publicidade


Arquivo da Categoria ‘Vasco’

Oposição define chapa no Botafogo

quinta-feira, 28 de agosto de 2014
Oposição do Botafogo define grupo político

Oposição define cabeças de chapa

O maior bloco de oposição do Botafogo definiu sua chapa para a próxima eleição presidencial. Carlos Eduardo Pereira, do Mais Botafogo, Nelson Mufarrej, do Botafogo Acima de Tudo, serão candidatos a presidente e vice. A oposição agora tenta atrair o ex-diretor de Marketing, Marcelo Guimarães, e o empresário Durcésio Mello, que ensaiam candidaturas próprias. Nos próximos dias, o bloco deve se reunir com cada um deles e tentar ampliar o grupo de oposição à atual diretoria.

Sem festa
Conselheiros do Palmeiras pretendem cobrar do presidente Paulo Nobre que preste contas do banquete de centenário, que foi alvo de polêmica dentro e fora do clube. Dizem que houve muitas centenas de convites feitas por Nobre e que o clube não deveria pagar, por sua situação financeira. Dezenas de conselheiros recusaram ou devolveram convites para o banquete luxuoso do centenário.

Planejamento
O Vasco planejava apresentar a Umbro nesta semana como nova fornecedora pelos próximos três anos e meio, porém decidiu mudar a data do anúncio e do lançamento dos uniformes, fazendo apenas uma apresentação. O Vasco tem contrato fechado até outubro com a Penalty, mas a empresa não vem fornecendo material ao clube regularmente e fala-se nos bastidores que a empresa está de saída do futebol.

Rúgbi
A pequena Confederação Brasileira de Rúgbi vêm mostrando agressividade na procura por crescer a popularidade do esporte no país. Hoje, anuncia a parceria com a consultoria 55social, para gerenciamento em redes sociais. No total, 19 empresas são parceiras da CBRu, e só neste ano cinco acordos foram fechados. Além disso, outras tantas empresas contribuem com isenção do IR.

Nada de novo
A reunião do Bom Senso com a Globo foi classificada por membros do movimento de “amigável” e “sem novidades”. As partes concordaram quanto à criação de um órgão fiscalizador regulamentado na CBF e na LFRE e a necessidade de melhorar o espetáculo. Mas a emissora não aceita nem conversar sobre mudanças no calendário e o horário dos jogos.

Faca no peito
A decisão da Unimed de não mais investir em jogadores está sendo vista com descrédito por uma parte dos conselheiros do Fluminense. Dizem que há apenas um agravamento da queda de braço entre os presidentes do Flu, Peter Siemsen, e da Unimed, Celso Barros. Este último, que sofreu oposição na última eleição da Unimed, sabe que o Fluminense depende de seu dinheiro e quer mais poder.

Cor proibida
Há cerca de três semanas, a Nike apresentou novos modelos de camisa de goleiro para o Corinthians. O clube é o principal e mais antigo parceiro da marca no Brasil. Cássio já vem usando duas delas em jogos. A outra, amarela, foi vetada pela diretoria. A camisa vetada, como as aprovadas, tinha um grande V em cada manga – nesse caso, da cor verde, do rival Palmeiras.

DUAS CARAS

Carlos Miguel Aidar, presidente do São Paulo

Carlos Miguel Aidar, presidente do São Paulo

Fora do Morumbi, o presidente Carlos Miguel Aidar é visto como falastrão.

Mas dentro do clube, vem tomando atitudes que caíram no gosto de conselheiros e sócios. Atualmente, a simpatia é até maior entre seus adversários do que entre seus aliados.

O grupo ligado ao ex-presidente Juvenal Juvêncio não gostou de ver seu projeto de reforma ser varrido para debaixo do tapete.

Ao mesmo tempo, Aidar vem colocando panos quentes na relação com opositores nas reuniões do Conselho.

Na última, no dia 11, chegou até a passar a palavra a Marco Aurélio Cunha.

Para alguns conselheiros, é o sinal de que o quadro político do São Paulo pode sofrer uma dança das cadeiras. Resta saber quem vai trocar de lado.

DE LETRA

“Agora é hora de trabalhar, não de comemorar”

Carlos Eduardo Pereira, conselheiro que recusou convites do Palmeiras para ir ao jantar do centenário.

Del Nero pode tentar cargo de vice na Fifa

sexta-feira, 22 de agosto de 2014

Marco Polo Del Nero assume presidência da CBF em 2015, e ainda pensa em ser vice-presidente da FIFA.

Aliados de futuro presidente da CBF Marco Polo Del Nero dizem que ele vai tentar ficar com a vaga de Julio Grondona na vice-presidência da Fifa – ele já é membro do Comitê Executivo. Mas não será fácil. A vaga foi prometida por caciques do futebol sul-americano ao uruguaio Eugenio Figueredo para que ele renunciasse à Conmebol, abrindo caminho para o paraguaio José Carlos Naput ser seu sucessor. Figueredo tem 84 anos e não tem grande saúde. Del Nero poderia entrar em seu lugar.

Camarotes
A administração da Arena Corinthians deve assinar nos próximos dias os primeiros contratos de locação de camarotes – que estão em fase final de redação. Há sete acordos fechados. O prazo é de 3, 5 ou 7 anos. Quanto maior o prazo, menor o preço. Os contratos podem começar já ou em janeiro – nesse caso, os camarotes ficam livres até lá. A procura pode não ser suficiente para alugar todos até o início do próximo ano.

Laranjeira podre
Discussões sobre premiações prometidas e não pagas e sobre futuros prêmios, descumprimento de promessas pela diretoria e a falta de controle do grupo pelo diretor João Paulo Angioni são apontados como fatores que ajudaram a crise a se instalar no Fluminense. O técnico Cristóvão Borges, por outro lado, tem apoio do elenco, diretoria e até de conselheiros de oposição.

Grande marcha
O grupo de oposição santista Terceira Via vem viajando pela capital e interior paulista atrás de novos adeptos. Já foi a São Paulo e a amanhã irá a São José dos Campos. O grupo, que está nos holofotes desde a polêmica dos sócios-fantasmas, quer ampliar seu poder dentro do clube. Mas os novos sócios só poderão votar em 2017, pois é preciso um ano de associação para ter direito a voto.

Tormenta alviverde
Após ver o time cair para a lanterna do Campeonato Brasileiro, com a derrota para o Sport, a diretoria do Palmeiras decidiu isolar o clube de contatos com exterior. Vários compromissos foram cancelados e até entrevistas com profissionais de marketing foram desmarcadas. A explicação é que o ambiente está tumultuado e que a cúpula quer esperar a agitação passar.

Sustentável
A CBF contratou um escritório de advocacia para estudar e escrever o projeto do órgão fiscalizador acordado entre a entidade, os clubes e o Bom Senso FC. O modelo que a CBF proprorá será confrontado com o do Bom Senso, que há tempos já tem um projeto. Após a discussão, o bloco vai apresentar o projeto de consenso ao Ministério do Esporte e para parlamentares envolvidos na Lei de Responsabilidade Fiscal do Esport

Pelo sorriso
O Marketing do Vasco culpa a instabilidade política do clube para a falta de uma programação para comemorar o aniversário do clube, que completou 116 anos ontem. Victor Ferreira, vice de Marketing, diz que a incerteza sobre a prorrogação de mandatos atrapalhou o planejamento. Mas essa questão só aflorou nos últimos 40 dias.

LIMPEZA

Nova sede da CBF, na Barra da Tijuca. Atual cúpula vem demitindo resquícios da era Ricardo Teixeira.

No acordo que permitirá sua ascensão à presidência da CBF, o paulista Marco Polo Del Nero, combinou com Ricardo Teixeira que não mexeria em alguns cargos-chave, que dão proteção ao antigo manda-chuva da entidade.

Depois da Copa, Del Nero e o presidente José Maria Marin fizeram algumas trocas na diretoria.

Nos últimos dias, foi a vez do vice de Marketing, José Carlos Salim, que estava na CBF praticamente desde os primeiros dias de Teixeira, ser afastado.

Salim era o penúltimo dirigente da CBF que tinha uma amizade antiga com Teixeira. Só sobrou Carlos Eugênio Lopes, do Jurídico.

Simultaneamente e silenciosamente, a cúpula da CBF vem demitindo funcionários a um ritmo de um por semana. Os últimos trabalhavam no Departamento Pessoal e no Registro de Atletas.

DE LETRA

“Se o clube cumpre o que foi acordado, não há razão para ação penal”

Ives Gandra Martins, advogado tributarista, sobre ação penal do MPF contra a diretoria do Corinthians.

Vice do São Paulo sabatina comissão técnica

sábado, 9 de agosto de 2014

Após a repercussão de nota publicada nesta coluna, ontem, o vice-presidente de Futebol do São Paulo Ataíde Gil Guerreiro sabatinou a comissão técnica do clube atrás da pessoa que fez comentários negativos sobre o meia Paulo Henrique Ganso em local público para um grupo de cerca de 30 pessoas. Segundo Guerreiro, nenhum membro da comissão técnica assumiu o acontecido. Até o próprio jogador foi questionado sobre a pessoa que o tem criticado. O dirigente afirma que a atitude é passível de demissão.

Ingressos
A volta de Kaká ao Morumbi não é o único motivo para o São Paulo aumentar o preço dos ingressos para o jogo contra o Vitória, amanhã. Segundo o diretor financeiro, Osvaldo Vieira de Abreu, o preço de até R$ 40 para a arquibancada será mantido no restante da temporada. Entre o ano passado e este ano, o São Paulo chegou a cobrar R$ 10 pelo ingresso.

Policiamento
Segundo o 2º Batalhão de Polícia de SP, a alta na taxa de policiamento nos jogos em São Paulo tem como base a lei estadual de nº 15.266, cujo valor pago por policial para cada hora trabalhada é de R$ 30,21. No clássico contra o Palmeiras, no último dia 27, as despesas do Corinthians com as oitos horas de atuação dos 500 policiais que fizeram a segurança da partida chegou a R$ 123 mil, uma alta de mais de 1000% sobre o clássico do 1º semestre entre as equipes.

Especulação
Mesmo que seja amigo pessoal de Diego Souza e goste de seu estilo de jogo, Rodrigo Caetano, diretor- executivo do Vasco, diz que as notícias que o colocam de volta ao clube não passam de especulações. Caetano diz que não houve qualquer contato com o staff do atleta. Diego Souza, que defende o Metalist (UCR), foi campeão da Copa do Brasil e vice do Brasileirão em 2011 pelo Vasco.

Sortudo
Um jovem do interior do Paraná ganhou uma promoção da Gatorade para treinar em alguns clubes patrocinados pela marca de isotônicos. Ele já passou por Boca Juniors (ARG), Arsenal e Liverpool (ING), Milan (ITA), Barcelona (ESP), além das seleções Brasileira e americana. Neste fim de semana, a Gatorade o levará ao jogo do Flamengo e, na segunda, à Granja Comary.

Em baixa
A má fase do Botafogo tanto dentro como fora de campo tem afetado também seu programa de sócios. O número de associados do clube tem tido queda nos últimos meses e atingiu atualmente 11,1 mil. O número é menor que o do Chapecoense, que disputa a Séria A do Campeonato Brasileiro pela primeira vez e tem 11,2 mil associados. Os números são do Movimento por um Futebol Melhor.

Patrocínio
A EMS fechou patrocínio ao Campeonato Paulista de Vôlei 2014, nas categorias masculino e feminino. A estratégia do laboratório farmacêutico é dar continuidade à estratégia iniciada em 2013, quando a empresa patrocinou as equipes do Vôlei Amil e São Bernardo. Com o acordo, a marca da companhia será exposta em locais como placas centrais e na fita de rede dos jogos.

NOVELA

O atacante Wellington Nem está na Ucrânia para conseguir a liberação junto ao Shakhtar Donetsk para se transferir ao Fluminense.

Há um mês, a diretoria do Tricolor diz que o caso será resolvido até o fim da semana, seja na sexta ou no sábado. Nesta semana, o prazo terminou ontem. Agora, já se fala na próxima segunda.

Segundo Paulo Angioni, diretor de futebol do clube, a demora por uma definição da contratação ou não do jogador se deve aos conflitos políticos da Ucrânia com a Rússia.

Outros jogadores brasileiros do clube ucraniano, como Taison e Fred, também são especulados no Brasil. Mas sem definições.

Porém, se no início a contratação de Nem era dada como quase certa, agora, a diretoria tricolor já não está tão animada por um desfecho positivo.

DE LETRA

“Não tem problema nenhum, tem mesmo é que ser assim.”

Andrés Sanchez, dois dias antes de o MPF o acusar de crimes fiscais, sobre a responsabilização judicial de dirigentes.

COLABOROU LUIZ FOGAÇA, DE SÃO PAULO.

Reino Unido quer ter QG de negócios em 2016

sexta-feira, 8 de agosto de 2014

Rio-2016

O consulado do Reino Unido no Rio de Janeiro está negociando com a organização dos Jogos Rio-2016 para ter um espaço de negócios na capital fluminense durante a competição. O espaço serviria para promover a cultura britânica e seria utilizado para rodadas de negócios entre empresários europeus e brasileiros. A iniciativa do governo britânico é semelhante à ‘Casa Brasil’, montada pelo governo brasileiro durante os Jogos Londres-2012. Nos próximos dois anos, a expectativa é de gerar R$ 386 milhões em negócios com o mercado brasileiro.

Afastamento
A crise financeira do Botafogo tem atingido as divisões de base do clube, que também vive com atrasos salariais. Acompanhando os problemas, os jovens jogadores começam a temer pelo futuro. Recentemente, um atleta se desligou do clube para “buscar um lugar com melhor estrutura”. No time profissional, são três meses de salários atrasados de carteira e seis de imagem.

Prescrição
O Flamengo tentará resolver o débito de R$ 91 milhões que tem com o Banco Central através da prescrição da dívida. Segundo um membro do departamento jurídico do clube, caso essa defesa não sirva para resolver o imbróglio, a saída será mesmo a penhora de algum bem do clube para refinanciar o déficit com a instituição federal. O débito tem origem na década de 90 e foi inscrito neste ano.

Com ressalvas
O candidato à presidência do Vasco Nelson Rocha,defende a prorrogação do mandato de Roberto Dinamite até novembro, mês das eleições. Porém, Rocha pede que no Conselho Deliberativo seja determinado que Dinamite não tome qualquer atitude que vá ultrapassar o seu mandato. Outros candidatos, como Roberto Monteiro, já se posicionaram a favor de um grupo de interventores no Vasco até as eleições.

De saída
Segundo a Volkswagen, a não renovação do contrato de patrocínio da montadora com a CBF já estava previsto desde que o acordo foi fechado, em 2009, e que previa a realização de ações apenas até a Copa do Mundo no país. Em comunicado, a empresa comenta que, por ser ‘fabricante do modelo Gol, era fundamental estar ao lado da Seleção Brasileira’ em um Mundial no Brasil, e que a parceria está sendo encerrada ‘de forma muito satisfatória’.

Homenagem
A TIM lança na próxima segunda-feira,11, a campanha “O esporte mais popular do Brasil é torcer”, que é uma homenagem aos 11 clubes patrocinados pela operadora. A empresa estudou o comportamento de todas as torcidas dos times, que ganharão homenagens em forma de elementos característicos de cada uma. A campanha será de longo prazo, com ações nos estádios, promoções e mídia digital.

Está devendo
Paulo Henrique Ganso tem perdido prestígio dentro do São Paulo por conta da falta de uma sequência de bons jogos vestindo a camisa tricolor. Um membro da comissão técnica são-paulina de muita influência no clube tem criticado abertamente o atleta em público, citando falta de comprometimento e dizendo que o jogador é muito preguiçoso.

REPETIÇÃO

 Argentinos marcam território no Terreirão do Samba (Foto: Thiago Silva)

Acampamento argentino no Terreirão do Samba, no Centro do Rio, durante a Copa

O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, prevê uma invasão de latinos nas Olimpíadas de 2016. Na Copa do Mundo, boa parte deles veio de motorhomes.

Por não ter onde alocar este tipo de torcedor, que se instalou pela orla de Copacabana, o governo do Estado os transferiu para o Terreirão do Samba, no Centro.

Na ocasião, o governo reconheceu que não possuía estrutura para este tipo de turismo. Passada a Copa, foi anunciada a construção de no mínimo seis campings para receber esse tipo de turista durante os Jogos Rio-2016.

Os espaços para montar esta estrutura estão sendo estudados, mas é possível que um deles seja em Nova Friburgo, a 136 km da capital fluminense.

Se confirmado, restará apenas combinar com os turistas para eles ficarem tão distantes dos locais de competição.

DE LETRA

“Em nenhum momento essa contratação está vinculada à eleição”

Odílio Rodrigues, presidente do Santos, sobre a chegada de Robinho faltando poucos meses para a escolha do novo mandatário do clube.

Gerente da oposição aprovou fantasmas

sexta-feira, 1 de agosto de 2014

Santos

A atual gerente administrativa da chapa de oposição Terceira Via, Paula Madeira, era a responsável pela admissão de novos associados do Santos na data em que os “sócios fantasmas” foram aceitos no sistema, 26 de novembro. A própria Terceira Via foi a responsável pela denúncia, o que levou à derrota da proposta de voto online. Ela trabalhou no clube de 2009 ao início de 2014, quando ocupava a coordenadoria da Secretaria Social. No Facebook, Madeira diz ter “grande amizade” com os fundadores do grupo.

Férias programadas
O ministro do Esporte, Aldo Rebelo, entrará de férias na próxima semana e deve acompanhar à distância os debates envolvendo a Lei de Responsabilidade Fiscal do Esporte, um dos projetos mais importantes e polêmicos envolvendo o futebol no país. A LRFE entrará com urgência na pauta da Câmara na próxima terça (5) e a bola ficará com Antônio Nascimento, secretário de futebol da pasta.

Acusação
A oposição do Botafogo acusa Antônio Braga, presidente do Conselho Fiscal, de ser conivente nas ações da administração do presidente Maurício Assumpção. As críticas dos opositores são, principalmente, sobre o fato de Braga ter relatado que não há irregularidade no contrato do Botafogo com a Viton 44, o qual dá 5% de comissão à Romar Representações, do pai e da madrasta de Assumpção.

Outro lado
O ex-presidente do Flamengo, Kleber Leite, alega que transferências internacionais feitas em sua gestão entre 1995 e 1998, como Sávio e Zé Roberto, não envolveram dólares ou outra moeda, afirmando que houve apenas trocas de jogadores com outros clubes. O Banco Central cobra o Flamengo, em valores corrigidos, R$ 91 milhões, por supostas irregularidades em transações internacionais da época de Leite.

Débito ou crédito?
Patrocinadora da Copa, a Visa registrou uma movimentação de US$ 380 milhões em transações de cartões de crédito no país feita por estrangeiros durante o Mundial, valor 143% maior que o registrado no mesmo período do ano passado e US$ 122 milhões a mais que o obtido na Copa de 2010, na África do Sul. Apenas dentro dos estádios, foram realizadas 582 mil transações com os cartões Visa.

Renovação
A Coca-Cola renovou até 2015 com o Comitê Olímpico Brasileiro (COB) o apoio aos Jogos Escolares da Juventude, cujas competições reúnem jovens de 12 a 17 anos. O acordo abrange ações tanto nas disputas estaduais como também nas finais nacionais dos Jogos. A marca é a patrocinadora mais antiga dos Jogos Olímpicos, cuja parceria teve início em 1928.

Difusão
A Confederação Brasileira de Rúgbi enviou um edital para 11 cidades consideradas “pólos de rúgbi” para a realização de partidas da Seleção Brasileira. A iniciativa é que outras regiões, além de São Paulo, também recebam os jogos e promovam, de certa forma, o esporte. Após visitas técnicas, a Confederação irá divulgar os vencedores em meados de agosto.

DUELOS

Jogos do Vasco servem para disputa eleitoral (Foto: Cleber Mendes/ LANCE!Press)

Jogos do Vasco servem para disputa eleitoral
(Foto: Cleber Mendes/ LANCE!Press)

Os jogos do Vasco em ano eleitoral envolvem dois duelos: do time contra os adversários e dos candidatos à presidência em busca de votos.

Na partida pela Copa do Brasil contra a Ponte Preta, na última quarta, os candidatos se enfrentaram nas cadeiras sociais de São Januário.

Deixando a partida de lado, os grupos políticos entoavam seus cânticos atacando, inclusive, os adversários do pleito.

Os dois grupos que mais se enfrentavam eram os dos candidatos Eurico Miranda e Julio Brant.

Quem estava ali para torcer pelo Vasco ficou no meio de uma briga política, que há anos atrapalha a vida do clube.

Alguns ainda tentaram reverter os cânticos políticos para incentivos ao time, mas foram ignorados por aqueles que só queriam fazer campanha.

DE LETRA

“O STJD adora aparecer em cima dos grandes”

Ronaldo Ximenes, diretor do Corinthians, sobre o STJD denunciar o clube pelos assentos quebrados pelos palmeirenses.

Vasco piorou ou ficou na mesma, diz Felipe sobre ex-clube

terça-feira, 3 de junho de 2014

Felipe, ex-jogador do Vasco (Foto: Cleber Mendes/LANCE!Press)

O ex-jogador Felipe criticou a atual situação do Vasco, que, segundo ele, não fez investimentos nos últimos 30 anos para melhorar sua estrutura e dar um melhor suporte aos atletas das divisões de base. O ídolo vascaíno mostrou sua insatisfação no ciclo de encontros que discute a gestão do futebol, o Footlink, que aconteceu nesta segunda-feira, em Botafogo, no Rio.  O curioso é que Roberto Dinamite, presidente do Vasco, estava presente no evento e ouviu o que Felipe falou.

- Eu fui criado no Vasco, hoje, levo meu filho a São Januário para treinar futsal. O Vasco é a mesma coisa, se não piorou. Realmente, [a situação] dos clubes do Rio é inadmissível. Você não pegar uma parte e investir na base, na estrutura, no centro de treinamento, é um absurdo. Levo lá o meu filho e vejo que não mudou nada – criticou o ex-camisa 6.

Felipe usou como exemplo a venda de Neymar, que ficou um bom tempo no Santos antes de sair. Para ele, o clube da Baixada Santista conseguiu dar uma estrutura para manter o atual camisa 10 da Seleção e não negociá-lo na primeira proposta que apareceu.

Sobre a venda imediata de jovens jogadores, o ex-jogador culpou os próprios clubes, pois não buscam melhorar para dar segurança aos atletas, para que eles fiquem o máximo de tempo possível antes de saírem do país. Felipe considerou Corinthians e Internacional como o modelo a ser seguido pelos demais clubes brasileiros.

- Os clubes têm uma parcela muito grande de culpa. Porque se o clube estiver estruturado como um Corinthians, um Internacional, que dão todo o suporte, o atleta fica. O Santos deu uma estrutura para o Neymar, deu tudo para ele. Eu tive 19 anos de carreira profissional, comecei no Vasco com seis anos de idade, tenho 36, há 30 anos o Vasco é a mesma coisa. Por isso que se vende o jogador mais rápido possível – analisou Felipe, que encerrou a carreira no início deste ano, após jogar ano passado pelo Fluminense.

Arena Corinthians enfim apronta o teto

quinta-feira, 6 de março de 2014

Arena Corinthians

A Odebrecht vai colocar na semana que vem a peça da cobertura da Arena Corinthians que caiu do guindaste, cerca de quatro meses atrás, num acidente que provocou duas mortes. Inicialmente, se dizia que o impacto sobre a obra seria de dois a três meses. A Arena é uma das duas mais atrasadas para a Copa.

Barômetro
A margem da vitória na reeleição na Unimed deu a Celso Barros tranquilidade para se dedicar ao Fluminense. As promessas de contenção nos investimentos no clube devem valer no máximo neste ano. Para 2015, um novo planejamento deve ser feito.

Dívida ativa
Cinco meses após assinar com a Caixa, o Vasco já tem quase R$ 4 milhões inscritos na dívida ativa da União, que trata apenas de dívidas com a Fazenda e a Previdência. Se não pagar, não poderá receber a próxima parcela do patrocínio. Na época da Eletrobras, só a Justiça liberou os valores.

Do não ao talvez
Após esculhambar quem publicou que seria candidato a vice-presidente do Palmeiras na chapa de Wlademir Pescarmona, o ex-presidente Luiz Gonzaga Belluzzo (2009-11) mudou o discurso. Agora diz que toparia ser vice “a contragosto”, pela gratidão que tem por Pescarmona. Este garante Beluzzo em sua chapa.

Arena Corinthians
A construtora que está erguendo as arquibancadas removíveis da Arena Corinthians, já instala cadeiras no setor sul do estádio. No lado norte, onde houve um acidente com a queda de uma peça da cobertura, as obras começaram depois. Tudo precisa estar entregue até o dia 15 de abril.

Cronômetro
Conselheiros do grupo Só Fla,  o maior do Flamengo, pressionam o Conselho Deliberativo a cumprir os prazos estatutários para votar a proposta de emenda ao estatuto que redigiram. O Só Fla quer que a votação ocorra no máximo até setembro. Outras propostas tramitam por anos.

Fossilizado
Enquanto a maioria dos clubes brasileiros democratiza sua estrutura de poder, no São Paulo, nem a oposição defende eleição do presidente pelos sócios, muito menos por algum tipo de sócio-torcedor, como no Inter, Grêmio e Fluminense. A proposta mais ousada é reduzir os conselheiros vitalícios de 67% para 50%.

Tudo ou nada
A Portuguesa deve desistir de entrar na Justiça Federal do DF contra o STJD – esse foi o caminho que levou o Gama à vitória em 2000. É quase certo que vai tentar por São Paulo, onde já sofreu derrota. A ação deve ser protocolada hoje ou amanhã, após o fracassada via da articulação política.
Futebol e Carnaval

Tranquilidade
O presidente da CBF, José Maria Marin, deixou de acompanhar a Seleção Brasileira no último jogo antes da Copa do Mundo apenas por lazer. Marin está passando uma semana num resort na Bahia. Volta apenas segunda-feira ao trabalho. No mês que vem, Marco Polo Del Nero deverá ser eleito seu sucessor.

DE LETRA
“Quem viaja para pular o Carnaval samba na eleição”
Julio Casares Conselheiro da situação do São Paulo, sobre o rival Marco Aurélio Cunha, que no feriado viajou em vez de fazer campanha

Gobbi pode perder diretores em 2014

sexta-feira, 3 de janeiro de 2014

O presidente do Corinthians, Mario Gobbi, pode enfrentar uma debandada dos diretores, e justamente os que eram os mais fieis a ele no início do ano passado. Esses diretores se dizem abandonados por Gobbi – que não os ouviria nem liberaria recursos – e se sentem isolados diante da pressão de grupos rivais, que cobiçam seus cargos. Muitos estão deixando o clube aos poucos, sem alarde.

Encolhimento
Conselheiros do Corinthians que participam da diretoria dizem que o clube fechará 2013 com quase R$ 100 milhões a menos de faturamento do que em 2012. Dizem que a queda de receita na bilheteria e de marketing são as mais fortes no exercício deste ano.

O cofre e a bola
O presidente do Palmeiras, Paulo Nobre, disse a aliados que a prioridade para o ano do centenário não é esportiva, mas é econômica. Diz que o clube não tem dinheiro para investir e que não vê problema em passar o ano sem títulos. A prioridade é continuar na Série A. Procurado, Nobre não foi achado.

Arresto
A Justiça determinou o arresto de imóveis do ex-presidente da Lusa, Manuel da Lupa, e do ex-vice de futebol para pagar dívidas com o Banco Baniff. Da Lupa e Iaúca sustentam que a dívida é do clube e até contrataram parecer de um famoso advogado para defendê-los. O parecer foi pago pelo clube.

Sob investigação
A Portuguesa aparece no inquérito da Polícia Federal que apura suposto crime financeiro dos antigos executivos do Banco Baniff. O inquérito rastreou centenas de operações suspeitas, que causam prejuízo ao banco e ao Fisco. O volume total supera R$ 500 milhões. A Lusa aparece pelos empréstimos tomados pelos ex-dirigentes.

Tropa de elite
A oposição do Vasco tem um nome de reserva caso Jorge Salgado não aceite ser candidato a presidente. Fernando Horta deve ser o nome. A união das oposições tem atraído conselheiros que estavam fechados com Roberto Monteiro e até Eurico Miranda. O grupo quer definir a data da eleição.

Negativa
O diretor-executivo do Flamengo, Paulo Pelaipe, negou que o clube tenha procurado o Grêmio ou busque contratar Souza para este ano. Dias atrás, o atleta havia dito que tinha sido procurado pelo Flamengo. Pelaipe está em Porto Alegre, mas diz que foi passar o fim de ano com a família. O dirigente volta ao Rio até amanhã.

Patrocínio
A Puma vai tentar renovar com Pablo Vinicius, do Botafogo e da Seleção sub-15. A empresa, que apoia o atleta há dois anos, busca acordo mais longo. O jogador recebe produtos da marca, em troca de participar de eventos. A Puma também patrocina Neilton, do time principal do Santos.

Palanque
Conselheiros do Botafogo acusam o presidente Maurício Assumpção de usar dinheiro do clube para viabilizar candidatura a deputado. Assumpção fez há pouco tempo duas ações beneficentes na favela Dona Marta, que fica perto do Leme, o seu reduto. Assumpção é filiado ao PMDB.

DE LETRA
“Profissionalismo não é apenas ter diretores remunerados. É preciso competência”
Leonardo Gonçalves presidente do grupo de oposição Cruzada Vascaína.

Bom Senso quer ser ouvido no Brasil todo

sábado, 28 de dezembro de 2013

O Bom Senso vai lançar em janeiro um manifesto e uma grande ação de comunicação em redes sociais e veículos de mídia local. A avaliação é que o público e muitos jogadores de times pequenos estão mal-informados sobre o movimento. O Bom Senso vai continuar a subir o tom de suas manifestações, porque considera que a CBF ainda não o leva a sério.

Réveillon
Dias após virar vice de Futebol do Fluminense, Ricardo Tenório foi passar o Réveillon em Miami. Na sua empresa, no Rio, Tenório deixou avisado que só volta no dia 20 de janeiro, um dia após o reinício do Carioca. A reapresentação do Fluminense será no dia 7.

Transparência
A oposição do São Paulo cobra da diretoria que mostre o plano de negócios da Arena São Paulo e as garantias que o clube terá em caso de problemas na parceria para a reforma do Morumbi. Os conselheiros, favoráveis à ideia, não querem ouvir apenas explicações, pedem mais transparência.

Mirando o pé
Advogados esportivos do Rio criticaram a estratégia do Flamengo de atuar na defesa da Portuguesa no julgamento do STJD. Dizem que a medida era potencialmente suicida, porque, se a Lusa tivesse sido absolvida, e o Flamengo não, o rebaixado teria sido o Rubro-Negro. O vice jurídico do Fla, Flávio Willeman, não foi ao julgamento.

Denúncia
O ex-árbitro assistente Marçal Mendes entrou com ação no Ministério Público do Trabalho denunciando a FPF de cobrar taxa de inscrição dos árbitros. Também denunciou o ex-assistente Arthur Alves Pinto por acumular funções no sindicato, na cooperativa e cargo de confiança na FPF.

Fogo amigo
Aliados pressionam o presidente do Vasco, Roberto Dinamite, a dispensar os diretores remunerados, a começar pelo diretor-geral Cristiano Koehler. Esses conselheiros e diretores defendem a volta da administração amadora, absorvendo conselheiros que estão sem cargo. O contrato dos executivos termina na terça-feira.

Distância
Líderes do Bom Senso negam que Paulo André se aproximou do presidente do sindicato dos atletas, Rinaldo Martorelli. Dizem que o corintiano está fora do país, com o celular desligado. O Bom Senso, desde o início, repeliu os líderes sindicais do futebol, que estão há quase 20 anos nos cargos.

Sem fundo
Candidato de oposição à presidência do São Paulo, Kalil Rocha Abdalla nega que poderosos empresários seus amigos tenham prometido criar um fundo de R$ 100 milhões para contratações em 2014. Rocha Abdalla disse que acertou apenas o apoio, sem discutir participação financeira.

Sonho de Natal
De férias, o diretor-executivo do Internacional, Newton Drummond, diz que não recebeu oferta do Botafogo pelo atacante Forlán. Drummond diz que a multa rescisória do contrato, que vai até 2015, é alta. Mas, como o Botafogo está na Libertadores-2014, o diretor não descarta uma proposta do Glorioso.

DE LETRA
“Quem assumir o clube no fim de 2014 não vai dar preferência para pagar dívidas que não estão em nome do Palmeiras”
Wlademir Pescarmona, conselheiro, alfinetando Paulo Nobre, que pegou dinheiro em seu nome para o clube.

Arena em Cuiabá não fica pronta neste ano

quinta-feira, 24 de outubro de 2013

A Arena Pantanal não estará pronta no final do ano, como exige a Fifa. Um executivo de uma empresa que fornece cadeiras a estádios diz que é impossível instalar 42 mil cadeiras até lá, mesmo que a suspensão da licitação para escolher a empresa seja levantada logo. Segundo ele, só duas empresas devem participar da licitação, as que brigam na Justiça.

Pechincha
O preço mínimo dos ingressos do Allianz Parque poderá ser de R$ 12,50 durante os 30 anos de parceria. O valor previsto em contrato. O acordo não prevê nem mesmo correção monetária, o que pode levar a uma perda do valor real superior a 85% nesse período.

Retroativo
A Caixa vai pagar ao Vasco por todos os meses em que o clube exibiu a marca do banco antes de obter as CNDs e assinar o contrato – o que ainda não ocorreu. O que banco e clube negociam é como esse valor será pago, se em mais ou menos parcelas. A possibilidade de quitação à vista é considerada bem difícil até pelo clube.

Efeito dominó
Proprietários de cativas do Morumbi estão entrando com ações para deixar de pagar a taxa de manutenção das cadeiras. O motivo é a primeira vitória judicial de um proprietário, que alegou que a taxa não existia quando comprou a cadeira. O São Paulo recebe cerca de R$ 2,2 milhões/ano com a taxa.

Estratégia
O ex-diretor administrativo André Luis de Oliveira, dono de uma recuperadora de chassis de caminhões, é nome forte para ser vice na chapa de Roberto de Andrade, que deve ser o candidato a presidente do Corinthians em 2015. Se conseguir ,ficará em posição forte para ser o candidato em 2018

Mr. Kriptonita
José Francisco Manssur, assessor da presidência do São Paulo, criticou a declaração de Kalil Abdalla, candidato da oposição, de que iniciará as obras da cobertura do Morumbi apenas um mês após a eleição. Manssur disse que Abdalla nada fez para ajudar quando era diretor jurídico.

Pressa
O Ministro do Esporte Aldo Rebelo e o deputado federal Vicente Candido (PT) tentam apresentar neste ano o projeto que refinancia dívidas de clubes, de autoria do deputado. Dizem que tem o ok da presidente Dilma Roussef para o projeto virar medida provisória, de tramitação mais rápida.

De olho
O TCE do Paraná enviou ao TCU documento para impedir que o BNDES repasse parcelas do financiamento à Arena da Baixada. O TCE diz que o Atlético-PR deixou de pagar juros ao banco repassador. O órgão também oficiou o governo e a Prefeitura sobre quem pagará o aumento de R$ 80 milhões nos custos da obra.

Fênix Amorim
A reunião do Conselho Deliberativo que aprovou as contas da ex-presidente Patrícia Amorim foi um desastre político para a diretoria – que nem esteve à frente do processo para fritá-la. Por lugar ressuscitou politicamente a ex-presidente e por outro provocou o primeiro racha entre forças da situação.

DE LETRA
“Retirei minha candidatura agora, mas não retirei de uma vez por todas. Há uma diferença”
Carlos Augusto Barros e Silva o Leco, sobre a desistência da corrida presidencial do São Paulo.


.