Vasco estreia na temporada em data histórica para o clube



Eurico anunciou que não será candidato à presidência (Foto: Vasco)

Dezoito de janeiro é uma data bastante representativa no Vasco.

Foi neste dia, exatamente contra o mesmo Bangu, adversário de logo mais, que o Cruz-Maltino abriu a histórica temporada de 98, que culminaria no título da Libertadores. Com um gol de Donizete – estreante da tarde junto com Luizão e o lateral-direito Vítor -, com apenas um minuto de jogo, em um chute de canhota de fora da área, a equipe de São Januário triunfou em casa por 1 a 0, iniciando o ano com o pé direito.

Três anos depois, em 2001, outro 18 de janeiro que ficaria guardado na memória do torcedor vascaíno. Dois dias após Eurico Miranda vencer as eleições presidenciais do Vasco pela primeira vez – tomaria posse no dia 22 -, o time bateu o São Caetano por 3 a 1, no Maracanã, com gols de Juninho Pernambucano, Romário e Jorginho Paulista, e conquistou o seu tetracampeonato brasileiro. O último do clube até agora.

Agora, 17 anos depois da partida que marcou o debutar de Eurico Miranda na presidência – ao menos como eleito -, o Vasco volta a campo para o jogo que sela a despedida do dirigente, um dos mais controversos do futebol nacional, um dia após anunciar que não será mais candidato na eleição do Conselho Deliberativo. Um novo nome será eleito nesta sexta-feira, dia 19.

Mais um 18 de janeiro histórico para o clube.

Vasco 1 x 0 Bangu
Data: 18/01/1998
Campeonato Estadual
Local: São Januário (Rio de Janeiro – RJ)
Árbitro : Jorge dos Santos Travassos
Público : 3.307
Gols : Donizete (Vasco 1/1ºT)

Vasco – Carlos Germano (Márcio), Vítor, Odvan, Mauro Galvão, Felipe, Luisinho (Fabrício Eduardo), Nélson, Pedrinho, Mauricinho, Donizete e Luizão (Sorato) Técnico : Antônio Lopes

Bangu – Alex, Marcelo Cardoso, Paulo Campos, Nailton, Flavinho, Marcão, Bianor (Wellington), Humberto, Edílson (Fabinho), André e Marcelo Cruz (Paulo Andrade) Técnico : Alfredo Sampaio

Vasco 3 x 1 São Caetano
Data: 18/01/2001
Campeonato Brasileiro (2000)
Local: Maracanã (Rio de Janeiro – RJ)
Árbitro : Márcio Rezende De Freitas
Público : 60.000
Gols : Juninho Pernambucano (Vasco 28/1ºT), Adãozinho (São Caetano 36/1ºT), Jorginho Paulista (Vasco 39/1ºT) e Romário (Vasco 7/2ºT)

Vasco – Hélton, Clébson, Júnior Baiano, Odvan, Jorginho Paulista, Nasa, Jorginho (Henrique), Juninho Pernambucano (Paulo Miranda), Juninho Paulista (Pedrinho), Euller e Romário Técnico : Joel Santana

São Caetano – Silvio Luiz, Japinha (Gilmar), Daniel, Serginho, César, Claudecir, Esquerdinha (Zinho), Ailton (Leto), Adãozinho, Wagner e Adhemar Técnico : Jair Picerne



MaisRecentes

Ex-Barcelona é uma das novidades do time sub-20 do Vasco



Continue Lendo

De volta ao Vasco, Martin Silva se aproxima de recorde pelo clube



Continue Lendo

Vasco prorroga os contratos de dois jogadores do sub-20



Continue Lendo