Mecanismo de Solidariedade pode ser, mais uma vez, a salvação do Vasco



Allan pode trocar a Itália pela Inglaterra (Foto: AFP)

Vinte e um milhões e 756 mil reais. Esse foi o valor total que o Vasco recebeu de Mecanismo de Solidariedade – dispositivo que ajuda os clubes formadores de atletas – nos últimos três anos, segundo o balanço – corrigido – do clube.

Philippe Coutinho, com mais de R$ 17 milhões, foi quem mais contribuiu para esse valor alto. Mas não foi o único.

Apenas nos dois últimos anos, sete atletas renderam dinheiro aos cofres de São Januário. Alguns, sem terem chegado aos profissionais do clube, como o zagueiro Marlon, hoje no Sassuolo. Outros, sem terem passado pela base, como o volante Nilton, que chegou ao Vasco com 21 anos de idade – a FIFA considera como período de formação entre os 12 e os 23 anos de idade.

Em 2020, o Mecanismo pode ser, mais uma vez, a salvação do clube. Ou uma boa parte dela.

Alguns dos principais nomes especulados na janela europeia são de atletas formados nas categorias inferiores do Vasco e que podem render frutos ao clube. Allan, do Napoli, por exemplo, é um dos preferidos de Carlo Ancelotti para reforçar o Everton, do Inglaterra. Uma negociação que pode chegar a R$ 420 milhões.

O Vasco, por ter participado de parte da formação do meia – Allan passou também pelas bases do Olaria e do Madureira -, teria direito a 2,5%. Caso se confirme a transação e o valor, seriam mais de R$ 10 milhões para o clube.

O percentual, e até o destino, é parecido com o de Philippe Coutinho. Atualmente emprestado pelo Barcelona ao Bayern de Munique, o camisa 10 desperta o interesse de vários clubes ingleses. Manchester United, Chelsea, Tottenham, Arsenal e Newcastle estão na disputa.

O Vasco tem direito a 2,25% de uma futura negociação do meia. Quando trocou o Liverpool pelo Barcelona, Coutinho rendeu mais de R$ 15 milhões aos cariocas.

Outro que vem se destacando e ganhando as manchetes do futebol internacional é Evander. Um dos principais jogadores do Campeonato Dinamarquês, o jovem apoiador tem tido seu nome vinculo ao Porto, de Portugal, e ao Galatasaray, da Turquia. O valor do atleta, segundo os jornais europeus, giraria em torno de 8 milhões de euros, cerca de R$ 48 milhões na cotação atual.

Como formador, o Vasco tem direito a 3,25% de uma futura negociação. O que renderia aos seus cofres, caso concretizada a venda e o valor, aproximadamente R$ 1,6 milhão.

Sem vender ninguém do seu elenco, o Vasco pode receber um reforço financeiro de mais de R$ 20 milhões ainda este ano. Nada mal para quem vive uma grave crise.

Confira no vídeo alguns jogadores que renderam dinheiro ao Vasco através do Mecanismo de Solidariedade e outros que ainda podem dar lucro ao clube através desse dispositivo:



MaisRecentes

A obra inacabada de Guarín



Continue Lendo

Raul marca seus primeiros pontos no Troféu Ademir Menezes 2020



Continue Lendo

O fim do Carioca para o Vasco



Continue Lendo