publicidade


Apesar de déficit de R$ 100 mi, contas de 2014 são aprovadas pelo Conselho do São Paulo

por Fábio Suzuki em 31.mar.2015 às 0:26h

Aidar obteve vitória no Conselho do São Paulo com a aprovação das contas de 2014

Em meio à crise política que ronda o Morumbi atualmente, o presidente do São Paulo, Carlos Miguel Aidar, obteve uma importante vitória na reunião do Conselho Deliberativo, na noite desta segunda-feira, 30, com a aprovação das contas do clube referentes a 2014. Apesar do déficit de aproximadamente R$ 100 milhões, cerca de 80% dos cerca de 150 conselheiros presentes ao encontro votaram a favor da aprovação, percentual que é considerado um grande triunfo de Aidar em relação ao grupo de oposição comandado pelo ex-presidente Juvenal Juvêncio.

Dois fatores pesaram para o São Paulo fechar 2014 com déficit: os empréstimos bancários e a grande queda de receita obtida com a venda de atletas em a 2013, ano em que o clube vendeu o atacante Lucas por R$ 108 milhões para o PSG.

Deputado Jovair Arantes desconhece relatoria da MP do Profut

por Fábio Suzuki em 30.mar.2015 às 21:20h

Deputado diz que ainda não conversou com o presidente da Câmara, Eduardo Cunha, sobre ser o relator da MP do Profut

Apontado como um dos favoritos para ser o relator da Medida Provisória (MP) do Profut, o deputado Jovair Arantes (PTB-GO) afirma que conversará sobre o assunto apenas a partir desta quarta-feira, 1º, dia em que chega de viagem do exterior. Segundo o jornal “O Globo”, o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ) escolherá o parlamentar para ser o relator da medida.

- Não foi me falado nada sobre a relatoria pois estou fora do país – afirmou Arantes.

Caso seja confirmado como relator do texto do Profut, a escolha irá desagradar o governo. No final do ano, às vésperas do recesso de final de ano, o parlamentar inseriu o refinanciamento da dívida dos clubes sem contrapartidas aos clubes como emenda em uma MP sobre a importação de aerogeradores, iniciativa que foi vetada pela presidente Dilma, em janeiro.

Além disso, Arantes, que é presidente do Conselho Deliberativo do Atlético-GO, integra um grupo de parlamentares que são favoráveis em resgatar o conteúdo da Lei de Responsabilidade Fiscal do Esporte (LRFE) como substitutivo ao texto da MP do governo.

- Fizemos uma rica discussão nacional que abrangeu times grandes e pequenos, e isso não pode ser descartado – afirmou o parlamentar.

Chapa de oposição tentará anular eleição da Federação Paranaense de Futebol

por Fábio Suzuki em 28.mar.2015 às 6:26h

Na presidência da FPF desde 2008, Hélio Cury foi reeleito para comandar a entidade por mais quatro anos

Derrotada na eleição para presidente da Federação Paranaense de Futebol (FPF), a chapa do candidato Ricardo Gomyde trabalha nos bastidores para tentar reverter o resultado, que reelegeu Hélio Cury para mais quatro anos de mandato. O atual presidente está à frente da entidade desde 2008. Segundo o advogado Juliano Tetto, que foi vice-presidente na chapa de Gomyde, “documentos estão sendo reunidos” para entrar com uma ação na tentativa de anular o pleito ocorrido no último sábado, dia 21.

Argumentos
Há pelo menos três pontos que poderão ser abordados na ação da chapa de Ricardo Gomyde. Um deles é que o presidente Hélio Cury está suspenso por 120 dias pelo STJD, o que o impediria de participar da eleição. Outro é que o editar da eleição foi divulgado em apenas um jornal, sendo que o Estatuto da FPF cita três veículos. Outro ponto é que Cury reduziu o número de filiados às vésperas da eleição de 150 inscritos para apenas 59, o que impediria de ter duas chapas com um mínimo de 30 assinaturas, como prevê o Estatuto.

Dissidentes
Caso se mantenha o resultado, dirigentes dos três grandes clubes da capital paranaense – Atlético-PR, Coritiba e Paraná Clube – cogitam montar uma liga independente no futebol local. Nas eleições da FPF, os três clubes apoiaram Ricardo Gomyde, enquanto que Hélio Cury teve o apoio dos times do interior.

De cara nova
A fabricante de material esportivo Topper adotará um novo posicionamento a partir deste ano onde reforçará o conceito de ser uma marca democrática. A iniciativa abrangerá mudanças em sua logomarca e integra as iniciativas pelos 40 anos da companhia. As ações publicitárias com o novo posicionamento serão lançadas no 2 semestre deste ano.

Uma ou outra
Agora atuando como deputado federal, o ex-goleiro do Grêmio Danrlei apresentou duas emendas para o texto original da MP do governo para modernizar o futebol. Em uma delas, ele sugere que nas contrapartidas para os clubes aderirem ao refinanciamento de suas dívidas esteja a “manutenção do investimento mínimo em formação de atletas e/ou no futebol feminino”, e não a obrigação de se investir em ambas simultaneamente.

Gestão eficiente
Segundo Darnlei, ambos os investimentos são relevantes mas “o objetivo central da MP em questão é estabelecer uma gestão eficiente aos clubes, o que dificultaria tendo essas duas obrigações”. O ex-goleiro esteve presente no evento de assinatura da MP pela presidente Dilma Rousseff ocorrido no Palácio do Planalto, há dez dias.

Sócios em alta
O Palmeiras atingiu a marca de 40 mil novos sócios no programa Avanti apenas este ano e chegou a 104,7 mil inscritos, segundo dados do Movimento por um Futebol Melhor. O aumento alcançado pelo clube é mais que o dobro do alcançado pelo arquirrival Corinthians, que atraiu “apenas” 19 mil novos associados. O São Paulo vem em seguida, com 17 mil inscritos no ano.

Futebol e Moda
O lateral Daniel Alves não se destaca apenas pelo futebol apresentado dentro de campo em jogos do Barcelona e da Seleção Brasileira.

O brasileiro chama (e muita) atenção também pelas roupas extravagantes que gosta de vestir.

A proximidade do jogador do Barcelona com o mundo fashion é tamanha que ele irá lançar em breve uma marca própria de óculos, cujo nome ainda não foi definido.

E essa seria apenas a primeira investida do lateral na indústria da moda. Quando se aposentar, o jogador de 31 anos pretende fazer outros investimentos no ramo.

– Graças ao meu trabalho, hoje eu tenho condições de me aprofundar mais nesse mundo da moda, que na verdade é uma viagem bem divertida – comentou o jogador.

De Letra

“Seria um desrespeito jogar fora mais de dois anos de trabalho”

Jovair Arantes, deputado e presidente do Conselho do Atlético-GO, sobre a intenção de deputados de retomar a LRFE para substituir a MP do governo.

Congresso apresenta 181 emendas à MP do futebol

por Fábio Suzuki em 27.mar.2015 às 15:33h

 

Parlamentares apresentaram 181 emendas durante as sessões desta semana

Após a assinatura da Medida Provisória (MP) do governo que visa modernizar o futebol brasileiro, o Congresso apresentou um total de 181 emendas para modificar o texto original elaborado pelo Poder Executivo. As sugestões foram apresentadas durante as sessões desta semana e serão debatidas pelos parlamentares quando o documento entrar na pauta do Congresso.

O senador Romero Jucá (PMDB-RR) foi o que apresentou o maior número de emendas, 18 no total. Na sequência aparecem os deputados federais Luiz Carlos Hauly (PSDB-PR), com 13 emendas, William Woo (PV-SP), com 8 sugestões de mudanças ao texto da MP.

Segundo o deputado e ex-ministro do Esporte Orlando Silva (PCdB-SP), que apresentou seis emendas, três pontos devem concentrar os debates no Congresso em relação ao conteúdo original da MP: os investimentos no futebol feminino como contrapartida para os clubes aderirem ao refinanciamento de suas dívidas, a aplicação de medidas que regulamentam a CBF, e o percentual de 6% sobre a receita total dos clubes a serem pagas no início do parcelamento, índice considerado alto por muitos parlamentares.

- Apesar da grande quantidade de emendas, esse é um número padrão para questões importantes como é essa para o futebol brasileiro – afirmou Silva, sobre as 181 emendas apresentadas.

Articulador da MP do futebol é o novo ministro da Secom

por Fábio Suzuki em 27.mar.2015 às 13:49h

Edinho Silva participou ativamente da elaboração da MP para o futebol brasileiro

Principal articulador do governo na elaboração da Medida Provisória (MP) que visa modernizar o futebol brasileiro, Edinho Silva assumirá o cargo de ministro-chefe da Secretaria de Comunicação da Presidência da República (Secom), cuja posse está marcada para a próxima terça-feira, 31.

Edinho foi tesoureiro da campanha de reeleição da presidente Dilma Rousseff e foi cotado a assumir a Autoridade Pública Olímpica (APO) para coordenar as ações voltadas aos Jogos Rio 2016.

CBF será chamada para debater MP em Brasília

por Fábio Suzuki em 27.mar.2015 às 6:36h

MP que pretende modernizar o futebol deve entrar na pauta do Congresso na próxima semana

Os dirigentes da CBF deverão ser chamados para comparecer em Brasília para debater o conteúdo da Medida Provisória (MP) no Congresso. A iniciativa deve-se ao polêmico Artigo 5 do texto que regulamenta entidades que organizam competições de futebol no país, no caso a própria CBF. A questão gera incertezas sobre a sua constitucionalidade mesmo entre os parlamentares, que pretendem realizar um debate jurídico sobre o tema para evitar que algo insconstitucional seja aprovado por eles.

Pronto para o debate
Questionado sobre o assunto, o ex-deputado federal e futuro secretário-geral da CBF, Walter Feldman, afirmou que “irá ao Congresso se for chamado” para debater a questão.
Segundo ele, que ressalta sua atuação de 40 anos como parlamentar, o projeto elaborado pelo governo “ultrapassou a barreira da constitucionalidade” ao conter medidas que impõem limites e obrigações na administração atual da CBF.

Em formação
A Comissão que ficará responsável pelo debate em relação à MP que regulamenta o futebol será definida no início da próxima semana. O grupo será formado por 13 senadores e 13 deputados federais, sendo um representante do Senado o presidente da Comissão e um parlamentar da Câmara o relator do projeto.

Sem imagem
Com 95 anos, o ex-presidente do Corinthians, Alberto Dualib, esteve na noite da última quarta, 25, na Confraria dos Churumelas, encontro de conselheiros e associados do clube que ocorre há mais de 20 anos. No evento, o ex-dirigente tirou fotos com vários cartolas, da situação e de oposição. O único que se recusou a ser fotografado ao lado do ex-presidente foi Antônio Roque Citadini, que foi VP de futebol e tido como fiel escudeiro de Dualib em sua gestão.

Projeto em análise
O presidente do Vasco, Eurico Miranda, se reuniu recentemente com o arquiteto Sérgio Conde Caldas para conversar sobre o projeto de modernização de São Januário. A intenção do cartola é dobrar a capacidade do estádio, que comporta atualmente cerca de 20 mil pessoas. Caldas foi o responsável pelo projeto que foi a principal proposta da campanha de Julio Brant, candidato derrotado por Eurico na eleição do clube, no ano passado.

Filho de peixe
O filho do presidente do Vasco, Eurico Brandão, o Euriquinho, que é assessor da presidência do clube, também participou da reunião com o arquiteto. E nesta semana foi a Portugal visitar o estádio do Bessa, que pertence ao Boa Vista, que serviu de inspiração ao projeto do arquiteto Sérgio Conde Caldas.

Fazendo história
O Campeonato Sul-Americano de Rugby XV é mais uma prova de que a modalidade está crescendo no Brasil. Pela primeira vez na história, um torneio internacional terá a participação de um trio de arbitragem brasileiro. Henrique Platais e os auxiliares Xavier Vouga e Murilo Bragotto irão comandar a partida de abertura entre Uruguai e Paraguai, que ocorrerá em Montevidéu, no próximo dia 11.

Precisão
Um novo sistema para auxiliar o árbitro em lances de difícil decisão nas partidas de vôlei foi utilizado no último fim de semana durante os jogos das semifinais da Superliga Masculina.

Denominado Penalty D-Tech, o sistema desenvolvido pela empresa de material esportivo abrange uma bola que atua em sinergia com seis câmeras que captam imagens das linhas laterais e de fundo da quadra.

O sistema identifica com precisão a posição da bola em um raio de ação de 30 centímetros para dentro ou para fora das linhas, com as imagens sendo processadas diretamente para os árbitros.

Foram oito anos de desenvolvimento pela área de inovação e tecnologia da Penalty, sendo que os últimos dois anos foram dedicados a testes de comprovação do sistema em competições.

De Letra

“A CBF terá que entrar em campo para debater o tema”

Otávio Leite, deputado federal, sobre o Artigo 5da MP, que impõe medidas em relação a entidades que organizam torneios de futebol no país.

Comitê Organizador e COB terão 5 mil vagas em curso de inglês para 2016

por Fábio Suzuki em 26.mar.2015 às 6:21h

Acordo entre o Comitê Organizador dos Jogos Rio 2016 e a rede de idiomas EF Education First foi assinado há um ano

O Comitê Organizador dos Jogos Rio 2016 e o Comitê Olímpico do Brasil (COB) terão, juntos, um total de cinco mil licenças gratuitas de cursos online de inglês junto à EF Education First, que é parceira do evento. Desse total, 900 vagas já foram distribuídas para os colaboradores de ambas entidades, sendo 170 para o COB. Nos próximos dias, está previsto o início da distribuição das 531 licenças destinadas aos atletas brasileiros. Outras 700 vagas serão destinadas a empresas parceiras e colaboradores terceirizados.

Curso de línguas
Dentro das cinco mil licenças de cursos de idiomas para as entidades olímpicas, estão incluídas ainda 30 aulas presenciais destinadas a executivos do Comitê Organizador, além de 15 aulas de Português voltados para profissionais de outros países que ajudarão na organização dos Jogos. Já em relação aos voluntários, o acordo prevê até 120 mil vagas em cursos online através da rede de idiomas parceira do evento.

Além dos Jogos
Por conta das comemorações aos 500 dias que faltam para o início dos Jogos Rio 2016, a EF Education First encerrou ontem o primeiro treinamento voltado a professores e alunos da rede estadual de ensino do RJ. A iniciativa, feita em parceria com a Secretaria Estadual de Educação (Seeduc), disponibilizará 500 mil licenças para os alunos, número alusivo à data comemorada esta semana.

Equipe olímpica
Liderado pelo ex-judoca Flávio Canto, a multinacional Cisco apresenta hoje, no Museu de Arte do RJ (MAR), o time de atletas patrocinados pela empresa, que é patrocinadora dos Jogos Rio 2016. A equipe ainda conta com Yane Marques, medalhista olímpica no pentatlo, Marcus Vinicius D’Almeida, jovem talento do tiro com arco, e Yohansson Nascimento, do atletismo paralímpico.

Sem fio
Com dificuldade para vender os camarotes da Arena, o Corinthians ainda tem um problema para resolver no acabamento do setor. Parte do espaço VIP do estádio está sem eletricidade pois ainda faltam instalar cerca de 30 quilômetros de fios na área. Dos 89 camarotes da Arena, menos de 20 foram vendidos. A coluna tentou falar com representantes do clube mas as ligações não foram atendidas.

Mais sócios
Após cair da 2 para a 4 posição entre os maiores programas de sócios do país, o Grêmio lançou duas ações para atrair novos associados. Na primeira, os sócios que estiverem inadimplentes poderão ter toda a multa pelo atraso descontada caso fique um ano fidelizado. Desde o lançamento da ação, há um mês, 1,8 mil torcedores se cadastraram.

Plano acessível
A outra ação do Grêmio é o lançamento do “sócio colaborativo”, um plano mais simples com mensalidade de apenas R$ 10 onde o associado poderá ter vantagens em produtos e serviços. A diretoria espera atrair 100 mil inscritos no plano tendo como base o Exército Gremista, ação lançada em 2009 que teve 450 mil cadastros. Com 41 mil sócios ativos, o Grêmio faturou R$ 48 milhões com o programa  em 2014.

Distância
Candidato a presidente da Fifa, Luís Figo participou ontem de um evento da campanha “Joga Seguro”, que previne casos de morte súbita no esporte, na Universidade do Porto, em Portugal. O ex-jogador português é embaixador da iniciativa.

Mesmo concorrendo ao cargo na entidade máxima do futebol, período em que o noticiário ganha peso para a disputa pelo pleito, Figo não tem feito a mínima questão de se reaproximar  da imprensa portuguesa.

A relação do ex-jogador com os jornalistas portugueses é estremecida desde as críticas que recebeu em seu país por ter deixado o Barcelona para jogar no rival Real Madrid.

No evento de ontem, apesar da presença dos jornalistas portugueses para entrevistá-lo, Figo solicitou aos organizadores para não deixá-los se aproximar.

De Letra

“Injetaram uma série de medidas no texto que não têm base jurídica nenhuma”

Walter Feldman, ex-deputado federal e futuro secretário-geral da CBF, sobre a MP do governo impor diversas obrigações às entidades que organizam torneios de futebol no país.

Diretoria do São Paulo fez media training para evitar deslizes na imprensa

por Fábio Suzuki em 25.mar.2015 às 6:47h

Após diversos comentários polêmicos no ano passado, o presidente do São Paulo, Carlos Miguel Aidar, está mais ponderado no relacionamento com a imprensa este ano

A diretoria do São Paulo participou recentemente de um treinamento para lidar melhor com a imprensa. Realizado pela Kreab, multinacional especializada em comunicação corporativa, o media training foi motivado pelos vários deslizes de dirigentes, entre eles o presidente Carlos Miguel Aidar, que pioraram ainda mais a crise política do clube. No curso tiveram destaque o VP geral, Julio Casares, e o conselheiro João Paulo de Jesus Lopes, que foi desligado da atual diretoria no início do ano.

Sem resultado
Mesmo tendo participado do treinamento de mídia, o VP de futebol do São Paulo, Ataíde Gil Guerreiro, afirmou em programa de TV logo após o clássico com o Corinthians que o “Morumbi não encheria nem com os portões abertos”. A crítica do dirigente piorou ainda mais a relação da atual diretoria com a torcida, que já reclamava dos altos preços dos ingressos para os jogos do time. No geral, entretanto, o curso foi bem avaliado dentro da diretoria do clube.

Em campo
Com o parecer favorável à Federação Nacional dos Atletas Profissionais de Futebol (Fenapaf) junto à CBF para que se obedeça o intervalo de 72 horas entre os jogos, o Sindicato dos Atletas de SP (Sapesp) procurou os jogadores do Corinthians para saber se eles queriam ou não entrar em campo no jogo de ontem, contra a Lusa. O elenco entendeu que o fato inusitado só ocorreu pelo clube disputar dois torneios consecutivos.

Data marcada
Com a renúncia do presidente Carlos Sergio Falcão, na última segunda, o Conselho Deliberativo do Vitória marcou para a próxima terça, 31, a reunião que decidirá o nome do dirigente que irá assumir o clube baiano, assim como o VP administrativo. Os escolhidos permanecerão nos cargos até dezembro de 2016.

A longo prazo
A Confederação Brasileira de Desportos na Neve (CBDN) apresentará na próxima semana, em São Paulo, um plano de gestão de longo prazo para a entidade. Os trabalhos foram desenvolvidos por meio de estudos científicos integrando tanto a parte técnica como também áreas como comunicação e marketing. O novo planejamento da CBDN irá até 2026.

Sala de aula
Com apoio da Associação dos Cronistas Esportivos do Estado de São Paulo (Aceesp), o Instituto Brasileiro de História e Memória do Esporte (IBHME) realizará entre maio e setembro deste ano o curso “Gestão Interdisciplinar de Futebol”. O curso terá um total de 16 aulas e está sendo coordenado pelo professor Antonio Afif, especialista em gestão de futebol.

Guinness Book
Uma das dez disciplinas do curso será “História do Futebol Brasileiro”, que será lecionada pelo historiador José Renato Santiago, que está no Guinness Book por ser dono da maior biblioteca sobre futebol no mundo. A grade ainda abrange áreas como administração, gestão de marca, tecnologia e gestão de arenas, além de visitas guiadas ao Memorial do Santos F.C. e à Arena Corinthians.

Legado Olímpico

O ministro do Esporte, George Hilton, se reuniu na tarde de ontem, em Brasília, com o embaixador do Reino Unido no Brasil, Alexander Ellis.

O encontro fez parte das atividades que marcaram a contagem regressiva de 500 dias para o início dos Jogos Olímpicos Rio 2016.

Entre os assuntos da conversa esteve o legado que o país europeu obteve com a realização dos Jogos de 2012, em Londres, como ter expandido a prática esportiva entre a população britânica.

O Reino Unido também teve outras duas experiências olímpicas, nos anos de 1908 e 1948.

Hoje, o legado olímpico será o tema do terceiro encontro realizado entre os comitês organizadores de Londres 2012 e do Rio 2016, que ocorrerá na cidade-sede dos próximos Jogos Olímpicos.

De Letra

“O campeonato vem mostrando que existe um equilíbrio, um fortalecimento das equipes do interior”

Ednaldo Rodrigues, presidente da Federação Baiana de Futebol, sobre o novo formato do torneio local em que o Vitória ficou de fora das finais da competição.

Por ano, Grêmio perde R$ 22 milhões com Arena

por Fábio Suzuki em 24.mar.2015 às 6:42h

Grêmio negocia atualmente a aquisição dos 35% da Arena que pertencem à construtora OAS

Um prejuízo anual de R$ 22 milhões. Essa é a avaliação do Grêmio por não poder explorar comercialmente sua Arena por conta do contrato feito em 2008 com a construtora OAS. No momento, o acordo está sendo revisto entre as partes mas ainda sem uma definição. A perda abrange receitas com renda dos jogos, locações do estádio, estacionamento e patrocínios. “É basicamente o valor de nosso déficit em 2014, que será na casa dos R$ 30 milhões”, diz Romildo Bolzam Júnior, presidente do Grêmio.

No vermelho
O déficit de R$ 30 milhões de 2014 foi apresentado ontem a noite pelo presidente do Grêmio em reunião do Conselho Fiscal. Segundo Romildo Bolzan Júnior, se o clube gaúcho fechar este ano com suas finanças equilibradas já poderá “colocar as mãos para o céu”. Segundo ele, o projeto para ajustar as contas do Grêmio é de quatro anos e que um superávit só deve ocorrer em 2017.

Linha dura
Apesar de ter sido derrotada na eleição do Corinthians no mês passado, a oposição corintiana avalia que o atual presidente, Roberto de Andrade, saberá lidar com a crise financeira pela qual passa o clube. Lembram que quando ele foi diretor administrativo na gestão temporária que assumiu o Corinthians após a saída de Alberto Dualib, em 2007, o dirigente foi responsável pela redução de 40% das despesas em pouco meses.

Tratativas
Deputados da “bancada da bola” estão negociando junto aos líderes dos partidos na Câmara para que o Otávio Leite (PSDB-RJ) seja o relator da MP assinada por Dilma, na semana passada. Um deputado que corre por fora é Jovair Arantes (PTB-GO), que é presidente do Conselho Deliberativo do Atlético Goianiense. A decisão sobre o relator do projeto deve ocorrer até a próxima semana.

Projeto apoiado
O Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG) irá destinar R$ 100 mil à segunda fase do projeto “A Base para a Formação Esportiva”, realizado pelo América Mineiro. O apoio será realizado através da Lei de Incentivo ao Esporte e beneficiará um total de 240 atletas em formação das categorias de base do clube mineiro que abrangem desde jovens do sub-10 ao sub-17.

Despesas pagas
O montante destinado pelo BDMG viabilizará a participação do clube mineiro em torneios nacionais e estaduais, além de cobrir despesas com alimentação, transporte, hospedagem e equipamentos esportivos oferecidos aos jogos atletas. A formação esportiva e educacional de atletas do América Mineiro é realizada por meio de vários centros de treinamento espalhados por Minas Gerais e abrange um total de 4,2 mil jovens.

Acordo renovado
O craque Neymar renovou seu contrato de patrocínio com a Unilever até o final de 2016. Com o acordo, o jogador participará de ações, eventos e campanhas publicitárias para duas marcas da companhia: o desodorante Rexona e o shampoo Clear. Além de patrocinar o atleta brasileiro, a Unilever também apoia o Instituto Projeto Neymar Jr.

Às pressas
Após 60 dias, o texto da MP que visa modernizar o futebol brasileiro, enfim, foi apresentado na semana passada.

O período, entretanto, não foi suficiente para uma divulgação à altura das mudanças que o documento pretende realizar no esporte.

Após conseguir adiar a votação da LRFE na Câmara, o governo apresentou apenas de forma verbal o conteúdo da MP aos parlamentares.

E no dia da assinatura do documento pela presidente Dilma, em Brasília, apenas um resumo da MP foi entregue aos presentes.

Além disso, havia erros básicos no texto. No Artigo 5, um dos parágrafos faz referências às penalidades citadas entre as letras “a” e “d”. Entretanto, as sanções só vão até a letra “c”.

Hoje, uma edição revisada da MP foi divulgada no Diário Oficial.

De Letra

“Não podemos deixar o debate ser contaminado pela crise entre governo e Congresso”

Otávio Leite, deputado federal pelo PSDB-RJ, sobre posição dos parlamentares em relação à MP assinada por Dilma, na semana passada.

Governo tem respaldo para enquadrar a CBF na MP

por Fábio Suzuki em 21.mar.2015 às 6:22h

Governo decidiu incluir a CBF no texto da MP assinada na últma quinta-feira pela presidente Dilma Rousseff

Na elaboração da Medida Provisória (MP) que visa modernizar o futebol brasileiro, o governo sabia que o enquadramento da CBF seria polêmico e que a entidade pode alegar que está protegida por lei por não ter dinheiro público. Entretanto, a decisão de incluir a CBF no texto foi da Casa Civil, que se respalda em uma súmula do Supremo Tribunal Federal (STF) que aponta que a entidade não tem ingerência governamental mas pode sim ser fiscalizada por representar os clubes, que têm suas obrigações junto à União.

Panfletagem
Antes do jogo contra o San Lorenzo, na último quarta, torcedores do São Paulo distribuíram panfletos com diversas críticas à atual gestão. O preço de R$ 120 dos ingressos na Libertadores, o projeto de reforma do Morumbi e os comentários inadequados dos atuais dirigentes à imprensa eram os principais pontos citados pelo material distribuído de forma anônima.

Bem escrito
Na avaliação da diretoria do São Paulo, a distribuição do panfleto foi em um momento inoportuno pois se tratava de um jogo decisivo para o time na Libertadores. E que sua autoria não está relacionada às torcidas organizadas e sim a grupos de oposição, pois o material foi muito bem feito, com papel caro e está bem escrito. Além disso, a distribuição do panfleto ocorreu junto aos torcedores que ficam na cativa do Morumbi.

Confusão
Coincidentemente, o VP de futebol do São Paulo, Ataíde Gil Guerreiro, foi insultado por um torcedor nas cadeiras cativas do Morumbi durante o intervalo do jogo contra o San Lorenzo. Ele criticou o dirigente por ter afirmado que o clube não lotaria o Morumbi nem com os portões abertos. O dirigente rebateu as acusações e chegou às visas de fato. Após a confusão, Guerreiro deixou o local.

Mudanças
O Corinthians deve realizar grandes mudanças em seu departamento de marketing. Um dos projetos em andamento é a terceirização de alguns segmentos da área passando os trabalhos para empresas e agências do mercado. Uma das atividades que deve fazer parte dessas mudanças é o de licenciamento de produtos com a marca do clube. A iniciativa visa diminuir as despesas no departamento por conta da grave crise financeira do clube.

Lusa em crise
Além da renúncia do presidente Ilídio Lico, ocorrida ontem, a Portuguesa terá que lidar com outro problema. A 43 Vara Federal do Trabalho de São Paulo condenou o clube a pagar R$ 350 mil ao jogador Diego Silva. Na sentença, estão incluídos salários atrasados, férias, 13, multas, diferença do FGTS, direito de imagem e dano moral.

Comentarista
O meia Alex irá estrear como comentarista de futebol antes mesmo do jogo de sua despedida dos gramados, marcado para o próximo dia 28, no Allianz Parque. Ele fará parte da equipe da ESPN que transmitirá o clássico Fenerbahçe e Besiktas, pelo Campeonato Turco, no próximo domingo. Alex é ídolo da torcida do Fenerbahçe, clube que defendeu por oito anos.

Tour
Considerado o melhor estádio do país, o Allianz Parque irá inaugurar o tour pelas dependências do estádio para os torcedores na próxima quinta-feira, dia 26.

A visita incluirá vestiários, gramado, camarotes e sala onde são realizadas as coletivas de imprensa. A empresa responsável pelo passeio será a Futebol Tour, cujo acordo com o clube foi anunciado na semana passada.

Mas antes de abrir o passeio para os palmeirenses e o público em geral, o Palmeiras realizou um “tour inaugural” que contou com a presença do ex-goleiro Marcos. No evento, ele afirmou que o local tem tudo para virar um ponto turístico da cidade.

- Tenho amigos e parentes de fora de São Paulo que estão eufóricos querendo conhecer a nossa nova casa – afirmou o Marcos, que é de Oriente, no interior paulista.

De Letra

“Cortamos na carne, mas com o tempo conseguimos equilibrar a situação do clube”

Eduardo Bandeira de Mello, presidente do Flamengo, sobre a redução das despesas em sua gestão e dentro do limite de 70% de verba para o futebol como prevê a MP.