A história de Niginho, o atacante que driblou Mussolini e ‘inaugurou’ a Gávea



Niginho brilhou no Vasco entre 1937 e 1939 (Foto: Jornal A Noite)

Leonízio Fantoni no registro oficial. Para os italianos, Fantoni III. Para os brasileiros, simplesmente Niginho. Um dos muitos “Fantonis” que brilharam no Brasil e na Itália entre as décadas de 20 e 40.

Niginho foi o segundo jogador do Vasco a ser artilheiro de um Campeonato Carioca. É, até hoje, o terceiro maior goleador da história do Cruzeiro, clube onde foi revelado e passou a maior parte da carreira.

Antes destes feitos, porém, o atacante teve que driblar Mussolini para fugir da guerra. Mas a fuga cobrou seu preço mais à frente. Conheça a história do artilheiro, responsável por ‘inaugurar’ a Gávea, no vídeo abaixo:



MaisRecentes

Vasco receberá dinheiro pela ida de Marlon para o Fulham



Continue Lendo

Carlinhos pode ser uma boa opção para a lateral-direita do Vasco



Continue Lendo

A infantilidade de Pikachu



Continue Lendo