Meu Vasco com Julio dos Santos e Dagoberto



Dagoberto foi o último reforço anunciado pelo Vasco (Foto: Paulo Sérgio/LANCE!Press)

Dagoberto foi o último reforço anunciado pelo Vasco (Foto: Paulo Sérgio/LANCE!Press)

As peças vão chegando e isso vai nos permitindo sonhar. Se antes a defesa precisava defender e atacar, com as chegadas de Gilberto e Dagoberto passamos a ter novas armas ofensivas. E, claro, novas opções táticas.

De todas as variações possíveis, mudar a postura para três zagueiros talvez seja a que mais dê trabalho ao treinador e ao time. É uma mudança brusca, mas ainda assim uma possibilidade. Defensivo? Muito pelo contrário!

Não sei se no meio do campeonato seja uma boa opção, mas eu começaria analisar a possibilidade. Os treinamentos servem para isso.

Quando Dagol acertou com o Gigante, a primeira formação que me veio a cabeça foi um esquema que poderíamos nomear como 3-2-3-2 – um 3-5-2 metido a besta, com dois homens de meio de campo mais fixos na defesa. Três zagueiros, dois volantes, três apoiadores e dois atacantes.

Um destes meias seria Julio dos Santos, que atuaria nas intermediárias, fazendo o papel de cabeça de área quando a bola estivesse com o adversário, e chegando como elemento surpresa no ataque. Ou seja, o paraguaio mudaria de posição constantemente, mas sempre pelo centro do campo. Serginho ficaria mais pela direita e Guina pela esquerda.

Vasco no esquema 3-2-3-2 (Foto: Blog do Garone)

Vasco no esquema 3-2-3-2 (Foto: Blog do Garone)

As laterais talvez sejam as grandes deficiências do futebol atualmente. Para quem assistiu Arce, Jorginho, Roberto Carlos, Felipe, Serginho, Zé Maria, Cafú, Athirson, Zé Roberto e Luís Carlos Winck, nota-se claramente a escassez de bons jogadores na posição. Então por que mantê-los?

Talvez o 3-5-2 não seja tão utilizado no Brasil por conta disso, deveriam usar homens de criação e não laterais ‘mais livres’ com meio-campistas. Se é para ajudar na criação, que usem jogadores criativos e não velocistas.

É só uma opinião, uma opção, claro, mas eu tenho curiosidade de ver o Vasco jogando com: Martín Silva, Luan, Rodrigo – de líbero, as vezes encostando nos volantes para liberar Julio dos Santos – e Douglas Silva; Guiñazu e Serginho; Bernardo (Montoya), Julio dos Santos e Marcinho (ou o colombiano); Dagoberto e Gilberto.

Vai que encaixa.

Luan sairia para cobrir a direita e Rodrigo fecharia sua posição. O mesmo com Douglas na esquerda. Os meias acompanhando os laterais e os volantes cobrindo. Ou seja, dá para fechar os flancos sem alguém fixo por lá. Mas é preciso treino.

Enfim, possibilidades. Não tínhamos e hoje temos.

Fato é que as chegadas dos dois atacantes nos permitiu vislumbrar uma Vasco bem melhor, mais encorpado e que pode surpreender. Falta de opção já não é mais o problema, agora é organizar a casa.

Saudações vascaínas! /+/

FACEBOOK – https://www.facebook.com/BlogDoGarone
TWITTER – https://twitter.com/BlogDoGarone



MaisRecentes

Ex-Barcelona é uma das novidades do time sub-20 do Vasco



Continue Lendo

De volta ao Vasco, Martin Silva se aproxima de recorde pelo clube



Continue Lendo

Vasco prorroga os contratos de dois jogadores do sub-20



Continue Lendo