Clayton, a nova contratação de risco do Vasco



Clayton fará exames nesta terça-feira (Foto: AFP)

Rápido, habilidoso e goleador. Foi com essas características que Clayton surgiu no futebol brasileiro, em 2015, vestindo a camisa do Figueirense. Aos 20 anos de idade, o garoto foi um dos principais artilheiros do país marcando 17 gols em 56 jogos, fora os quatro que anotou pela Seleção Brasileira nos Jogos Pan-Americanos, onde foi medalhista de bronze.

A grande temporada fez o Atlético Mineiro desembolsar cerca de R$ 13 milhões por 50% do atacante, visto como uma grande promessa. No Galo, no entanto, em seu primeiro ano, marcou apenas sete vezes em 46 jogos, não se firmou e acabou emprestado ao Corinthians em 2017.

Em São Paulo, também não rendeu, e retornou à Minas no mesmo ano, após atuar apenas 14 vezes – marcou dois gols. Foi quando sofreu uma grave lesão no joelho esquerdo – no ligamento cruzado anterior.

Foram oito meses sem atuar até o seu retorno aos gramados, em agosto de 2018, vestindo a camisa do Bahia. Cedido ao Tricolor Baiano, em 20 meses, disputou somente 19 jogos, sendo apenas seis como titular. Em apenas um atuou os 90 minutos.

O atacante, agora com 23 anos, chega ao Vasco como a mais nova contratação de risco da diretoria, que já trouxe recentemente jogadores com histórico de lesões, como Bruno César, Valdívia e Marquinho. Nenhum se firmou e hoje amargam o banco de reservas.

O Clayton de 2015 tem as características que se encaixam na ideia de jogo de Vanderlei Luxemburgo. Pode atuar tanto pelos lados quanto mais por dentro, tem poder de finalização e de criação. Se encaixaria em qualquer posição na trinca de ataque formada hoje pelo Cruz-Maltino, porém, não apresenta essas virtudes já a algum tempo.

Não dá para cravar um insucesso de jogador, assim como é difícil afirmar que terá o mesmo êxito de quatro anos atrás, pré-lesão. O histórico recente por Atlético, Corinthians e Bahia, porém, não é favorável. Hoje, Clayton é mais uma aposta – como outras – do que uma certeza, mas é o que o bolso do Vasco permite e o mercado oferece.



MaisRecentes

Talles Magno, Raul e Ribamar ganham posições no Troféu Ademir Menezes



Continue Lendo

Sub-20: Vasco contrata jovem do Coritiba e renova com atacante



Continue Lendo

Talles Magno, Ribamar e as ironias da bola



Continue Lendo