Mais dez jogadores do Expressinho devem deixar o Vasco este mês



Expressinho do Vasco foi montado no fim de 2017 (Foto: Sarah Borborema/Vasco)

Durou pouco o projeto do ‘Novo Expressinho’ do Vasco, implantado ainda na gestão de Eurico Miranda. Dez jogadores contratados para fazerem parte do time B do Cruz-Maltino, ainda no fim do ano passado, ficarão sem contrato neste mês e não devem renovar com o clube. Outros, por sua vez, já rescindiram seus vínculos. São os casos do meia Mayron e dos atacantes Rogélio Balotelli e Jonathan Bryan.

Os próximos da barca são os zagueiros Wellington LucasDaniel Felipe, os laterais YuriEnric Ferro, os volantes Joseph, os meias Eduardo MeloAlex Souza e Jeferson, e os atacantes RomárioDiogo, todos com contratos se encerrando em março.

Dos atletas que assinaram com o Vasco para defender o Expressinho – alguns jogadores que viajaram com o elenco para a disputa da BTV Cup, no Vietnã, não chegaram a ser registrados pelo clube -, apenas dois possuem vínculos mais longos: Daniel Pessoa e Nathan, ambos atacantes, possuem contratos até junho e outubro deste ano, respectivamente.

Segundo nota emitida pelo Vasco no fim do ano passado, o elenco havia sido montado para a captação de novos valores, visando a montagem de uma equipe sub-23 e a disputa de amistosos com a finalidade de divulgar a marca do clube. Aparentemente, sem sucesso.



MaisRecentes

Ex-Barcelona é uma das novidades do time sub-20 do Vasco



Continue Lendo

De volta ao Vasco, Martin Silva se aproxima de recorde pelo clube



Continue Lendo

Vasco prorroga os contratos de dois jogadores do sub-20



Continue Lendo