publicidade


Fundo da Arena Corinthians vende R$ 100 mil dos CIDs à Odebrecht

por Fábio Suzuki em 06.mai.2015 às 17:46h

CIDs referentes à Arena Corinthians gira em torno de R$ 420 milhões

O Fundo que administra  a Arena Corinthians vendeu dois Certificados de Incentivo ao Desenvolvimento (CIDs) no valor de R$ 50 mil cada à Odebrecht, construtora responsável pela construção do estádio corintiano. O acerto foi realizado no último dia 27 em reunião ocorrida na sede da BRL Trust, que administra o fundo responsável pelos negócios da Arena Corinthians. O valor total dos CIDs referentes ao estádio gira em torno de R$ 420 milhões.

A ata do encontro, que tem circulado na internet, diz que a transferência foi aprovada sem qualquer restrição pelos quotistas do Fundo (no caso, Corinthians, Odebrecht e Arena Itaquera S/A, formada por diretores da BRL Trust). Entre as deliberações está “a transferência da titularidade dos Certificados de Incentivo ao Desenvolvimento (“CID”) 01/0001 e 01/0002 para a empresa Odebrecht Global S.A, atual denominação da Construtora Norberto Odebrecht Brasil S/A (“Comprador”)”.

A reunião ainda ratificou a contratação da AIG Seguros para as Apólices de Seguro de Responsabilidade Civil e de Riscos Operacionais da Arena com prazo de vigência de um ano até abril de 2016.
(Colaboraram Rodrigo Vessoni e Bruno Andrade)

Flamengo negocia para ter time de vôlei na Superliga

por Fábio Suzuki em 06.mai.2015 às 13:28h

Flamengo quer seguir o Cruzeiro, que é hoje é um dos principais times da modalidade no país

Após ser campeão mundial no basquete ao superar a equipe do Maccabi Telaviv , de Israel, no final do ano passado, o Flamengo trabalha agora para também entrar forte em outra modalidade olímpica, o vôlei.
O clube carioca negocia junto à CBV sua entrada na Superliga Masculina de Vôlei, que pode ser realizada por meio de parceria com a equipe da UFJF (Universidade Federal de Juiz de Fora). Segundo a assessoria do Flamengo, as negociações junto à CBV estão em andamento.

Sem saber
Secretário-executivo do Ministério do Esporte, Ricardo Leyser afirmou que “não está por dentro das nomeações” para a Secretaria Nacional de Alto Rendimento da pasta do governo. A resposta de Leyser foi dada em um contexto para explicar a saída precoce de Ricardo Trade da secretaria responsável pelo desenvolvimento do esporte brasileiro. Trade ficou só dois meses no cargo até assumir como CEO da Confederação Brasileira de Vôlei (CBV).

Aprovados
Presidente da Federação Baiana de Futebol (FBF) e um dos incentivadores da Copa do Nordeste, Ednaldo Rodrigues garantiu a permanência dos formatos tanto do estadual baiano como do torneio regional em 2016. O motivo foi a boa avaliação das fórmulas de disputa em levantamento junto aos torcedores.  A Copa do Nordeste teve o maior público da temporada até o momento, com mais de 63 mil pagantes na final entre Ceará e Bahia, no Castelão.

Ajustes
Apesar de satisfeito com o formato do Campeonato Baiano, o presidente da FBF pretende se reunir com os clubes para fazer ajustes na distribuição das vagas oferecidas aos primeiros colocados. Atualmente, o campeão e o vice se garantem na Copa do Brasil e na Copa do Nordeste. Já o 3 colocado opta por vaga no torneio regional ou na Série D do Brasileiro, e o 4 fica com a opção que tenha sido preterida.

Holofotes
Na primeira aparição pública de Reinaldo Carneiro Bastos como novo presidente da FPF, os dirigentes foram destaque do evento de premiação do Paulistão, segunda à noite. Além de Bastos, compareceram Marco Polo Del Nero, novo presidente da CBF, José Maria Marin, ex-presidente da CBF e agora vice, e até Juan Angel Napout, presidente da Conmebol. Bastos subiu ao palco sete vezes durante o evento, quase todas para ser homenageado. Somente para efeito de comparação, o craque, campeão, artilheiro e melhor atacante do Estadual, Ricardo Oliveira, subiu quatro.

Lágrimas
Marcelo Campos Pinto, diretor de esportes e responsável por negociar acordos de transmissão da Rede Globo, dona dos principais direitos de TV, se emocionou e foi às lágrimas durante seu discurso na premiação do Paulistão ao citar o “queridíssimo amigo” Reinaldo Carneiro Bastos. Ele ainda saudou o “excelentíssimo” Marco Polo Del Nero, o “ilustríssimo” e “eterno presidente” José Maria Marin e até o “grande presidente” Ricardo Teixeira, antecessor de Marin na CBF.

Outro mundo
Enquanto a receita com patrocínio no futebol brasileiro se manteve entre 2013 e 2014, cinco das seis maiores ligas europeias viram seu faturamento crescer.

Segundo levantamento do Ibope Repucom, só com o valor obtido pelos clubes estampando marcas em suas camisas, o campeonato inglês aumentou seus ganhos em 36% entre a temporada 2013/14 para a atual, atingindo 213 milhões de euros (cerca de R$ 730 milhões).

Na sequência aparecem os campeonatos espanhol (30%), italiano (21%), francês (13%) e alemão (9%). Do total arrecadado pelos espanhóis, 86% foi obtido com investimento estrangeiro, o maior índice no Velho Continente.

Entre os grandes campeonatos europeus, o único a ter sofrido queda na receita com patrocínios na camisa foi o holandês, com baixa de 5%.

De Letra

“Um dia pode ser você, por que não?”

Marco Polo Del Nero, presidente da CBF, ao ser questionado sobre a escolha inusitada do empresário João Dória Júnior para chefiar a Seleção na Copa América.

Apenas 5 clubes se enquadram no limite de 70% da MP do Profut para gastos com futebol

por Fábio Suzuki em 05.mai.2015 às 7:06h

Atlético-MG conquistou a Copa do Brasil, mas custo com o departamento de futebol do clube representou 106% de sua receita no ano

Dos 20 maiores clubes do futebol brasileiro, em apenas cinco os custos com departamento de futebol estão abaixo do limite de 70% da receita total como prevê o texto original da Medida Provisória (MP) do Profut: Fluminense (67%), Vasco (60%), Flamengo (49%), Goiás (48%) e Atlético-PR (45%). O Atlético-MG é o clube que terá mais problemas para se enquadrar à norma sugerida pelo governo já que gastou o equivalente a 106% de sua receita com a folha salarial do departamento.

Em Brasília
Os dados estão na análise dos balanços financeiros dos clubes feita pelo consultor em gestão e marketing esportivo Amir Somoggi. As informações serão apresentadas hoje pelo consultor aos parlamentares da Comissão da MP do Profut, em Brasília, durante a primeira audiência pública para debater a proposta cujo tema será “O futuro do futebol”.

Pesando na conta
Em relação aos custos dos clubes com departamento de futebol, o Palmeiras foi o que mais aumentou as despesas na área entre os maiores times do país, com alta de 51% no ano passado. Em 2013, o clube tinha apenas o 10 maior custo com futebol do país e passou a ter o 3 mais caro com R$ 202,3 milhões, ficando atrás apenas dos rivais Corinthians (R$ 238,5 mi) e São Paulo (R$ 235,5 mi).

Além do futebol
Se no futebol os custos do Palmeiras cresceram, fora dele o clube tem tido dificuldade para arrecadar. Das 16 modalidades não profissionais com movimentações financeiras em 2015, apenas quatro geraram receitas: atletismo, arco e flecha, hóquei e judô, que somaram apenas R$ 8,8 mil de faturamento. Arco e flecha foi a que mais deu retorno, R$ 5,5 mil. Já as despesas nos três primeiros meses do ano somam R$ 1,7 milhão, segundo dados do balancete do clube.

Sem acerto
O Paraná Clube deu entrada ontem com reclamação junto a Comissão Disciplinar da Fifa contra o Flamengo. O clube carioca foi condenado pela Fifa a pagar 55 mil euros (cerca de R$ 190 mil) pela contratação de Thiago Neves ao clube formador do atleta, no caso o Paraná Clube. Apesar do acordo entre os clubes, o Flamengo não pagou as parcelas iniciais.

Morde e assopra
A escolha do empresário João Doria Jr. para chefiar a delegação da Seleção Brasileira na Copa América do Chile não surpreendeu apenas por fugir dos convidados de costume da CBF, como presidentes de clube e políticos. Doria faz parte do grupo que atua no Pacto Setorial do Esporte, iniciativa que já conta com 16 grandes empresas e que visa maior transparência das entidades esportivas.

Ação global
Os craques Lionel Messi (Barcelona) e James Rodriguez (Real Madrid) irão estrelar a nova campanha global da Gatorade que será veiculada a partir do final deste mês. A ação reforçará o conceito “O Suor Faz Mágica”, lançado pela marca para mostrar os benefícios da bebida aos atletas. Essa será a 1 participação de Messi após renovar seu contrato com a Gatorade.

Recusado
Vereador de SP e conselheiro do Palmeiras, Nelo Rodolfo enviou ontem uma carta ao presidente da FPF, Reinaldo Carneiro Bastos, recusando o convite para a festa do Paulistão 2015 que ocorreu ontem, na capital paulista.

O motivo foi “não se sentir bem no mesmo espaço” que o coronel Marinho, chefe da arbitragem de SP, que foi acusado pelo dirigente de prejudicar sistematicamente o Palmeiras.

No documento, ele diz que o árbitro Guilherme Ceretta teve uma “desastrosa atuação” na final entre Palmeiras e Santos que influenciou diretamente o resultado.

Rodolfo ainda atacou as condições do coronel Marinho como chefe da arbitragem paulista.

– Pergunto ao senhor: que formação tem este coronel para dirigir a Comissão de Arbitragem? – indagou o conselheiro.

De Letra

“É inexplicável a permanência dele à frente da Comissão de Arbitragem”

Nelo Rodolgo, vereador de SP e conselheiro do Palmeiras, sobre coronel Marinho em carta enviada ao presidente da FPF, Reinaldo Carneiro Bastos.

Em carta ao presidente da FPF, conselheiro do Palmeiras ataca coronel Marinho e recusa convite para festa do Paulistão 2015

por Fábio Suzuki em 04.mai.2015 às 17:40h

Em carta, conselheiro do Palmeiras questiona qualificações do coronel Marinho para chefiar a arbitragem do futebol paulista

Vereador de São Paulo e conselheiro benemérito do Palmeiras, Nelo Rodolfo enviou uma carta ao presidente da Federação Paulista de Futebol (FPF), Reinaldo Carneiro Bastos, recusando o convite para a cerimônia de premiação do Campeonato Paulista 2015, que será realizada na noite de hoje, na capital paulista.

Segundo Rodolfo, ele não se sentiria bem “dividindo o mesmo espaço com o coronel Marinho”, chefe de arbitragem da FPF. Segundo o conselheiro palmeirense, Marinho “se dedica sistematicamente a prejudicar o Palmeiras nas competições”, e aponta que os erros do árbitro Guilherme Ceretta, que apitou a final de ontem, “influiu diretamente no resultado da partida”.
O dirigente questiona ainda a formação do coronel Marinho para chefiar a arbitragem do futebol paulista.

Leia abaixo a carta do conselheiro palmeirense enviada ao presidente da FPF.

Ilmo. Sr.
Reinaldo Carneiro Bastos,
M.D. Presidente da
Federação Paulista de Futebol.
Com cópia para o Dr. Américo Calandriello.

Primeiramente, quero enaltecer a conquista do Santos Futebol Clube, instituição de que os meus pais eram torcedores e pelo qual tenho grande simpatia, por razões afetivas e também pelo legado ao futebol. Este seria motivo mais do que suficiente para comparecer à cerimônia de premiação do Campeonato Paulista de 2015, atendendo a honroso convite que o senhor me fez.
Mas não estarei presente.

E a razão é simples. Não me sentiria bem dividindo o mesmo espaço com o coronel Marinho, um profissional que, nos últimos anos, se dedica sistematicamente a prejudicar o Palmeiras nas competições dessa Federação, como ocorreu lamentavelmente mais uma vez no dia de ontem.
A desastrosa atuação de um árbitro escolhido por ele influiu diretamente no resultado da partida e, por conseguinte, manchou com as cores da vergonha uma das competições mais tradicionais do esporte brasileiro.

Por isso, é inexplicável a permanência dele à frente da comissão de arbitragem, mesmo depois de causar tanto prejuízo ao futebol paulista, razão pela qual, em protesto, devolvo os convites que o senhor me enviou.

Pergunto ao senhor: que formação tem este coronel para dirigir a Comissão de Arbitragem? Que árbitro foi revelado por ele na competição que é modelo para os outros Estados, brilho que, aliás, se deve à seriedade e competência dos clubes que integram essa federação?

Chega a ser ofensiva a manifestação do senhor coronel após a partida, que deu nota 9 para atuação de seu pupilo, conforme publicado na imprensa. A esse propósito, sugiro a leitura de cópias anexas. No texto do UOL, coronel Marinho é citado por aprovar com louvor a atuação do árbitro. A reportagem do Lance analisa a desastrosa atuação do juiz.

Aproveito para salientar que o senhor, presidente Reinaldo Carneiro Bastos, continua, pessoalmente, a desfrutar de meu respeito e admiração.

Nelo Rodolfo
Vereador

Campeões nacionais, Cruzeiro e Atlético-MG somam déficit de R$ 87,1 milhões em 2014

por Fábio Suzuki em 02.mai.2015 às 7:19h

Títulos nacionais não foram suficientes para salvar Cruzeiro e Atlético-MG do rombo financeiro em 2014

Campeões dos torneios nacionais de 2014, Cruzeiro e Atlético-MG fecharam o ano passado com perdas somadas de R$ 87,1 milhões. O déficit do Galo, que conquistou a Copa do Brasil sobre o rival, foi de R$ 48,4 milhões. Só o custo com futebol do clube ultrapassou a receita total obtida em 2014, representando 106% (em 2013, esse índice foi de 64%). Já o Cruzeiro, que foi bicampeão brasileiro, fechou o ano passado com déficit de R$ 38,7 milhões e o custo com futebol representando 87% de seu faturamento total.

Torcida valorizada
Os dados foram levantados pelo consultor de marketing e gestão esportiva Amir Somoggi. Apesar do ano negativo, ele destaca a arrecadação de R$ 85,8 milhões do Cruzeiro com bilheteria e sócio-torcedor, a maior entre os clubes do país. O valor foi influenciado pelas campanhas do time no Brasileiro (campeão) e Copa do Brasil (vice), e por jogar no Mineirão, um dos maiores estádios do país.

Mágica financeira
Após ter um superávit de apenas R$ 1 milhão em 2013, o Corinthians, em meio a grande crise financeira, fechou o ano passado com um saldo positivo de R$ 230,6 milhões. A mágica financeira no balanço publicado na última quinta-feira (30) foi inserir nos resultados os R$ 327,6 milhões referentes ao Fundo Imobiliário da Arena Corinthians, valor que ainda não pertence ao clube.  Sem o valor do fundo, o saldo real do clube em 2014 foi de déficit de R$ 97 milhões.

Casa sem receita
A intenção do Grêmio de adquirir a parte de sua Arena que pertence à OAS é explicada pelo balanço de 2014 do clube. Segundo análise de Amir Somoggi, o tricolor gaúcho faturou R$ 900 mil com bilheteria no período, contra uma receita de R$ 12,2 milhões do rival Inter no Beira-Rio. Em conversa recente com a coluna, o presidente do Grêmio, Romildo Bolzam Júnior, apontou perda anual de R$ 22 milhões com a Arena.

Com moral
Com contrato com o Internacional até julho deste ano, o meia Alex já foi procurado por cinco clubes brasileiros: Cruzeiro, Atlético-MG, Flamengo, Corinthians e São Paulo. Como a renovação segue emperrada com o Colorado, o jogador quer esperar a decisão do Gauchão, neste domingo, para abrir conversas com os times interessados.

Estão de olho
A Autoridade Brasileira de Controle de Dopagem (ABCD) pretende triplicar o número de exames antidoping no Brasil este ano chegando a 2,5 mil análises. Um dos alvos será o EPO (hormônio eritropoetina), que está entre as substâncias mais usadas pelos atletas e que necessita de testes específicos para ser detectada. Em 2013, apenas 22 exames para EPO foram realizados e o órgão estima que o ideal é realizar pelo menos 300 análises.

Nova estratégia
Após ter estampado sua marca na camisa dos quatro grandes clubes de São Paulo, a rede de idiomas Fisk mudou de estratégia de marketing neste ano e preferiu apostar nas placas ao redor dos campos. Presente em cinco Estaduais, a empresa fechou acordo para o Brasileiro para ter sua marca nos 380 jogos do torneio em espaços frontais de publicidade nos gramados.

Lá vem o trem
Adversário do Coritiba na final do Paranaense, amanhã, o Operário Ferroviário Esporte Clube, de Ponta Grossa (PR), conta atualmente com o apoio de uma única torcida organizada, a Torcida Trem Fantasma.

O nome, que também se refere ao clube, surgiu na década de 70 com um grupo de torcedores uniformizados que acompanhava o time a bordo de um carro estilizado de trem.

A tradicional torcida ficou extinta por anos até 2009, quando houve a fusão das uniformizadas Revolução Operariana, Garra Operariana, Jovem Independente e Cornetas da Vila, originando a nova Torcida Trem Fantasma.

Com o Operário jogando com uma vantagem de dois gols obtida no primeiro jogo, os torcedores pretendem assombrar o Couto Pereira na decisão.

De Letra

“Isso representa uma revolução”

Luis Horta, português especialista em antidopagem e consultor da Associação Brasileira de Controle de Dopagem (ABCD), sobre os 2,5 mil testes previstos para este ano, no Brasil.

Após conquista do Mundial de Clubes, receita do Corinthians teve queda de 30%

por Fábio Suzuki em 01.mai.2015 às 7:23h

Gestão do ex-presidente Mário Gobbi é considerada uma das piores dentro do Corinthians por conta do rombo financeiro que deixou no clube

O Corinthians atingiu o melhor momento de sua história em 2012, tanto dentro de campo, com a conquista do Mundial, como nas finanças, quando faturou R$ 358,5 milhões sendo líder disparado em receitas no país. Desde então, entretanto, o clube vem em queda. Em 2013, dois títulos conquistados, o principal o da Recopa Sul-Americana, e um faturamento de R$ 316 milhões. Já no ano passado, nenhum título dentro de campo e apenas R$ 258,2 milhões em receitas, uma queda de 30% no valor em relação a 2012.

Mais é menos
Apesar da queda na receita e do ano sem títulos, o Corinthians aumentou em 60% os gastos com aquisição de jogadores em 2014. Segundo o balanço financeiro publicado ontem, foram R$ 39,8 milhões de custo com a compra de atletas contra R$ 15,7 milhões em 2013. Grande parte dos gastos deve-se às aquisições de Elias e Lodeiro, além de parcelas das compras de Alexandre Pato e Renato Augusto feitas no ano anterior.

Só elogios
No evento do São Paulo realizado ontem, no Morumbi, para anunciar o time de vôlei do clube em parceria com o Taubaté, o presidente Carlos Miguel Aidar rasgou elogios ao diretor comercial Marcelo Pepe. Na visão de Aidar, o dirigente é o grande responsável em reforçar a marca são-paulina em três novos projetos – futebol feminino, futsal e vôlei – sem custo nenhum para o clube.

Nova ação
Após realizar um show de rock antes e no intervalo do jogo contra o Corinthians, pela Libertadores, o São Paulo já negocia a liberação junto à Conmebal para fazer uma nova ação de marketing na partida da próxima quarta-feira, 06, contra o Cruzeiro. A única certeza da iniciativa, ainda em planejamento, é que será algo com a nova camisa do clube, agora fabricada pela americana Under Armour.

Nomeados
Após reunião realizada ontem, em Brasília, a Comissão Nacional de Atletas (CNA) nomeou a ex-jogadora de basquete Hortência Marcari como vice-presidente e o atleta paraolímpico de atletismo Anderson Lopes como secretário do órgão. Na última quarta-feira, 29, a CNA foi reativada pelo Ministério do Esporte após nove anos e será presidida pelo velejador Lars Grael.

Concorrido
Alternativa mais cômoda (e cara) para os palmeirenses irem à final contra o Santos na Vila, o pacote da Palmeiras Tour recebeu mais de 2 mil pedidos de interessados em pagar R$ 530 na entrada que inclui translado com escolta para o jogo. A agência, entretanto, ficou com apenas 120 dos 1.350 ingressos disponibilizados para o Palmeiras.

Craque político
Uma fotografia de Sócrates (1954-2011) com o tradicional punho cerrado de suas comemorações de gols fará parte da exposição “30 Anos de Redemocratização do Brasil”, promovida pela União Geral dos Trabalhadores (UGT) com início hoje, em SP. A imagem do craque do Corinthians e da Seleção estará presente na exposição por sua participação ativa no movimento das Diretas Já e de ter sido um dos líderes da Democracia Corintiana.

Mascote
A Federação Mundial de Badminton (BWF) optou por uma iniciativa curiosa para tornar a modalidade mais conhecida entre os brasileiros já que essa prática esportiva estará nos Jogos Rio-2016.

A entidade criou um mascote para ajudar a divulgar o Badminton no país e uma votação será realizada para escolher o nome do personagem.

Por meio de sua página no Facebook, o público terá três opções para nomear o mascote: Super Minton, Zé Peteca e Petekin.

A votação para a escolha do nome vai até o próximo dia 15, véspera do lançamento oficial do mascote no país.

De Letra

“A CNA só pode existir se houver uma ideologia em defesa do esporte e do atleta brasileiro”

Lars Grael, velejador e empossado presidente da Comissão Nacional de Atletas (CNA), sobre a atuação do órgão reativado pelo Ministério do Esporte.

Corinthians venderá dois pacotes de ingressos para o Brasileiro 2015

por Fábio Suzuki em 30.abr.2015 às 6:57h

Pacotes de ingressos darão direito a nove jogos do Corinthians no Brasileirão deste ano

O Corinthians comercializará dois pacotes de ingressos para os jogos do Brasileiro aos sócios-torcedores, um para cada turno da competição. A iniciativa do clube de não vender um único pacote para todo o torneio visa não assustar os potenciais compradores por conta do preço elevado caso esse plano seja colocado em prática, além de aumentar as possibilidades de compra dos sócios. Cada pacote vendido terá um total de 9 jogos, já que o time fará 18 jogos em casa no Brasileiro (a estreia do time será fora de SP).

Exemplo no ano
A diretoria do Corinthians ainda não definiu os preços dos pacotes. Em janeiro, o clube disponibilizou um pacote de 10 jogos que incluía 8 jogos do Paulista, um da Libertadores (Once Caldas) e o amistoso contra o Corinthian-Casuals. Nessa ocasião, o preço variou entre R$ 250 e R$ 750, sendo que os sócios com mais de 20 pontos no programa Fiel Torcedor tinham preferência na compra.

Abordagem
Relator da Medida Provisória (MP) do Profut, o deputado Otávio Leite (PSDB-RJ) visitará os quatro grandes clubes cariocas para “trocar ideias” com seus presidentes e enriquecer o debate sobre a proposta no Congresso. A primeira visita será no Botafogo, amanhã, que Leite cita como “caso emblemático” por conta da crise financeira do clube. Na próxima semana será a vez de Vasco, Fluminense e Flamengo. Os outros parlamentares que formam a Comissão da MP foram orientados a fazer o mesmo em seus respectivos estados.

Formalidade
O deputado Otávio Leite aproveitou a visita de Marco Polo Del Nero a Brasília, na última terça, para reforçar o convite para que ele ou algum representante da CBF compareça à audiência pública da MP do Profut. A participação da entidade está agendada para o dia 20 de maio.

Blindagem
Jornalistas se surpreenderam ontem com o esquema de entrevistas com surfista Gabriel Medina na apresentação do novo acordo entre a Coppertone e o atleta. Só o credenciamento para o evento não dava direito de entrevistá-lo após a coletiva. Quem tentou foi avisado da necessidade de um agendamento prévio para falar com o surfista.

Bola oval em alta
A ESPN transmite hoje pela 1 vez no Brasil o draft da NFL, ocasião em que times escolhem os jovens talentos que atuam na liga universitária. A iniciativa tem base na alta da modalidade no país. A audiência do Super Bowl 2015, por exemplo, aumentou 84% sobre 2014.

Vendas online
Na febre da NFL, a Netshoes ampliará seu portfólio de futebol americano de 140 para 200 itens nos próximos meses. Além disso, o número de equipes com produtos licenciados passou de 6 para 24 desde 2014, e ainda este ano todas as 32 equipes terão seus itens no e-commerce.

Correção
Diferentemente do publicado ontem, tanto Vanderlei Luxemburgo quanto o atacante Fred foram punidos pelo Tribunal de Justiça Desportiva do RJ e não pela Ferj.
Assistência
Há 12 anos na NBA, o jogador Leandrinho fechou parceria com o aplicativo de GPS de trânsito e navegação Waze, um dos mais utilizados no mundo.

Por ser uma ação global, o brasileiro emprestará sua voz para guiar os motoristas em vários países com comandos em Português e Inglês.

A iniciativa faz parte da campanha Waze NBA Playoffs, voltada para os jogos finais da liga americana de basquete.

Hoje atuando pelo Golden State Warriors, Leandrinho não é, entretanto, o primeiro brasileiro a emprestar sua voz para o Waze.

Durante a Copa-2014, o aplicativo contratou pessoas famosas ligadas ao mundo do futebol de vários países participantes do Mundial. Para o Brasil, os escolhidos foram a apresentadora Renata Fan e o locutor Sílvio Luiz.
De Letra

“Quero fazer uma avaliação prática e concreta dos clubes para levar ao Congresso”

Otávio Leite, deputado federal pelo PSDB-RJ, sobre agendar visitas aos clubes cariocas para enriquecer o debate sobre a MP do Profut.

Relator da MP agenda visitas aos clubes cariocas. Botafogo será o primeiro

por Fábio Suzuki em 29.abr.2015 às 18:07h

Relator da MP do Profut visitará o Botafogo já nesta sexta-feira

Escolhido para ser o relator da Medida Provisória (MP) do Profut, o deputado federal Otávio Leite (PSDB-RJ) irá visitar até a próxima semana os quatro grandes clubes cariocas para “trocar ideias” com seus presidentes e diretores para incrementar as discussões no Congresso sobre a proposta do governo que visa modernizar o futebol brasileiro.

Já nesta sexta-feira, dia 1º, Leite se encontrará com o presidente do Botafogo, Carlos Eduardo Pereira. O time de General Severiano foi escolhido para abrir as visitas por ser um caso emblemático por conta das dificuldades financeiras pela qual passa atualmente. Na próxima semana, será a vez de Vasco, Fluminense e Flamengo.

- Como sou do Rio de Janeiro, quero fazer uma abordagem maior para saber a real dimensão dos problemas enfrentados pelos clubes no futebol brasileiro – afirmou o relator da MP do Profut.

Leite também pretende visitar um ou dois clubes pequenos do estado e a iniciativa deve ser seguida pelos deputados e senadores que integram a Comissão de análise da MP, com cada parlamentar focando as atividades em seus estados de origem.

Ferj irá retirar ‘lei da mordaça” do regulamento do Carioca

por Fábio Suzuki em 29.abr.2015 às 6:27h

Luxemburgo protesta após ser suspenso por dois jogos por críticas à Ferj

O artigo 133 do Regulamento Geral das Competições da Ferj, mais conhecido como “Lei da Mordaça” será excluído do texto na reunião arbitral que a entidade realizará nesta quinta-feira com representantes dos clubes cariocas. O polêmico artigo determina punições àqueles que se manifestarem contrários ou de maneira depreciativa aos torneios da Ferj. Nos bastidores, a retirada é vista apenas como uma iniciativa forma da entidade pois as punições continuará sendo praticadas através do TJD-RJ.

Em evidência
Logo no início do Carioca deste ano, a “Lei da Mordaça” foi derrubada pela Justiça do Rio de Janeiro, que considerou a cláusula sem fundamento legal. Apesar dessa decisão, entretanto, a Ferj puniu o técnico do Flamengo, Vanderlei Luxemburgo, e o atacante do Fluminense, Fred, por criticarem a gestão do estadual do RJ. Coincidentemente, os dois clubes estão em conflito com a Ferj.

Mãos lavadas
O Palmeiras deixou a cargo do Santos a escolha do local de venda de ingressos para os torcedores alviverdes que irão à Vila Belmiro, no domingo. O motivo para o clube ter “lavado as mãos” é a depredação da sede do Avanti por torcedores organizados, há um ano, justamente durante a venda de ingressos para um jogo contra o Santos, na Vila. Na ocasião, Nobre deu prioridade aos sócios-torcedores e revoltou organizados.

Metade do preço
Novo diretor de marketing do São Paulo, Vinícius Pinotti foi um dos dirigentes que mais brigou para que o clube reduzisse o preço dos ingressos para as partidas na Copa Libertadores. Um dos motivos é sua estreita relação com a torcida do time. A partir do jogo contra o Cruzeiro, as entradas para arquibancada, que custaram R$ 120 na primeira fase, por exemplo, vão custar apenas R$ 60.

Foco no time
O técnico Tite, do Corinthians, explicou ontem o motivo de não ter comparecido ao encontro dos treinadores dos clubes da Série A realizado na última segunda, na sede da CBF. Segundo o técnico corintiano, ele não queria somar três dias sem atividades junto à equipe já que havia dado folga aos jogadores nos dois dias anteriores. Nos bastidores, o comentário é que Tite não foi por represália por não ter sido cogitado para assumir a Seleção.

Bancada presente
O encontro de ontem, em Brasília, entre Marco Polo Del Nero, da CBF, e o ministro do Esporte, George Hilton, para falar sobre a MP do Profut também foi acompanhado por ao menos três deputados da “bancada da bola”: Vicente Cândido (PT-SP), Jovair Arantes (PTB-GO) e Orlando Silva (PCdoB-SP). Relator da MP, o deputado Otávio Leite (PSDB-RJ) ficou fora do encontro.

Água suja
A Comissão de Turismo da Câmara dos Deputados aprovou requerimento que convoca audiência pública para debater a despoluição da Baía de Guanabara e da Lagoa Rodrigo de Freitas, no Rio de Janeiro. A Baía de Guanabara é um dos locais mais polêmicos dos Jogos Rio-2016 por não ter condições de receber competições de vela.

Em Pé de Guerra
A próxima temporada da NBA promete ser acirrada dentro de quadra, não só no lado esportivo quanto no de marketing também.

É que a fabricante de meias Stance fechou acordo para fornecer o produto para todas as equipes da liga americana de basquete.

Serão dois modelos entregues a cada equipe para combinar com os uniformes titular e reserva, de acordo com o modelo utilizado em cada partida.

E todos os atletas serão obrigados a utilizar as meias, que levarão a logomarca da empresa. Nem mesmo os uniformes têm a marca da Adidas, parceira no fornecimento de uniformes.

Dessa forma, atletas patrocinados por outras empresas, como LeBron James e Kobe Bryant, ambos da Nike, terão que usar meias da Stance. Vem guerra por aí.

De Letra

“Eles vieram se apresentar ao mundo político”

Jovair Arantes, deputado federal do PTB-GO, sobre a visita de Marco Polo Del Nero e outros dirigentes da CBF a Brasília, realizada ontem.

Comissão agenda audiências públicas para debater MP do Profut

por Fábio Suzuki em 28.abr.2015 às 16:33h

Dirigentes de clubes, CBF e Bom Senso deverão comparecer no Congresso para debater o conteúdo da MP do Profut

Em reunião ocorrida no início da tarde desta terça-feira, 18, a Comissão de análise da Medida Provisória (MP) do Profut definiu as datas das audiências públicas e os segmentos convidados para debater a proposta elaborada pelo governo que visa modernizar o futebol brasileiro. Veja abaixo os dias e convidados dos encontros que ocorrerão no Congresso, em Brasília.

06/05
Futuro do Futebol (especialistas para falar sobre formação de atletas, negócios no futebol, gestão, etc)

07/05
Bom Senso FC e Sindicato dos Atletas

12/05
Clubes das Séries A e B, e mais um clube que não participa de nenhuma série do Campeonato Brasileiro

13/05
Clubes das Séries C e D, e um time do Futebol Feminino

19/05
Tribunal Superior do Trabalho (TST) e Caixa Econômica Federal

20/05
CBF e Receita Federal