publicidade


NFL: ‘o pior Super Bowl de todos os tempos…’

por Thiago Perdigão em 08.fev.2012 às 22:35h

Antes de tudo, não vou fazer um “revival” da história da final da NFL. Assisti a muitos Super Bowls, mas não vi todos. Bem longe disso. Vi todas as edições do “America’s Game”, filme que a NFL Films faz em homenagem aos campeões. Mas ali é uma versão, dos vencedores, sobre a temporada como um todo.

Escrito isso, vamos ao texto. O título é irônico, claro. Não se trata do jogo em si, mas sim de uma analogia a uma situação vivida por alguns personagens que não estavam envolvidos diretamente com a disputa do último domingo. Mas que viram dois de seus maiores rivais disputando o anel de campeão.

Não deve ter sido fácil para torcedores, jogadores e comissão técnica do New York Jets…

A análise da final do último domingo, você pode ler nestes dois posts a seguir: “NFL e seu campeão: ‘Não se escreve Elite sem Eli!” e “A festa dos campeões na ‘Big Blue Apple’ e a polêmica do Super Bowl”. Para conferir, é só clicar nos títulos.

Confesso que estava “ensaiando” este post há algum tempo. Era até para ser publicado antes do Super Bowl, mas acabei não tendo tempo para escrevê-lo. Achei que não iria mais conseguir, mas a atitude do governador de Nova Jersey, Chris Christie, que preferiu ficar quieto durante toda a festa do New York Giants por conta do título da NFL, “reviveu” o assunto.

Christie é um grande torcedor do New York Jets. E nunca escondeu isso:

- Não sou daqueles políticos que ficam felizes por tudo. Tenho opinião. Torço para o Jets, não escondo isso. E hoje a festa era do Giants…

E o título do “Big Blue” machucou mesmo o torcedor do Jets. Isso ficou claro. Desde antes da partida, já quando o Super Bowl foi definido.

Apesar de “dividirem” a mesma cidade, as duas equipes nunca foram grandes rivais. Mas o clima “esquentou” de vez quando o técnico Rex Ryan assumiu o comando do time verde, no começo da temporada de 2009.

Na ocasião, prometeu um título em pouco tempo. Depois, falastrão como gosta de ser, disse que o Jets era o grande time de Nova York. Não vou julgar se Ryan está certo ou não, mas a verdade é que em número de torcedores e títulos, o Giants está a frente.

A rivalidade “cresceu” esse ano, semanas antes do duelo entre as duas equipes na véspera do Natal. Ryan apelou para o jogo psicológico, mandou tapar os, à época, três símbolos dos Super Bowls vencidos pelo Giants no Met Life Stadium, já que o mando era do Jets. E foi além: Plaxico Burress, que nem era capitão de fato, foi escolhido como o único jogador a ir para o “cara ou coroa”, já que era ex-jogador do rival. Além de por um foto de Eli Manning sangrando após ser atingido em um duelo de pré-temporada, na capa do playbook para o jogo.

O Giants venceu e começou sua arrancada que terminou com o título. Na saída, sobraram xingamentos direcionados ao treinador do Jets, chamado de “gordo”. Brandon Jacobs trocou farpas mais duras e o mandou “calar a boca”.

Para piorar, o Jets, cotado como um dos favoritos a lutar por uma vaga no Super Bowl, nem chegou ao playoff. E para piorar viu o New England Patriots, seu rival de divisão e a quem gostaria de “destronar”, também chegar à final.

O “desespero” de Ryan foi tão grande que ele mesmo admitiu que torceu para o Baltimore Ravens na final da Conferência Americana, vencida pelo Pats. Até previu uma vitória do Ravens. Errou de novo.

E ainda o torcedor do Jets teve de ver o wide receiver Plaxico Burress mudar sua foto do perfil no Twitter para uma dele com a camisa do Giants. Isto, às vésperas do Super Bowl. E ele mesmo admitiu que era para “dar uma força para seus ex-companheiros”.

Como escrevi acima, o Jets não é o maior rival do Giants. Por conta da divisão da NFL, as equipes só se enfrentam de quatro em quatro anos – isso se não jogarem o Super Bowl, algo que nunca aconteceu. É bem verdade que duelam sempre nas prés-temporadas, mas ali o jogo pouco vale. Eagles e Cowboys, por exemplos, são mais “odiados” pelos torcedores do atual campeão do futebol americano.

Mas não sobraram “lembranças” para o time comandado por Ryan. Justin Tuck e companhia aproveitaram para avisar: “Esta é a cidade do Giants”.

O Jets foi campeão do Super Bowl muito antes do rival, na terceira edição do jogo, em 1969. Depois disso, nunca mais. O Giants venceu o primeiro em 1987, válido pela temporada de 86, o de número 21. Desde então, foram mais três títulos (90, 2007 e 2011) e um vice (em 2000).

O Patriots “dominou” o século. É o único time a vencer três Super Bowls nele (2001, 2003 e 2004) e foi vice duas vezes (2007 e 2011). Além disso, já esteve em outras duas (1985 e 1996).

Ou seja, Rex Ryan precisa falar bem menos…

Aproveito o post para fazer “uma propaganda” do meu anterior, quando tratei da maior polêmica do Super Bowl do último domingo, o touchdown de Ahmad Bradshaw. Infelizmente, ele acabou tendo menos audiência porque ficou “escondido”. Gostaria da opinião de vocês: o running back do Giants acertou ou errou? A minha opinião, está no texto. Prestigiem.

Twitter: @thiago_perdigao

Tags: , , , ,

31 comentários para “NFL: ‘o pior Super Bowl de todos os tempos…’”

  1. Antônio disse:

    Meu deus, vc escreveu,escreveu e não disse nada! Diz no título que foi o pior jogo da história dos super bowls…mas nem falou de jogo… Vc é bipolar? Seu pai deve ser dono do lance para deixar vc escrever….muito fraco….muito, muito fraco.

  2. João Paulo disse:

    Blog sensacional Thiago.
    Sou amigo pessoal de um companheiro seu do Lance. O Paulo Roberto Conde (Neco). E apaixonado por NFL e claro como vc pelos Giants, acompanho o blog à algum tempo. No caso anterior acho que foi sim um grande risco do Bradshaw ter feito o TD, mas como defesas é ganham campeonatos, foi certo faze-lo. Confesso que aquele úlitmo minuto foi muito tenso.
    Em relação a este post acho que esta parte do texto resume tudo e encerra a discussão “a verdade é que em número de torcedores e títulos, o Giants está a frente.”.

    Parabens pelo blog. As melhores informações e matérias sobre a NFL!

    Abraços

  3. Thiago Perdigão disse:

    Caro Antonio,
    No primeiro paragráfo do texto, deixo claro que não falarei do jogo. Fiz uma analogia a situação vivida pelo torcedor do Jets neste ano, que viu os dois “inimigos” disputando a final da NFL. Acho que ficou claro no post, mas caso tenha alguma dúvida, posso esclarecer.
    Meu pai não é dono do LANCE! e estou à disposição para algumas sugestões…
    Abraço

  4. Daniel Rauen disse:

    Thiago, achei o texto realmente bom, apenas relativamente “fora de hora”. Me parecia mais um momento para ressaltar mais a história de Giants e Patriots do que do Jets.
    Quem sabe fazer uma comparação com o último Superbowl entre os dois(que foi um jogo muito melhor que esse na minha opinião).
    Sobre o Ahmad Bradshaw, pra mim foi sensacional ver o cara parando e fazendo um “gol de bunda”. Palmas para ele!!
    Abraço.

  5. Thiago Perdigão disse:

    Fala Daniel,
    Acho que o jogo entre Patriots x Giants já foi muito debatido neste espaço. Semana passada inteira, mais dois posts nesta semana. Ainda teremos mais material, com a polêmica da Gisele, e tal… Achei que uma “pausa” faria bem. Ainda mais tendo sentido, já que o governador do estado mostrou como estava o ânimo do outro lado de Nova York. E acho que quanto mais lados da história pudermos contar, mais legal fica para todos.
    Respeito sua opinião, claro, mas como eu disse, foi apenas uma pausa.
    Você realmente acha que o Super Bowl de 2007 foi melhor? Acho que foi mais emocionante por conta de tudo q cercou o jogo, mas vejo o de agora melhor tecnicamente, com os dois times jogando bem.
    Abraço

  6. Pedro disse:

    Não entendi a relação do título com o texto. Alguém entendeu?

  7. Thiago Perdigão disse:

    É uma ironia, por isso as aspas. Foi o pior cenário possível para o Jets e seus torcedores. Ou não foi?

  8. Felipe Loschiavo Seyssel disse:

    Texto com fácil compreensão e muito coeso, porém acho que você perdeu uma grande oportunidade de fazer uma analise profissional e específica de um jogo muito bom cheio de emoção e de um evento monstruoso que somente voltará a acontecer dentro de um ano.
    Uma pena que você perdeu essa oportunidade pra falar do Jets.

  9. Thiago Perdigão disse:

    Caro Felipe,
    Já fiz dois posts sobre o jogo do último domingo. Um analisando a vitória do Giants, com ênfase no Eli Manning. Até disse que, para mim, a frase “não se escreve Elite sem Eli”, é a frase da temporada. Na terça, escrevi sobre o desfile dos campeões e discuti o lance do Bradshaw, o mais polêmico do Super Bowl.
    Entendo sua crítica, mas o meu objetivo é lembrar alguns outros lados da final. E o Jets teve a “infeliz” coincidência de ter dois rivais nela. Você não acha essa uma boa curiosidade?
    Abraços

  10. Giulio disse:

    Muito bom. Entendi a sua proposta com esse texto. Conheço torcedores dos Jets, e apesar de saber q o Patriots é rival de divisão deles, a maioria estava torcendo a favor deles ! Imaginei q a rivalidade lá fosse menor. Mas a julgar pela torcida para o rival de divisão, creio q estava errado hahaha. Parabéns pelo texto, muito bom !

  11. J.Carlos disse:

    Tenho observado um esfoço muito grande da mídia em divulgar o “futebol americano” no Brasil. Com muito boa vontade, assisti a final entre NYG X NEP. Muito chato !!!!!!!! Assisti o rugby e achei muito mais dinâmico e interessante.

  12. Fauno disse:

    Nossa…como vc é um bosta…nao é a toa que escreve para essa várzea da midia.
    desculpe mas vc é uma merda.

  13. Alexandre Gimenez disse:

    Hoje em dia qualquer um escreve sobre NFL, ô modinha..era melhor a época que apenas 2 ou 3 amigos conheciam o esporte no brasil.Agora qualquer um que acompanha a liga a 2, 3 anos acha que pode escrever sobre ela.Texto de péssima qualidade.Assim como o outro texto sobre o assunto com mesmo autor.

    Deixa eu torcer para o meu Bills, enquanto essas crianças pensam que podem escrever..

  14. Alexandre Gimenez disse:

    “o Jets não é o maior rival do Giants. Por conta da divisão da NFL, as equipes só se enfrentam de quatro em quatro anos – isso se não jogarem o Super Bowl”

    Vc tem certeza disso ?

    Se o Jets e Giants terminarem a temporada regular na mesma posição em suas respectivas divisões irão se enfrentar no ano seguinte !!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  15. Caio disse:

    Caro Thiago,

    Parabéns pelo blog e pelo post.. sou torcedor fanático dos Jets e aquela derrota de 24/12 ainda está na memória,claro.. graças a Mark Sanchez!!
    O Jets começou tão bem aquele jogo e logo se desestabilizou após o TD de 99 jardas do Cruz, TD que só ocorreu graças ao escorregão do AC..

    Mas enfim.. vivi um dilema no último domingo, não gosto dos Pats, mas melhor torcer por eles do que ver os Giants campeões.. no fim de nada adiantou e reconheço que o titulo foi merecido, apesar da péssima campanha na temporada regular..

    O que resta ao lado verde de NY, é pegar o P. Manning, e se tornar o time mais completo da NFL.. pois só falta um QB de qualidade ao Jets!!

  16. joao paulo disse:

    Gostei da IRONIA… achei bacana, confesso que li e não entendi bulhufas nenhuma, pera ai. Li novamente e ai me dei conta do que estava escrevendo. Cara para um Cowboys doente como eu, Giants campeão é de doer e muito o coração.

  17. Marcelo disse:

    E ai, vai falar por que esse foi o pior SuperBowl de todos os tempos?

  18. Aluísio disse:

    Texto fraquíssimo..

  19. Jonathan disse:

    Bom dia,
    Entendemos que você fez uma piada com os torcedores dos Jets, mas as 3 equipes citadas sequer são rivais, nunca tiveram nenhum duelo histórico. Quando fala em uma frase a palavra rivalidade, não da pra colocar os Jets junto com Pats nem com Giants.
    É a mesma coisa que colocar a Portuguesa, Santos e Figueirense como rivais.

    O texto está coeso e claro, porem, só chamou a atenção pelo título. Entrei com a intensão de ler o que um “maluco” tinha escrito contra o Super Bowl, mas quando lí era um assunto que não tem muito à ver.

    Podia até ter comentado o “cala a boca” que o Brandon Jacobs deu na Gisele Bündchen que teria mais ligação com o assunto Super Bowl do que falar de uma falsa rivalidade.

    Texto bom mas fora contexto.

  20. itamar disse:

    O editor do Lance deveria ter censurado o Texto.

  21. Rodrigo DC disse:

    Sou torcedor do Jets mas torci pelo Giants no superbowl, eu simplesmente odeio o patriots, time que chamo carinhosamente de “New England Idiots”.

    E sobre o Rex Ryan, o esporte precisa de caras assim, brincalhões e provocadores, a cada atitude dele me torno mais fã desse cara.

    E que na próxima temporada o Jets ou tenha um QB que melhor ou um coordenador ofensivo decente.

  22. Michael disse:

    Me identifiquei com o seu texto justamente porque sou torcedor do Jets. Achei legal porque foi uma forma diferente de abordar o jogo. Acho que tem muita gente que faz comentários mas não entende direito o contexto.
    No final, assisti o jogo porque sou apaixonado por NFL (desde 1986) e fiquei bastante feliz pela derrota do time de Boston (sou proibido de escrever ou falar o nome desse time em virtude da rivalidade – hehe) e pela vitória do Eli (um injustiçado). Sobre os Giants, sou indiferente.

  23. Luiz Felipe disse:

    Sinceramente, esse tal de Antonio tem problemas sérios de interpretação de texto, mas ao invés de olhar o próprio umbigo inventa defeitos alheios pra tentar se sentir um pouco melhor. Patético.

    O texto foi muito bacana, e qualquer um com um mínimo de noção de interpretação consegue entender. Confesso que ainda não tinha pensado na situação dos Jets para esse SB. Apesar disso, considero o trabalho de Rex Ryan bom, afinal já chegou a duas finais de conferência. O problema do Jets é que Mark Sanchez ainda comete erros infantis durante os jogos, ao contrário de Eli Manning, que nos momentos decisivos tem crescido. Nesse ano a boa defesa dos Jets também “entregou a paçoca” algumas vezes, mas acho que no todo o time até tem bons jogadores e com alguns ajustes pode sim ser um Super Bowl Contender.

  24. Jonathan disse:

    Alem de não saber o que falar da NFL, ainda apagou meu comentário!

    Acho que se você não sabe receber uma crítica, não deveria trabalhar em uma empresa onde você deva postar seus comentários ridículos.

    Postou bosta, todos vão críticar!!!!

  25. Thiago Perdigão disse:

    Pq vc acha isso?

  26. Thiago Perdigão disse:

    Caro Alexandre,
    Não sei se vc sabe, mas tenho o blog deste 2007. O primeiro jogo que assisti foi em 1991, ainda pela TV Bandeirantes. Entendo quando alguém não gosta de um post ou opinião, mas “por tempo de serviço”, não dá para me criticar…

  27. Thiago Perdigão disse:

    Não irão, Alexandre. Eles são de Conferências diferentes, só se enfrentam de quatro em quatro anos… Como eu disse, conheço a NFL há muito tempo…

  28. Thiago Perdigão disse:

    Marcelo, não disse que foi o pior jogo de todos os tempos. Muito pelo contrário, acho que o jogo foi muito bom. O título é uma ironia, como deixo claro no texto, em relação a situação vivida pelo Jets, que viu dois de seus maiores rivais na final. É “só” isso…

  29. Thiago Perdigão disse:

    Caro Jonathan,
    Pats e Jets são rivais, sim. Jogam na mesma divisão e disputam a mesma vaga nos playoffs. O maior rival do Jets é o Dolphins, mas a disputa nos últimos tempos é contra New England.
    Sei que a rivalidade Giants x Jets não é grande. Escrevi isso no texto. Ela aumentou por conta das declarações do Rex Ryan, que o seu time era o “dono” da cidade. Comentário que gerou respostas de vários jogadores do Giants após o título, como tb está no texto…
    Abraço e eu não apaguei seu comentário…

  30. Marcos disse:

    Grande Thiago.
    Parabéns pelo Blog. Além de excelentes analises dos jogos, essas curiosidades que você tem postado enriquecem muito o seu blog, pois são coisas do cotidiando que quem vive aqui não tem conhecimento.
    Tem umas pessoas que não dá para entender, os caras entram no blog, leem tudo o que você colocou e depois começam a só criticar. Eles tem que perder tempo com algo produtivo. Se é para ficar incomodando, não leia e pronto.
    abração
    Marcos

  31. Daniel Rauen disse:

    Apenas pra constar meu comentario de décadas atrás,
    Sim, tecnicamente melhor, mas o de 2007, pra mim, ganhou em emoção com certeza!
    Eu não havia lido ainda os outros posts. Faz sentido sim uma pausa, entendi agora o motivo.
    Continue assim, os textos estão muito bons mesmo!
    Abraço

Deixe um comentário