Natal do Vasco deve ser ‘magro’, mas por um bom motivo



Abel Braga será o técnico do Vasco em 2020 (Foto: Rafael Ribeiro/Vasco)

O Natal, normalmente, é uma data aguardada por muitos. Seja pelo valor religioso, afetivo ou até mesmo pelos presentes comumente trocados. No caso do futebol, é um período onde os clubes estão no mercado e a ansiedade pelos anúncios dos reforços é grande.

No Vasco, porém, o sentimento de seu torcedor é outro. Ao mesmo tempo que há a expectativa pela chegada de novos nomes, existe o receio das experiências recentes.

Em 2016, o argentino Damián Escudero foi anunciado em plena madrugada do dia 25, como se fosse um presente de Papai Noel. Deixou o clube logo depois com apenas 23 jogos disputados e só 1 gol marcado.

No ano seguinte, antes mesmo do Natal, o clube já havia oficializado Desábato e Rildo. Logo depois, no dia 27, confirmou Thiago Galhardo. Nenhum dos três permanecem em São Januário.

Bruno César, Cláudio Winck, Danilo Barcelos, Raul Cáceres e Ribamar foram os reforços garantidos antes das festas de fim de ano em 2018. Nenhum se firmou.

O Vasco contratou 40 jogadores apenas nos dois últimos anos. Muito volume e pouca qualidade. Tanto que apenas nove devem permanecer para 2020.

A postura da diretoria será diferente dessa vez. Após passar o meio de temporada se desfazendo de atletas em razão do elenco inchado, montado no início do ano por Alberto Valentim e Alexandre Faria, André Mazzuco, atual diretor de futebol do clube, já deixou claro que o clube procura reforços pontuais, dentro de sua realidade.

E isso não diz respeito apenas a valores, mas também a volume. Abel Braga não deve receber mais do que cinco reforços neste 1º semestre: um lateral, um zagueiro, dois meias e um centroavante. Um número bem abaixo em relação às janelas recentes nesta época. Quase a metade.

O que não significa qualidade inferior. Ao menos é o que se espera.

Finalista da Copa São Paulo de Juniores, do Carioca e da Copa RS, além de semifinalista da Copa do Brasil, a equipe sub-20 deverá ser mais uma vez a grande fonte de reforços para o começo de 2020. Nomes como Lucão, Ulisses, Miranda, Alexandre e Caio Lopes devem ganhar mais oportunidades, assim como Bruno Gomes, Gabriel Pec, Tiago Reis e Talles Magno, que já se consolidaram no grupo principal em 2019.

Para quem precisa se organizar financeiramente e que almeja uma redução na folha salarial, ter cautela no mercado talvez seja o melhor dos presentes natalinos.

REFORÇOS DO VASCO NA JANELA 17/18

– Desábato
– Rildo
– Werley
– Rafael Galhardo
– Riascos
– Erazo
– Luiz Gustavo
– Thiago Galhardo
– Fabrício

REFORÇOS DO VASCO NA JANELA 18/19

– Bruno César
– Cláudio Winck
– Ribamar
– Danilo Barcelos
– Raúl Cáceres
– Felippe Bastos
– Yan Sasse
– Lucas Mineiro
– Rossi



MaisRecentes

Com renovações, jovens passam a ter os contratos mais longos do Vasco



Continue Lendo

Análise de Carlinhos, novo reforço do Vasco



Continue Lendo

Comentarista português elogia Carlinhos, possível reforço do Vasco: “Um nível superior”



Continue Lendo