Maxi López se torna o 3º maior artilheiro estrangeiro do Vasco na história do Brasileiro



Maxi López tem boa média de gols pelo Vasco (Foto: Thiago Ribeiro/AGIF)

Autor do gol do Vasco no empate em 1 a 1 com o Internacional, nesta sexta-feira, em São Januário, Maxi López chegou à marca de seis tentos com a camisa cruz-maltina no Campeonato Brasileiro. Isso em apenas 14 jogos disputados pelo clube. Somente nas últimas cinco rodadas, foram quatro bolas na rede empurradas pelo argentino.

Recém-chegado a São Januário, Maxi já aparece entre os três maiores artilheiros estrangeiros do Vasco na história do Brasileirão. Com seis gols, igualou no ranking com o seu compatriota Dario Conca e o equatoriano Carlos Tenório.

GRINGOS NO VASCO

Apesar de comum a presença de estrangeiros na equipe nos últimos anos, o fato era bem mais raro antes dos anos 2000. Ainda assim, o time campeão brasileiro em 74 contava com dois gringos em seu elenco: o goleiro argentino Andrada e o meia português Peres. Quatro anos depois, o uruguaio Washington Oliveira também defenderia o Cruz-Maltino.

Nos anos 80, o elenco vascaíno contou com os zagueiros Juan e Daniel Gonzalez, ambos do Uruguai, e o equatoriano Quiñonez, campeão em 89. Na década de 90, o número se manteve. O americano Coby Jones foi o primeiro a pintar na Colina, em 95, mas teve passagem discreta, assim como o zagueiro equatoriano Maximo Tenório, que defendeu o clube em 96. No ano seguinte, o paraguaio Walter Ávalos seria contratado, mas não disputaria nenhuma partida oficial.

A partir dos anos 2000, esse panorama mudou. Nos últimos 18 anos, 37 estrangeiros foram contratados pelo Vasco – veja a lista aqui. – inclusive o principal goleador gringo do clube na principal competição nacional, o sérvio Petkovic, autor de 20 gols em duas edições disputadas com o time de São Januário.

GRINGOS ARTILHEIROS DO VASCO NO BRASILEIRO

1º – Petkovic – Sérvia – 20 gols – ( 2 em 2002 e 18 em 2004)
2º – Andrés Ríos – Argentina – 10 gols (3 em 2017 e 7 em 2018)
3º – Maxi López – Argentina – 6 gols (2018)
Dario Conca – Argentina – 6 gols (2007)
Carlos Tenório – Equador – 6 gols (4 em 2012 e 2 em 2013)
6º – Riascos – Colômbia – 4 gols (4 em 2015 e 0 em 2018)
7º – Martin Garcia – Colômbia – 3 gols (2007)
8º – Manga Escobar – Colômbia – 2 gols (2017)
9º – Peres – Portugal – 1 gol (1974)
Vergara – Chile – 1 gol (2005)
Emanuel Biancucchi – Argentina – 1 gol (2015)

Youtube: Canal do Garone
Twitter: @BlogDoGarone
Facebook: /BlogDoGarone
Instagram:@BlogDoGarone



MaisRecentes

Thiago Galhardo ultrapassa Wagner e Andrey no Troféu Ademir Menezes



Continue Lendo

O indefensável



Continue Lendo

Reforços que não jogam: uma prática comum no Vasco há mais de duas décadas



Continue Lendo