publicidade


Orlando City vem ao país para expandir marca e discute ‘casamento’ com SP

por Francisco Loureiro em 31.out.2014 às 9:00h


O Orlando City, destino do meia Kaká em 2015, não virá ao Brasil apenas para enfrentar Flamengo e São Paulo no mês de janeiro. A nova franquia da liga americana de futebol (MLS), pretende aproveitar a vinda para reforçar sua marca no país com a realização de projetos específicos para os fãs brasileiros e que serão anunciados em breve. Vale lembrar que o time americano pertence a um brasileiro, o empresário Flávio Augusto da Silva, dono da rede de idiomas WiseUp. 


EM SINTONIA 
Entre as iniciativas do Orlando City no Brasil está a parceria com o São Paulo. A relação é tão boa entre os clubes que o marketing tricolor diz ter uma ‘agenda aberta’ com os dirigentes do time americano para fechar ações envolvendo ambos os clubes. A ideia é aproveitar a ponte criada por Kaká para expandir as duas marcas fora de seus mercados domésticos a partir de um produto globalmente aceito como o craque tricolor. No departamento de marketing tricolor, a possível parceira vem sendo chamada de ‘casamento de marcas’.

Red Bull fecha parceria de três anos com a Ponte Preta

por Francisco Loureiro em 31.out.2014 às 8:30h

Red Bull utilizará estádio da Ponte Preta até 2017

 

A marca de energéticos Red Bull, que mantém uma equipe de futebol no Brasil, fechou parceria de três anos com a Ponte Preta em acordo que irá vigorar entre 2015 e 2017. Além do intercâmbio de jogadores entre os times, o contrato abrange ainda a realização de ações de marketing conjuntas entre os clubes.

Outra iniciativa do acordo é que 20% do valor pago de locação do estádio pela marca ao time de Campinas será revertido para a realização de melhorias no estádio ponte-pretano.

A Red Bull Brasil, como é chamado o time, já fechava acordos anuais para utilizar o estádio Moisés Lucarelli, em Campinas, para mandar seus jogos desde 2007.

Pacote trava pleito do Timão em dezembro

por Francisco Loureiro em 31.out.2014 às 8:00h

O veto de conselheiros do Corinthians à proposta de Mário Gobbi de antecipar as eleições de fevereiro para dezembro foi causado pela votação única de três medidas. Além da data da eleição, a reforma estatutária incluía o fim do ‘chapão’, denominação para a escolha de um bloco de conselheiros e não individualmente, e diminuição de 6 para 3 anos previsto para um ex-presidente voltar a se candidatar ao cargo. Segundo conselheiros, a antecipação do pleito teria sido aprovada em uma votação separada.

Entre os que votaram contra a antecipação da data das eleições está Andrés Sanchez, aliado político de Gobbi. Além de não aprovar o pacote de mudanças, Sanchez articulou para que conselheiros da situação votassem contra a medida para mostrar poder sobre o atual presidente. Em entrevista à ESPN, Gobbi citou que ‘o fogo amigo de uma facção’ impediu a reforma proposta por ele. A antecipação do pleito evitaria o percalço corintiano de ficar sem técnico durante o mês de janeiro.

Ataque
Além de acusar Luiz Gonzaga Belluzzo de ter deixado um déficit de R$ 1,3 milhão no programa Avanti, Mustafá Contursi diz ainda que Belluzzo chamou de ‘parceria’ um empréstimo de R$ 300 mil junto ao Bradesco para financiar o programa de sócios do Palmeiras. E que as parcelas do empréstimo estão sendo pagas até hoje pelo clube.

Contra-ataque
Belluzzo, entretanto, diz que reestruturou as dívidas do clube ao unificar vários empréstimos de curto prazo em um único valor para ser pago em cinco anos. Além disso, ressalta que o banco não é o Bradesco e sim o BMG. O valor renegociado em 2010 foi de R$ 40 milhões.

Correção
Diferentemente do publicado ontem nesta coluna, a palavra citada por Belluzzo foi ‘mixo’ e não ‘lixo’.
BOM SENSO?

O movimento Bom Senso FC não ficou feliz com a atitude dos clubes neste fim de negociações da Lei de Responsabilidade Fiscal do Esporte.

O grupo costurou uma reunião com o Ministério do Esporte para discutir pontos finais da lei com os representantes dos clubes. Mas nenhum cartola foi a Brasília.

Os dirigentes dizem que já está tudo fechado e que a responsabilidade agora é do Congresso.

A notícia surpreende quem viu o grupo de mãos dadas com a CBF e os clubes há menos de dois meses anunciando um amplo consenso pela LRFE.

Desde então, com a chegada das eleições, o grupo parou de receber as respostas dos cartolas. Já desconfiavam da saída à francesa da cartolagem, mas evitavam se pronunciar.

Agora, o jogo mudou, e o clima deve esquentar.

DE LETRA

“Não concordo com o modelo de gestão do Odílio”

Nabil Khaznadar, candidato de situação, sobre as críticas ao suposto continuísmo de sua chapa eleitoral.

Mustafá acusa Belluzzo de déficit de R$ 1,3 mi no Avanti

por Francisco Loureiro em 30.out.2014 às 8:00h

Mustafá é inimigo político de Belluzzo no Palmeiras

Segundo Mustafá Contursi, membro do Conselho Fiscal do Palmeiras, a gestão do ex-presidente Luiz Gonzaga Belluzzo deixou o programa de sócios-torcedores Avanti com um déficit de R$ 1,3 milhão ao fim de seu mandato, ocorrido entre 2009 e 2010. Belluzzo, entretanto, se defende da acusação afirmando que o balanço financeiro do último ano de sua gestão foi falsificado, sendo que foi ele quem criou o programa de sócios Avanti. ‘O Mustafá nem sabe fazer conta’, rebate Belluzzo, sobre o caso.

Sem Culpa
Na reunião do Conselho Deliberativo na última segunda, o presidente do Santos, Odílio Rodrigues, se defendeu das críticas que vem recebendo. Segundo um conselheiro, Odílio argumentou que é culpado por erros de antecessores que teriam endividado o clube. O presidente fechou sua fala exaltando que o clube disputa e conquista títulos mesmo em situação financeira inferior à de seus rivais, e foi aplaudido de pé por conselheiros, alguns da oposição.

Vale um Robinho
Tentando explicar a parcela de culpa de outros dirigentes na vida financeira do Santos, Odílio lembrou aos conselheiros que o clube ainda paga para o ex-presidente Marcelo Teixeira “um Robinho por mês” pelos empréstimos feitos na segunda gestão do opositor. O valor exato dos repasses mensais é de R$ 500 mil.

Votação
Em ‘briga’ com o Governo, o presidente da Câmara, Henrique Alves, não deve obstruir a votação da Lei de Responsabilidade Fiscal do Esporte. Segundo interlocutores, o deputado tem amizade com o ministro do Esporte, Aldo Rebelo, e de parlamentares da bancada da bola. Também pesa a favor de uma votação rápida o fato de o projeto de lei ser suprapartidário, envolvendo parlamentares de situação e oposição.

Proposta
O presidente da Federação Baiana de Futebol (FBF), Ednaldo Rodrigues, se reuniu esta semana com o presidente da CBF, José Maria Marin, e o vice, Marco Polo Del Nero, e pediu que houvesse mudanças nos jogos realizados por perda de mando de campo. Segundo ele, a alteração do local de jogo teria que ter o aval do time visitante, que sai prejudicado por ter que se deslocar para lugares escolhidos pelo clube punido, que visa maior arrecadação.

Mais experiência
Rodrigues ainda fez duas solicitações a Marin e Del Nero em defesa dos times baianos, que lutam contra o rebaixamento. O primeiro é a escalação de árbitros experientes nas últimas rodadas do Brasileiro para evitar erros em jogos decisivos. O outro foi para que a entidade envie o quanto antes as datas da 1 fase da Copa do Brasil de 2015. O dia dos jogos deve ser divulgado até a próxima semana.

Kaká por cima
O craque Kaká estará nas alturas. Literalmente. Na próxima sexta (31), o jogador do São Paulo e da Seleção será a estrela do lançamento do novo televisor da Samsung. Em evento no Jockey Clube de SP, o meia apresentará o produto em uma sessão de cinema que será realizada a 50m de altura.

Isolado

O presidente da Lusa Ilídio Lico é apontado como o principal responsável pela queda do clube para a Série C. No entanto, ele assumiu o cargo no ‘olho do furacão’ do caso Héverton.

No início, mostrou falta de tato para lidar com a questão. Era comum afirmar algo que era desmentido por sua equipe logo depois. Hoje, é proibido de falar com a imprensa.

E os erros continuaram. Enquanto ainda tentava reverter a decisão do STJD, a Lusa foi tirada de campo por Lico no meio da 1 partida da equipe na Série B, e foi processado.

E como Lico não planejou se queria um elenco de 1 ou 2 divisão, teve que arcar com uma folha de pagamento irreal para os parâmetros da Lusa.

Isolado e inseguro, Lico pouco pôde fazer para evitar a derrocada de um dos times mais tradicionais de São Paulo.
De Letra

“Sou reconhecido mundo afora enquanto ele é um lixo”

Luiz Gonzaga Belluzzo, conselheiro ex-presidente do Palmeiras, sobre o rival político, Mustafá Contursi, que o acusou de ter deixado déficits financeiros em sua gestão.

‘Trunfo’ de Nobre, Mustafá é o mais rejeitado em pesquisa no Palmeiras

por Francisco Loureiro em 29.out.2014 às 9:34h

Na pesquisa com sócios realizada durante a última semana pela chapa de Wlademir Pescarmona, o resultado que mais animou os oposicionistas foi a alta rejeição dos palmeirenses ao ex-presidente Mustafá Contursi. Segundo fonte ouvida pela De Prima, Contursi tem “a maior rejeição entre todos os nomes apresentados”. A pesquisa pediu que sócios analisassem os dois candidatos a presidente, assim como os quatro vices de cada chapa, além de Mustafá, que apoia o candidato de situação.

O motivo para a animação é que o apoio de Mustafá ao atual presidente havia sido comemorada entre os conselheiros pró-Nobre, que viam o ex-presidente como o maior e mais influente ‘cacique’ do Conselho Deliberativo do clube. No entanto, as eleições deste ano serão diretas, com sócios votando para presidente, e a presença de Mustafá “mais atrapalha do que ajuda”, na visão de um conselheiro de oposição.

Por outro lado, Paulo Nobre também está em campanha direta com sócios para o pleito de dezembro. E conta com a ajuda de 120 conselheiros, que se comprometeram a trazerem sócios para encontros com o presidente. Na semana passada, Nobre se reuniu com 100 associados em uma pizzaria e com 80 na sede social. Cerca de 10 mil sócios têm direito ao voto, mas um conselheiro que pediu sigilo aposta em 5 mil votos totais.

Lances históricos
Os torcedores que forem ao Maracanã hoje para assistir Flamengo x Atlético-MG poderão ver lances históricos do confronto. No telão, gols e os melhores momentos de jogos memoráveis no estádio como a final do Brasileiro de 1980, e da Copa Libertadores de 1981. Os rubro-negros irão vibrar pois o Flamengo levou a melhor em ambos os confrontos.

Proposta
No 3 Encontro de Categorias de Base da CBF, na última segunda, o diretor de competições da entidade, Manoel Flores, falou em sua apresentação sobre a ‘Copa do Nordeste Sub-20’, que será disputada pela 1 vez este ano. Presente no evento, o diretor das categorias de base do Goiás E.C., Osmar Lucindo, propôs a criação da Copa Centro-Oeste Sub-20. A ideia foi elogiada e será analisada, segundo Flores.

Apoio de peso
Pré-candidato a presidente do Corinthians, Ilmar Schiavenato já conta com um importante apoio para as eleições de fevereiro de 2015, o do ex-jogador Wladimir. Segundo o candidato, o apoio é importante pois se trata de uma pessoa “bem política e transparente”. Wladimir é o jogador que mais vestiu a camisa corintiana e tem falado publicamente que estará ao lado de Schiavenato no pleito.

De boca cheia
Após vender 15 mil lanches no 1 mês com sua hamburgueria, o Grêmio já tem uma lista de 150 empresários interessados em abrir uma franquia da rede de fast-food. Segundo o departamento de marketing do clube, a meta é ter 100 unidades até 2019, cujo investimento por unidade da franquia irá variar de R$ 195 mil a R$ 640 mil.

LA MEJOR

O Campeonato Espanhol sempre foi criticado pela disparidade de forças entre os gigantes Real Madrid e Barcelona e o restante das equipes.

Entretanto, a edição deste ano tem chamado a atenção pelo grande equilíbrio entre os cinco primeiros colocados.

Com nove rodadas disputadas, Barcelona e Sevilla lideram com 22 pontos, sendo seguidos por Real Madrid (21), Valência e Atlético de Madrid (ambos com 20).

Tamanho equilíbrio rendeu uma matéria no jornal espanhol Marca de ontem.
O periódico destaca que pela primeira vez na história o quinto colocado chega à nona rodada com mais de 17 pontos.

Ciente do histórico do torneio e da força da dupla Real e Barça, a matéria destaca no final que esta edição ‘é a melhor da história… pelo menos até o momento’.

DE LETRA

“Se eu fui antiético, ele também foi”

Ilmar Schiavenato, pré-candidato no Corinthians, sobre o VP do Cori, Jorge Kalil, o ter acusado de ‘antiético’ por disputar o pleito e ser diretor social. Kalil também é VP da chapa de Roberto de Andrade.

Clubes ‘fogem’ de reunião em Brasília

por Francisco Loureiro em 28.out.2014 às 7:52h

Para os clubes brasileiros, a discussão com o Bom Senso e o Governo acerca da Lei de Responsabilidade Fiscal do Esporte terminou e a questão está nas mãos do Congresso, que deve votar a lei até o fim deste ano. Por esse motivo, nenhum dirigente vai a Brasília nesta quarta (29), quando o Ministério do Esporte recebe o Bom Senso. A ideia inicial da reunião era discutir mais uma vez os poucos pontos de discordância entres as partes. O principal é o teto de gastos com o futebol em relação a receita total do clube.

O relator Otávio Leite (PSDB-RJ) já tem em mãos a proposta final dos clubes mas ainda quer “afinar” os interesses das partes: “O consenso permite uma votação mais veloz”, diz ele. Para o parlamentar, outro problema é a falta de um posicionamento do Governo Federal. “Já passou a hora de o Planalto se manifestar”, completa o deputado.

É ponto pacífico entre Leite e a cartolagem, que o teto de gastos com futebol não será incluído na LRFE. O parlamentar disse que foi convencido pelos dirigentes de que clubes dedicados exclusivamente ao futebol seriam prejudicados pela medida. Diferentemente do que pensa o Bom Senso, a ideia dos cartolas que foi bem recebida por Leite é usar o déficit zero como instrumento de responsabilidade financeira dos clubes e das federações esportivas.

 

Efeito Arena
O Avanti, programa de sócio-torcedor do Palmeiras, ganhou quase cinco mil torcedores no último mês em meio à expectativa do primeiro jogo oficial do clube no Allianz Parque, programada para o dia 9 de novembro, contra o Atlético-MG. No ranking do Movimento por um Futebol Melhor, o Verdão permanece na 7 posição, com quase 49 mil sócios.

Bem lembrado
As ações do McDonald’s voltadas para a Copa do Mundo de 2014 deram resultado no país do futebol. Em estudo realizado pela Fifa em 16 mercados, a associação da rede de fast food ao evento atingiu 84% entre os brasileiros, índice que ficou acima da média de 74% entre os outros 15 mercados. Ainda segundo o levantamento, o McDonald’s foi a marca mais associada ao torneio, atingindo 26% de lembrança entre os brasileiros.

Nas ruas
Faltando menos de 15 dias para eleição do Vasco, o candidato a presidente Júlio Brant, da chapa Sempre Vasco, colocou sua campanha nas ruas. É que está circulando por bairros do Rio de Janeiro cerca de 20 ônibus com adesivos com a frase “Sócio vascaíno por um Vasco novo e vencedor”. Além da ação, a chapa disponibilizou em seu site anúncios que podem ser baixados e colados nos vidros de carros.

Nova tentativa
Durante o 3 Encontro de Categorias de Base, realizado ontem no Rio, a CBF teve de lidar com uma saia-justa. Em sua palestra, o advogado da entidade, Amilar Fernandes, expôs sobre o certificado de “Clube Formador de Atletas” e foi repreendido por representantes de clubes cariocas. Segundo um diretor do Vasco, o clube apresentou há tempos os requisitos para receber a certificação mas que foi ignorado.

Proposta
Após expor o problema, o vascaíno entregou toda a documentação nas mãos de Reynaldo Buzzoni, diretor de registros e competições da CBF. Criado em 2012, o certificado é concedido aos clubes que atendem a uma série de requisitos envolvendo a formação de atletas e dá aos times garantias em negociações com jovens jogadores de 14 a 16 anos.

ELEIÇÃO

Boa parte da torcida do Palmeiras não deve ter gostado da vitória de Dilma Rousseff na eleição presidencial do último domingo.

No sábado, véspera da disputa mais acirrada da história para assumir a presidência do país, foi realizado o jogo de despedida de Ademir da Guia como parte dos eventos-testes para a inauguração do Allianz Parque, o novo estádio.

Nas arquibancadas, dez mil torcedores foram acompanhar a partida em clima de festa e deslumbre com a nova casa alviverde.

Mas em certo momento, o momento político se sobressaiu ao esportivo e grande parte da torcida expôs sua raiva contra a presidente do Brasil.

– Ei, Dilma, vai tomar no c…!!! – entoou uma parte dos torcedores, para irritação das organizadas, que logo gritaram “Palmeiras! Palmeiras!”

Campanhas de Aécio e Dilma apoiam LRFE e democratização da CBF

por Francisco Loureiro em 25.out.2014 às 7:55h

A De Prima entrevistou os coordenadores de esporte de cada campanha – Otávio Leite, com o PSDB e Ricardo Cappelli com o PT – para saber o que as equipes de Dilma Roussef e Aécio Neves pensam sobre quatro temas de interesse para o esporte nacional: Democratização da CBF, Lei de Responsabilidade Fiscal do Esporte, condições de trabalho dos atletas brasileiros e corrupção na Rio 2016. Confira abaixo.
Democratização na CBF
Para Ricardo Cappelli, coordenador da área de esportes da campanha de Dilma Rousseff, o “governo continuará o diálogo com setores do futebol para avançar na democratização do esporte”. Cappelli diz que o Governo seguiu esse caminho com a MP 620, que exige contrapartidas de clubes e federações que recebem isenção fiscal ou recursos federais.

O coordenador da área de esporte da campanha de Aécio Neves, deputado federal Otávio Leite (PSDB-RJ) diz que o PSDB é favorável à tributação da CBF, o que já foi proposto em projeto de lei do parlamentar em 2014. Para Leite, a transparência na CBF começa com a tributação e auditoria de suas contas.

Lei de Responsabilidade Fiscal do Esporte
A campanha petista diz que “aposta na aprovação da LRFE como um marco no futebol brasileiro”, mas afirma que caberá ao Congresso debater e aprovar a legislação que “alcance o objetivo de democratizar o futebol brasileiro”.

O coordenador tucano é relator do projeto de lei da LRFE e diz que é indispensável que o órgão fiscalizador do esporte seja incluído no texto da lei. O candidato Aécio Neves já declarou que a renegociação das dívidas é a melhor alternativa para melhorar o esporte nacional.

Condições de trabalho do jogador
Para Cappelli, a garantia de direitos trabalhistas para os atletas “passa pela aprovação da LRFE e do diálogo com jogadores e sindicatos”, e que o Governo tomará “todas as iniciativas que possam manter os times menores em atividade o ano inteiro”.

Para a equipe de Aécio Neves, é preciso “compatibilizar os direitos dos jogadores com os interesses dos clubes, sobretudos os formadores”. Coordenador tucano diz que a Lei Pelé pode sofrer alteração.

Corrupção na Rio 2016
A coordenação petista diz que o País “tem uma legislação forte de defesa do consumidor, uma força policial capacitada e uma Justiça preparada para tomar as medidas necessárias”. Para exemplificar, Cappelli cita a operação da PF que deflagrou a máfia dos ingressos durante a Copa do Mundo.

Já em um eventual governo de Aécio Neves, o Governo irá “defender o consumidor, seja brasileiro ou estrangeiro”. Para a Rio-2016, Leite diz ser “imprescindível uma checagem profunda no procedimento de venda dos ingressos.”

POLÍTICOS E CARTOLAS

Dilma Rousseff e Aécio Neves se relacionam de forma diferente com a cartolagem brasileira.

Diferentemente de seu antecessor, Rousseff trata com distância a CBF, sobretudo após Ricardo Teixeira se envolver em um escândalo que lhe custou a coroa do futebol nacional em 2012. O cálculo da petista é que a relação com o cartola seria negativa.

Por outro lado, recebeu o Bom Senso e a cartolagem em Brasília.

Já o candidato Aécio Neves tem uma relação mais próxima da cartolagem. É amigo pessoal de Ricardo Teixeira e de Zezé Perella, ex-presidente do Cruzeiro e ex-senador.

Outro amigo e aliado de Neves é José Maria Marin, que foi deixado de lado por Rousseff e declarou voto no tucano, o que não foi bem recebido entre o staff do candidato.

 

Concessão da Arena em MT será em março

por Francisco Loureiro em 24.out.2014 às 8:00h

A Arena Pantanal deve ser concedida à iniciativa privada até março de 2015. Essa é a expectativa do governo e administradores do estádio após apresentarem um modelo de concessão de 30 anos a órgãos públicos esta semana. O otimismo com a concessão se deve a um estudo feito recentemente que aponta que a Arena é viável economicamente tendo um custo mensal de manutenção de R$ 500 mil. A abertura para o recebimento de propostas das empresas deve ocorrer até dezembro.

Falta d‘água
Segundo João Paulo Curvo, responsável pela Arena Pantanal, a falta de água após o jogo entre Corinthians e Vitória, na quarta, ocorreu somente no vestiário do time baiano e por apenas 14 minutos. Segundo ele, o problema foi no abastecimento do reservatório interno do estádio feito pela CAB Cuiabá, concessionária responsável pela água da cidade. Ele ainda refuta o problema no vestiário do Timão afirmando que houve “falta de habilidade no uso das torneiras com sensor” pela equipe paulista.

Sem culpa
Já a CAB Cuiabá refuta a responsabilidade na falta d‘água na Arena citando que averiguou o abastecimento na região durante o jogo e que estava tudo normal. E ressalta que o abastecimento ao estádio é feito direto de uma estação sem passar por tubulação secundária. A empresa aponta ainda que casos semelhantes já ocorreram e sempre foi constatado um problema interno na Arena.

Nas arábias
Convidado para ser auxiliar nos amistosos da Seleção, o ex-zagueiro Oscar avalia que a cartilha de Dunga servirá para manter o foco dos atletas. E cita que ele próprio já extrapolou quando trabalhou na Arábia Saudita por ficar no telefone até de madrugada e não acordar nas melhores condições no dia seguinte.

Apoio da pasta
O Ministro do Esporte, Aldo Rebelo confirmou que a pasta se reunirá com o Bom Senso e os clubes na próxima semana, em Brasília. A ideia, segundo Rebelo, é acelerar a votação da Lei de Responsabilidade Fiscal do Esporte e coordenar com a Casa Civil as negociações no Congresso. O ministro também negou que o Congresso eleito nestas eleições – com menor participação da base aliada – atrapalharia as tratativas, ao contrário do que esta coluna apurou com parlamentares.

Reformulação
O contrato do Banco do Brasil com a Confederação Brasileira de Vôlei passa por uma reformulação após as denúncias de desvio de verba na entidade. Segundo Ricardo Leyser, Secretário Nacional do Esporte de Alto Rendimento, a principal mudança é a exigência de metas de resultados esportivo e financeiro, e a transparência de contratos.

Presente
O Ministério do Esporte não cobrou nenhuma contrapartida do Palmeiras para o recebimento do aparelhamento de sua quadra de basquete e das verbas da Liga Desenvolvimento para atletas da base, diz o diretor da modalidade, Ciro Casanova. A pasta, porém, nega e diz que cobra metas dos clubes que receberam os benefícios.

AUSÊNCIA

Em cerimônia no Palmeiras, o ministro do Esporte, Aldo Rebelo, entregou os novos equipamentos de quadra para o clube ao lado de dirigentes esportivos.

Além do ministro, a presença mais esperada era a do presidente Paulo Nobre, que não apareceu.

O staff do clube disse que não haviam confirmado a presença do dirigente, e que a organização do evento estava a cargo do ministério.

No entanto, fontes ouvidas pela De Prima afirmaram que a ausência tem outro motivo: as eleições no clube.

Palmeirense, o ministro Aldo Rebelo declarou que apoia a chapa de oposição, cujo vice é amigo pessoal do ministro, o economista e ex-presidente do Palmeiras, Luiz Gonzaga Belluzzo.

Apesar de rivais políticos, Nobre e Rebelo são amigos.

DE LETRA

“Jogador de futebol não pode pensar como artista”

Oscar Bernardi, ex-jogador e auxiliar da Seleção nos amistosos de novembro, sobre a cartilha de Dunga.

Pré-temporada do Timão será nos EUA

por Francisco Loureiro em 23.out.2014 às 7:55h

 

O Corinthians anuncia oficialmente hoje que participará de um torneio em Orlando, nos EUA, em sua pré-temporada para 2015. O evento terá ainda Fluminense e os alemães Bayer Leverkusen e Colônia, e o time paulista fará dois jogos entre os dias 14 e 21 de janeiro. O Timão também recebeu uma proposta para enfrentar o Córdoba, da Espanha, em jogo comemorativo aos 60 anos do clube espanhol, mas critérios técnicos, infraestrutura oferecida nos EUA e questão financeira pesaram na decisão da diretoria.

Contra o tempo
Interlocutores do Ministério do Esporte afirmam que o ministro Aldo Rebelo e o secretário nacional do Futebol, Toninho Nascimento, buscam aprovar a LFRE até o fim deste ano. Segundo a De Prima apurou, a ‘pressa’ deve-se à perda de representatividade da bancada aliada do Governo Federal na Câmara dos Deputados nestas eleições, o que dificultaria a entrada do projeto na pauta. PT e PMDB perderam 31 cadeiras após as eleições deste ano.

Apoio da rainha
O candidato santista Modesto Roma, ligado ao ex-presidente Marcelo Teixeira, vem recebendo um apoio de peso nas redes sociais. Eleita cinco vezes a melhor do mundo pela Fifa e ex-santista, a jogadora Marta compartilha e curte o material de Roma no Facebook com frequência. O candidato foi um dos responsáveis pela vinda de Marta para o futebol feminino do Santos, em 2009. Hoje, Marta atua no FC Rosengard (SUE).

Aplausos
O filme ‘Brejinho de Nazaré’, criado pela agência Africa para a campanha ‘Aqui tem festa’ da Brahma para a Copa do Mundo de 2014, emocionou a plateia do fórum Soccerex Americas, que foi realizado nesta semana em Barbados, no Caribe. Com duração 90 segundos, o filme foi aplaudido de pé pelos presentes.

Fora da quadra
Campeões olímpicos de vôlei, os ex-jogadores André Heller e Maurício estão participando de diversos compromissos profissionais para a fabricante de bebidas Brasil Kirin. A empresa mantém um time de vôlei na Superliga e tem os ex-atletas como dirigentes para aproximar a equipe do mercado. Entre as funções estão visitas aos Centros de Distribuição e palestras aos funcionários. “Também fazemos parte da empresa”, diz Heller.

Nova chuteira
A Nike lança neste sábado a nova chuteira que será usada por Cristiano Ronaldo. A Mercurial Superfly CR7 será utilizada pela 1 vez pelo craque no clássico Real Madrid e Barcelona, no Santiago Bernabéu. O modelo estará disponível no Brasil a partir de 19 de novembro.

ALL IN

O brasileiro Bruno ‘Foster’ Politano será o primeiro jogador de poker do país a disputar uma mesa final do World Series of Poker (WSOP), o maior campeonato do mundo na modalidade.

Com US$ 10 milhões em jogo, a disputa será realizada em Las Vegas a partir do próximo dia 10 de novembro e o brasileiro está com uma campanha em redes sociais com o lema #vamofostera.

E se depender do apoio de celebridades do esporte, Foster já pode ser considerado campeão do torneio.

O vídeo gravado em seu apoio conta com mensagens de vários amantes do jogo de cartas, de Neymar a Kaká, passando por Rogério Ceni, Dentinho, Alexandre Pato e o ex-nadador Xuxa.

Publicado ontem, o filme já contava com 7 mil visualizações em apenas oito horas na página do YouTube.

Diretoria santista desiste de ‘Caso Neymar’

por Francisco Loureiro em 22.out.2014 às 7:30h

Após mandar um advogado para a Espanha e tentar todas as possibilidades jurídicas para abocanhar uma parte maior dos valores envolvidos na negociação de Neymar com o Barcelona, a diretoria do Santos admitiu que não há mais nenhuma chance de reverter o caso. A informação é do candidato de situação à presidência, Nabil Khaznadar. Há duas semanas, o clube emitiu uma nota afirmando que ainda procurava um modo de reaver valores que julgam ter direito na negociação do craque.

Eleições
Os envolvidos no desenvolvimento da Lei de Responsabilidade Fiscal do Esporte (LRFE) não discordam sobre o motivo pelo qual as negociações praticamente estacionaram nas últimas duas semanas: o clima quente do segundo turno das eleições presidenciais. Depois do pleito, as partes envolvidas devem acelerar as tratativas para votarem a lei.

Pólos
Pesa para o ‘climão’ entre os parlamentares envolvidos na LRFE o fato de os dois ‘pais’ do projeto serem dos partidos dos presidenciáveis. Vicente Candido (PT-SP) foi quem criou a primeira versão do projeto de lei, então denominado de Proforte, que no início deste ano foi substituída pela LFRE pelo relator Otávio Leite (PSDB-RJ), quando passou a obter consenso na Comissão do Esporte, e agora espera aprovação na Câmara dos Deputados.

Amigos
O vice-presidente da Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro, (Ferj), José Luiz Martinelli, quebrou o protocolo na abertura da palestra de ontem do Fórum de Debates do Futebol Carioca. Ao cumprimentar Wilson Gottardo, gerente de futebol do Botafogo, Martinelli mandou, sem hesitar: ‘Temos a presença do meu amigo Wilson Gottardo, hoje diretor do Botafogo… e sofredor’.

Pedindo ajuda
A CBV pretende criar comissões de atletas e técnicos para auxiliar a entidade nas futuras ações na modalidade, principalmente para as Superligas masculina e feminina. Até dezembro, o diretor de competições, Radamés Lattari, deve visitar todos os 25 times dos torneios (13 femininos e 12 masculinos) e definir as comissões.

Bom exemplo
O professor da FGV e consultor da ONU para a Copa, Pedro Trengrouse, dará uma série de aulas em universidades dos EUA para mostrar o que há de bom no futebol brasileiro. O case principal será o Movimento por um Futebol Melhor.

Outro lado
Resposta de Paulo Nobre ao comentário do candidato a presidente do Palmeiras, Wlademir Pescarmona, sobre o programa Avanti publicado ontem na De Prima. ‘A FutebolCard administra integralmente o programa Avanti e não realiza simplesmente o cadastramento. Cerca de 17% do lucro, e não do total arrecadado, é repassado à empresa para cobertura dos custos com operação, logística e equipe de promoções e eventos. Apenas achei estranho ele não saber que são aproximadamente 500 pessoas para tomar conta dos 35 mil sócios do clube e não cinco, como imagina’.

NEYMARKETING

Ontem, o candidato à presidência do Santos, Nabil Khaznadar, apresentou seu plano de gestão para jornalistas em um evento em São Paulo.

Como muitas candidaturas atuais, a proposta da chapa Avança Santos é ter um ‘conselho de notáveis’. No caso de Nabil, que é um empresário do mercado da moda, os ‘craques’ vêm do marketing e da publicidade.

O mais famoso deles é conhecido dos santistas por um episódio internacionalmente famoso: a campanha #somostodosmacacos, criação da agência Loducca, do conselheiro Celso Loducca.

Neymar, aliás, é um ponto de encontro entre Santos, Loducca e Nabil, que é amigo do craque e viajou à China para se encontrar com ele.
De certa forma, a ideia da dupla é usar a imagem do craque para trazer receitas para o clube.

DE LETRA

“Sem patrocínio não teríamos vôlei no país”

Gustavo, campeão olímpico e mundial de vôlei, sobre a importância do investimento de empresas na modalidade.