Cruzeiro e Atlético-MG: exemplos da má administração vascaína



Dedé brilhou no Vasco e foi bicampeão brasileiro pelo Cruzeiro (Foto: Paulo Sérgio/LANCE!Press)

Dedé brilhou no Vasco e foi bicampeão brasileiro pelo Cruzeiro (Foto: Paulo Sérgio/LANCE!Press)

Fábio no gol. Uma zaga formada por Dedé e Jemerson. No meio de campo, Nilton, Rafael Carioca e Marlone. André e Alisson formando a dupla de ataque. Tudo isso sob o comando do técnico de Marcelo Oliveira.

Não, isso não é um simples selecionado de atletas de Cruzeiro e Atlético-MG. É a lista de jogadores, mais o treinador, que passaram pelo Vasco e fizeram parte das conquistas dos clubes mineiros nesta temporada. São a prova viva de que o Gigante tinha tudo para lutar por muito mais, mas se perdeu no caminho.

Dos oitos jogadores citados, apenas Rafael Carioca e André – que acabou dispensado pelo Galo antes do fim da Copa do Brasil -, chegaram à São Januário com uma carreira já consolidada. Todos os outros eram até então pouco – ou nada – conhecidos, ou crias da casa. Jemerson, por exemplo, passou uma semana na base do clube mas acabou não ficando. Assim como aconteceu com Anderson Talisca, hoje no Benfica.

Alisson chegou emprestado pelo próprio Cruzeiro, poderia ter sido envolvido em definitivo na negociação de Dedé. Mas não. Acabou afastado e depois dispensado daquele time que acabou rebaixado em 2013. Dá para explicar? Hoje é bicampeão brasileiro…

Estivemos próximos de nos estabilizarmos novamente no TOP 3 da elite do futebol brasileiro, mas retrocedemos, graças às más administrações. Agora precisamos correr contra o tempo e, principalmente, os jogadores perdidos.

Facebook – https://www.facebook.com/BlogDoGarone
Twitter – https://twitter.com/BlogDoGarone



MaisRecentes

A Martín o que é de Martín



Continue Lendo

Valentim precisará fazer muito mais em 2019 para justificar sua permanência



Continue Lendo

Cinco jogadores retornam ao Vasco após empréstimo



Continue Lendo