parte do “pacote Manning” também deve desembarcar na franquia: o center Jeff Saturday, velho companheiro dos tempos de Colts está perto. Não seria nenhuma supresa ver o tight end Dallas Clark, por exemplo, também com a camisa de Denver.

A notícia ruim fica para os torcedores do San Diego Chargers, Oakland Raiders e Kansas City Chiefs, rivais de divisão. O primeiro, sempre favorito, mas que sempre decepciona, não deve ter vida fácil este ano, já que perdeu Vincent Jackson e Mike Tolbert, dois de seus principais jogadores de ataque. Os segundo e terceiro até se reforçaram, mas não devem “aprontar”.

A tabela do Broncos é uma das mais difíceis de 2012. Para alguns, a mais difícil. No ranking, levando-se em conta o desempenho da temporada passada, é a segunda mais dura, só perdendo para o Giants. Mas em uma divisão “mais fraca”, essa notícia não desanima tanto.

Fim de uma novela, começo de outra, com bem menos apelo, é claro. Para onde vai Tebow? Não sou torcedor do Dolphins (e acho Tim um bom jogador) e gostaria de vê-lo em Miami. Fez muito sucesso na Flórida, nos seus tempos de Gators, e seria interessante a volta para “casa”. Abaixo o estádio no dia em que o camisa 15 avisou que ficaria mais um ano na universidade.

Ah, errei feio no meu palpite. “Torci” para o Seahawks ficar com Peyton, mas Seattle ficou com Matt Flynn, ex-Packers. Acho um bom nome para a equipe.

Twitter: @thiago_perdigao

8 comentários para “NFL: Manning escolhe o Broncos. Torcida pode sonhar em 2012?”

  1. É certeza que o Tebow vai embora? Seria interessante que ele entrasse para algumas jogadas ‘option’ mesmo com Peyton de titular.
    Como torcedor do Peyton Manning Football Club, fico feliz pela escolha e, como comentarista amador no meu podcast, feliz por ter acertado! hahahaha

    Abraço Thiago!

  2. Thiago Perdigão disse:

    É certeza, sim! O front office do Denver já avisou! Eu “acertei” um pouco, vai?! avise quando entrar no ar.
    Abraço

  3. Régis Citty disse:

    Boa tarde!!

    Para o Manning eu acho uma boa opção, afinal ele está em um time que se mostrou competitivo e com boa defesa, fato crucial na NFL, e agora com metade do ataque garantido, porque ter um Payton ou um Brady é a mesma coisa que ter decidas de 5yd e não de 10yd!!

    Agora concordo com o Edison que o Tebow não deveria ter sido dispensado, afinal o Payton tem 35 anos e não há garantia que seu pescoço não decepcionará novamente, e caso isso ocorra, de time com melhor evolução o Broncos ganhará apenas o programa The Biggest LOSER!! kkkkk

    Bom sobre o Tebow, a primeira coisa que pensei foi no Dolphins, que para começar a ser um Time profissional precisa de um bom quaterback (Acho o Tebow um bom quaterback pelo conjunto da obra), sem contar o retorno financeiro dado que o Tebow é quase um franchise player, vide o tanto de camisas que vendeu em dois anos seguidos. Ah, sobre popularidade e impacto da tebowmania, lembro que recentemente em um publicação nacional, não esportiva, notei uma matéria sobre futebol americano (coisa raríssima, quase inexistente) e não era Brady nem Aaron, mas sim Tebow o assunto, logo, o Dolphins teria um grande ganho externo.

    Agora sonhando….
    Não sei se é possível, pois não fui atrás, mas adoraria que o Tebow fosse para o meu Bears!!! Continuariamos sendo o Coritiba do FA, mas pelo menos os jogos ficariam mais divertidos!!kkk

    Abraço

  4. Anselmo leite disse:

    Thiago, na sua opinião, você trocaria Alex Smith do 49ers por Tim Tebow ? Torci muito para o Payton ir para o “meu” 49ers, com a defesa que temos e um jogador como ele, mesmo “com meio pescoço” ia dar muito trabalho na NFL, mas tenho essa duvida sobre Tim e Alex.

    Abraço !

  5. Régis disse:

    O que acontece?
    Eu fiz um comentário ontem, ele subiu para o site e agora foi deletedo?
    Por qual motivo?

  6. Thiago Perdigão disse:

    Caro Régis,
    Por conta de alguns problemas com comentários idiotas, o blog é moderado e só eu posso liberá-los. Ontem eu não pude acessá-lo no período da tarde/noite então só o liberei hoje.

  7. Thiago Perdigão disse:

    Mas o Bears tem um franchise quarterback. E Jay Cutler tem melhorado a cada ano. Em 2011, o time era favorito a vaga em playoff, fazia uma ótima campanha, mas a contusão do Cutler acabou com a temporada.

    Abraço

  8. Thiago Perdigão disse:

    Sinceramente, não trocaria. Acho que o Tebow pode ser um QB muito melhor, mas o ataque e o time do 49ers está muito bem com o Smith. Se fosse pelo Manning, valeria a troca. Mas por alguém do mesmo ou até mais baixo nível, não vale!
    Abraço

Deixe um comentário