Vasco precisa de um novo ídolo



Felipe, Juninho e Edmundo, ídolos do Vasco (Foto: Rafael Moraes/LANCE!Press)

Felipe, Juninho e Edmundo, ídolos do Vasco (Foto: Rafael Moraes/LANCE!Press)

Certa vez ouvi uma frase muito acertada: ‘Os clubes vivem da torcida. E a torcida vive de títulos e ídolos’. Infelizmente não me recordo quem foi o autor, mas certamente concordo.

Curiosamente, no Vasco, os ídolos – em sua grande maioria – são formados ou chegam ainda muito jovens e pouco conhecidos no clube. O Gigante não compra ídolos de outras equipes, eles os ‘fabrica’.

Na pior das hipóteses, os ‘molda’. Dedé e Juninho Pernambucano são exemplos disso.  Aliás, o zagueiro talvez seja o único ídolo vascaíno ainda em atividade.

Títulos criam ídolos e vice-versa. E o Vasco está carente dos dois.

Já passou da hora do clube retomar suas raízes, produzindo grandes atletas, grandes cruz-maltinos e os mantendo. O Vasco não parou de criar, parou de cuidar deles como deveria. Vide Philippe Coutinho, Alex Teixeira, Souza, Allan, Rômulo…

O elenco passou a ter prazo de validade e isso é inadmissível.

O Vasco precisa de um novo ídolo, com raízes no clube e entendimento de sua grandeza. Se não criado, lapidado na Colina. Não será de um dia para o outro que ele surgirá, mas é necessário buscá-lo.

Isaías Tinoco, assim como em outra época, é o responsável pelo resgate da ‘fábrica de craques’ do Vasco. Pelo discurso em sua chegada, a ideia é exatamente esta.

Agora é pôr em prática.  E torcer…

Facebook – https://www.facebook.com/BlogDoGarone
Twitter – https://twitter.com/BlogDoGarone

COLETIVA DE ISAÍAS TINOCO:



MaisRecentes

Bruno César não é Maxi López



Continue Lendo

Sub-20 do Vasco poderá superar o desempenho do time de 2010, que revelou Allan e Luan



Continue Lendo

A Martín o que é de Martín



Continue Lendo