publicidade


Deputado será aliado dos clubes brasileiros

por Da equipe da De Prima em 02.jan.2013 às 6:10h

O deputado federal Otávio Leite (RJ), iniciará em fevereiro uma mobilização de deputados de diversos partidos e estados para conseguir que o Governo Federal adote um plano de recuperação financeira para os clubes. Otávio Leite, que esteve na posse do presidente do Flamengo, Eduardo Bandeira, espera que o governo aproveite a oportunidade da Copa do Mundo para levar à frente o projeto, com a condição de os clubes adotarem um modelo com transparência.

Esportes olímpicos
O deputado federal Otávio Leite planeja organizar uma discussão na câmara, também em fevereiro, para que seja definida a regulamentação da divisão dos R$ 60 milhões do Governo Federal, destinados aos clubes formadores de atletas olímpicos. O valor até o momento está parado na poupança da CBC.

Contestado
A afirmação do gerente de futebol do Palmeiras, Cesar Sampaio, de que a diretoria vai reduzir a folha salarial do elenco foi rebatida por conselheiros do clube. Os principais argumentos são o salário do recém-chegado do goleiro Fernando Prass, o aumento salarial de Barcos e a presença de jogadores com contrato até 2014 e que não são aproveitados.

Otimismo
O departamento de marketing do Santos espera ter um crescimento de 10% a 15% em patrocínios neste ano. Mesmo sem a definição de um patrocinador principal, o clube acredita que é possível aumentar o faturamento. Dos atuais parceiros do clube, a Seara é a única marca que confirmou a renovação de contrato.

Orçamento
A folha de pagamento da Portuguesa no primeiro semestre deste ano não terá nenhum jogador com salário que ultrapasse a faixa entre 30 e 40 mil reais. A diretoria do clube paulista não quer fazer altos investimentos, já que terá suas receitas drasticamente reduzidas por disputar a Série A2 do Campeonato Paulista.

Em risco
A Procuradoria Geral da Fazenda Nacional ainda pode recorrer à decisão de redução das penhoras do Fluminense, em terceira instância, pelo Supremo Tribunal Federal. O judiciário entrou em recesso após o dia 19 de dezembro, dia da decisão da Justiça de reduzir a penhora de R$ 6 milhões para R$ 2,4 milhões, referentes ao prêmio do Campeonato Brasileiro.

Finanças
O vice-presidente de finanças do Vasco, Nelson de Almeida, disse que o planejamento administrativo do clube ainda não está pronto e reconhece que para cumprir o prazo estatutário, a equipe precisou apresentar uma proposta orçamentária para 2013. O dirigente confirmou a redução de funcionários, mas ainda não se sabe de quanto e em quais setores.

Pés no chão
Com parte das obras atrasadas, a construtora WTorre já trabalha com número máximo de funcionários para a conclusão da Arena Palmeiras. Segundo a empresa responsável, a reforma não vai ser mais rápida com mais pessoas , já que o atual momento depende de fatores externos.

Definido
O Conselho Deliberativo do Vasco vota novamente o balanço de 2011 no dia 4 de fevereiro, conforme ficou tratado entre Roberto Monteiro, presidente em exercício do CD e Hélio Donin, presidente do Conselho Fiscal. Donin começará analisar as correções amanhã dos itens que precisam de ajustes.
DE LETRA

“O que tinha de ser cortado do orçamento era a gordura, que são os parentes do Roberto Dinamite. Não a carne e sair demitindo funcionários sem estudo”, Leonardo Gonçalves, presidente da Cruzada Vascaína, sobre a aprovação da proposta de orçamento.

19 comentários para “Deputado será aliado dos clubes brasileiros”

  1. Rodrigo disse:

    O Dinheiro público, pode ser investido em várias áreas do esporte, com exceção do Futebol (Pois ali entra muita grana). Mas antes disso tempos que pensar na saúde, no emprego e na educação. Pois dinheiro público tem q ser investido em beneficio do povo e não na sua ilusão!!! – É o que eu espero que aconteça no estado de São Paulo. – Se for dinheiro go Governo do Rio, pra mim ta sussa… Mas que São Paulo, não copie isso!!!….

    • Fabiano Rogerio disse:

      Rodrigo vc esta por fora acorda isto ja esta acontecendo

      • Fabiano Rogerio disse:

        So que apenas com um clube da preferencia da presidencia do Brasil. Agora todos tem direito.
        Vc não ve os noticiarios tem um clube que esta ganhando um estadio e patrocinio da caixa economica federal. Que clube é ? Qual estado ?

    • Justin disse:

      Estou te respondendo pelo o seguinte e o estadio do Corinthians que esta sendo construido com dinheiro publico o que você tem a dizer com isso, São Paulo pode e o Rio não.

    • Antonio disse:

      Rodrigo,

      Vc já esta pagando o Itaquerão, bobão!!! Quem vc acha que está pagando a conta da Copa do mundo no Brasil? Em que mundo vc vive?

  2. weley disse:

    Dentro dos projetos de dividas, devem ser incluidos incentivos para os Esportes Olimpicos, pois não compensa para um clube FLAMENGO manter esportes olimpicos que não dão retorno como o FUTEBOL, é só gasto…

  3. Fabiano Rogerio disse:

    é isso mesmo pessoal

  4. Fabiano Rogerio disse:

    direito de todos Rio de Janeiro também tem

  5. sartor disse:

    Acho que nao deveriam dar dinheiro nenhum a time de Futebol, por que suas administrações são falhas e desviam muito dinheiro em beneficio proprio.
    Agora eu não acho legal fazer um MARACANÃ novinho em folha para quatro times de futebol se beneficiarem com isso. Vão privatizar o estadio e o governo fica a ver navios com o que investiu. Os times vao faturar na venda de ingressos e como fica isso? A o Corinthans esta Fazendo estadio com os Incentivos Fiscais que todos os estadios que estão sendo construidos tem, e o restante tem um FINANCIAMENTO do BNDES e que pelo que me consta será pago por que tem uma CONTRUTORA PRIVADA como avalista. Esta é a verdade.

    • Rubem disse:

      Se paga uma taxa administrativa para utilização do maracana. Não é de graça.
      Quanto ao Itaquerão, poderiam fazer algo semelhante ao engenhão onde o mesmo é alugado e não doado a um time.

  6. Fernando disse:

    Atenção vcs que falam do Estádio do

  7. giovani disse:

    SERÁ DURO ACERTAR A DIVIDA DO FLAMENGO . JÁ É QUASE 1 BILHÃO. UMA FALENCIA NÃO É DESCARTADA.

  8. miguel disse:

    A questão que acho fundamental se refere a investimentos governamentais e superfaturamento nas obras dos estadios brasileiros para a copa do mundo. A falta de controle externo sobre os gastos deveriam ser auditoriados pela sociedade. As empreiteiras que estão ligados ao poder publico no Brasil, deveriam ser periciadas contabilmente. Pagamentos de caixa um, caixa dois e outros deveriam ser controlados e colocados dentro do que se convenciona chamar de transparencia/Brasil. A somatória de recursos mesmo liberados pelas linhas de crédito do BNDES deveriam ser publicados no que concerne a investimentos de maneira bem clara. O contribuinte tem esse direito, não de deve discutir questões clubisticas, mas o direito a verdade deveria ser o mais divulgado para o conhecimento de todos.

  9. miguel disse:

    Os recursos aplicados em obras de estadios para a Copa do Mundo, a bem da moralidade devem ser publicados na imprensa que a sociedade esteja inteirada sobre essas destinações para que nao ocorra uma verdadeira orgia financeira de recursos saidos do bolso do contribuinte

Deixe um comentário