Zaga do Vasco já teve 16 formações diferentes em 2018



Bruno Silva foi titular na zaga pelo 2º jogo seguido (Foto: Carlos Gregório Jr/Vasco)

Um desavisado qualquer que não consultou a escalação do Vasco antes do duelo com o Atlético Mineiro deve ter se surpreendido quando viu que a dupla de zaga vinha sendo formada por Bruno Silva, até então volante, e Luiz Gustavo, outrora lateral-direito. Se surpreendeu ainda mais quando o time, mesmo com a formação inédita, deixou o gramado sem sofrer gols pela primeira vez em uma partida como visitante do Campeonato Brasileiro. Logo contra a equipe de melhor ataque.

A boa atuação da dupla aumentou ainda mais a dúvida sobre quem ficará com as vagas de titulares quando todos os atletas estiverem à disposição do treinador, seja ele Valdir ou não. Essa foi a 16ª formação diferente apenas nesta temporada. Ao todo, dez zagueiros já foram utilizados entre os onze iniciais: Paulão, Erazo, Ricardo Graça, Luiz Gustavo, Werley, Breno, Miranda, Oswaldo Henríquez, Leandro Castán e Bruno Silva.

Luiz Gustavo já havia atuado na posição este ano. Contra o Bangu, na estreia do Estadual, e no confronto com a Cabofriense, também pelo Carioca, o jogador formou dupla com Ricardo Graça. O resultado, porém, foi bem diferente: duas derrotas e quatro gols sofridos. Na época, entretanto, o jogador vinha de um longo período inativo, sem atuar desde junho de 2017, quando ainda defendia o Oeste. Com ritmo de jogo – vinha jogando como lateral -, o camisa 13 fez sua melhor atuação pelo Cruzmaltino.

No ano, quem mais jogou junto foram Paulão e Erazo. Tidos como titulares de Zé Ricardo, os dois formaram a dupla titular em 10 jogos, vencendo cinco, empatando um e perdendo quatro. Com eles, o time sofreu 19 dos 70 gols na temporada. Nenhum dos dois faz mais parte do elenco vascaíno.

FORMAÇÕES DO VASCO EM 2018

Erazo/Paulão – 10 jogos e 19 gols sofridos
Werley/Paulão – 6 jogos e 9 gols sofridos
Erazo/Ricardo Graça – 6 jogos e 7 gols sofridos
Breno/Ricardo Graça – 4 jogos e 5 gols sofridos
Paulão/Ricardo Graça – 4 jogos e 7 gols sofridos
Breno/Werley – 3 jogos e 4 gols sofridos
Werley/Ricardo Graça – 2 jogos e 1 gol sofrido
Werley/Erazo/Paulão – 2 jogos e 3 gols sofridos
Luiz Gustavo/Ricardo Graça – 2 jogos e 4 gols sofridos
Oswaldo Henríquez/Ricardo Graça – 2 jogos e 5 gols sofridos
Luiz Gustavo/Bruno Silva – 1 jogo e 0 gols sofridos
Oswaldo Henríquez/Breno – 1 jogo e 0 gols sofridos
Erazo/Werley – 1 jogo e 1 gol sofrido
Ricardo Graça/Leandro Castán – 1 jogo e 1 gol sofrido
Bruno Silva/Leandro Castán – 1 jogo e 1 gol sofrido
Miranda/Erazo – 1 jogo e 3 gols sofridos

Youtube: Canal do Garone
Twitter: @BlogDoGarone
Facebook: /BlogDoGarone
Instagram:@BlogDoGarone



MaisRecentes

Bruno César não é Maxi López



Continue Lendo

Sub-20 do Vasco poderá superar o desempenho do time de 2010, que revelou Allan e Luan



Continue Lendo

A Martín o que é de Martín



Continue Lendo