Comentarista português elogia Carlinhos, possível reforço do Vasco: “Um nível superior”



Carlinhos marcou 5 gols em 36 jogos pelo Setúbal (Foto: Reprodução/Instagram)

Após anunciar oficialmente a contratação do atacante Guilherme Parede, de 24 anos, que vinha defendendo o Talleres, da Argentina, o Vasco se aproxima de mais um reforço: Carlinhos. O meia de 26 anos disputou a última temporada pelo Vitória de Setúbal, de Portugal, onde foi um dos destaques do time.

Revelado pelo Desportivo Brasil, onde se destacou na Copa São Paulo de Futebol Júnior de 2012, com apenas 18 anos, o jogador saiu cedo do país, sendo negociado com o Bayer Leverkusen. Na época, Carlinhos era lateral-direito, e fez sua estreia como profissional em novembro daquele ano, pela equipe alemã, substituindo Carvajal, hoje no Real Madrid, no duelo contra o Rapid Viena, da Áustria, pela Europa League.

A carreira de Carlinhos, no entanto, não decolou na Alemanha, e o jogador passou a rodar por diversos clubes tanto do Brasil, como Internacional, Red Bull e Guarani, quanto da Europa, atuando na Suíça, Bélgica e em Portugal.

O blog conversou com o comentarista português Luís Cristóvão, da Radio Antena 1, que acompanhou o meia tanto no Estoril, na temporada 2016/2017, quanto no Setúbal, no último ano, para conhecer um pouco mais o possível reforço vascaíno.

GARONE – Analisando algumas atuações do Carlinhos, notei uma mudança de posicionamento dele em relação a como atuava no Estoril e no Setúbal. Como foi esse último ano dele em Portugal?

LUÍS: No Vitória de Setúbal ele passou a jogar numa função mais recuada, muitas vezes formando a dupla de médios. Mas sempre com uma visão muito ofensiva. Sem dúvida nenhuma é o jogador do Vitória que mais finalizou e que mais criou jogadas de perigo. Era uma peça de frente em termos de qualidade ofensiva.

Nota do blog: com 36 conclusões, Carlinhos foi o maior finalizador do Setúbal e o 30º no Português segundo dados do Sofascore. Além disso, foi o 19º do campeonato em passes decisivos, com 37. 

GARONE – O que mudou em relação ao Estoril?

LUÍS: No Estoril ele foi visto como um jogador indisciplinado em termos de treinamento, com pouco foco. Mas no Vitória, com diferentes treinadores – foram quatro ao longo da temporada -, foi sempre uma referência do time. Um ou outro jogo aparecendo um pouco mais à frente, mas sempre no corredor central.

Mapa de calor de Carlinhos no Português 19/20 (Fonte: Sofascore)

GARONE – Qual a principal característica técnica do Carlinhos?

LUÍS: O chute é a sua maior qualidade. É um jogador com muita facilidade de arremate, uma finalização muito forte.

GARONE – E defensivamente, seria um ponto fraco do jogador?

LUÍS: Não vejo assim. Nessa temporada, a equipe tinha muitas opções defensivas e isso dava a ele um pouco mais de liberdade, mas pareceu ser um jogador que se enquadra em como a equipe defende, que procura o duelo físico quando necessário. Tanto que o Vitória terminou a temporada com um técnico muito defensivo e o Carlinhos se manteve sempre como titular, contribuindo tanto no ataque quanto na defesa.

GARONE – Como você avalia o Carlinhos?

LUÍS: É um jogador que pelo o que mostra em campo aponta para um nível superior. Eu creio que se ele amadureceu, se ele realmente focar na sua carreira, ainda pode ser um jogador de um nível no futebol europeu mais interessante do que ele teve até aqui.



MaisRecentes

Pragmatismo vascaíno



Continue Lendo

Vasco receberá dinheiro pela ida de Marlon para o Fulham



Continue Lendo

Carlinhos pode ser uma boa opção para a lateral-direita do Vasco



Continue Lendo