publicidade


Diretoria do Vasco recebe estudo para melhorar programa de sócio-torcedor

por Fábio Suzuki em 01.ago.2015 às 7:58h

Apesar de ter a 5ª maior torcida do país, Vasco tem apenas 17 mil inscritos em seu programa de sócios

Um grupo de conselheiros da Frente de Oposição Vascaína protocolou na última quinta, 30, a entrega de um extenso estudo sobre o programa de sócios do Vasco. O material tem cerca de 50 páginas e foi encaminhada ao VP de marketing do clube, Marco Antônio Monteiro. No documento que retificou a entrega, está que o material abrange “sugestões baseados em estudos de casos do Brasil e no exterior, visando melhorar, e muito, a relação número de sócios/tamanho de nossa torcida” para aumentar a receita do clube.

Sugestões
Além da maior variação de planos, o estudo aponta a necessidade de ações voltadas para torcedores fora do RJ, onde estão mais de 70% dos vascaínos, e a realização de parcerias para oferecer benefícios e vantagens aos associados. O fato que incomoda os conselheiros é que o clube tem a 5ª maior torcida do país e apenas o 13º maior programa de sócios, com 17 mil inscritos. O grupo pretende fazer uma apresentação aberta do estudo no próximo dia 21 de agosto, quando o clube completa 117 anos.

Mais um
A fabricante de pneus Continental fechou acordo junto à CBF para patrocinar a fase final da Copa do Brasil. Com o contrato, a empresa irá expor sua marca nos jogos em placas ao redor dos gramados, painéis em entrevistas e coletivas, direito a cotas de ingressos e utilizar o nome da competição em suas ações de marketing. A negociação foi intermediada pela Traffic Sports. Com o novo acordo, a Copa do Brasil passa a ter um total de onze patrocínios.

Campanha
Parceiro da Rio-2016, o Bradesco lança na próxima segunda a ação que irá escolher os brasileiros que conduzirão a Tocha Olímpica. A seleção levará em conta a relação da pessoa com os valores esportivos e ela terá que ser indicada por alguém.

Mulheres em alta
Após o ouro no Pan, a CBF pretende conversar com a Nike para que a empresa coloque no mercado o uniforme da Seleção feminina. A linha, exclusiva das meninas, foi lançada este ano mas apenas para uso da equipe. Só que a CBF diz ter sido procurada por muita gente em busca da camisa e quer aumentar a divulgação da modalidade. Na última quinta, Zico ganhou a camisa feminina de presente após a reunião com Marco Polo Del Nero.

Novo palco
O Torneio de Futebol Internacional de Futebol Feminino, que nos últimos dois anos foi no Mané Garrincha, em Brasília, mudará de palco este ano. A competição, vencida pelo Brasil em 2014, será na Arena das Dunas, em Natal, também usado na Copa. O torneio deve ocorrer entre os dias 8 e 20 de dezembro. Até lá, a Seleção feminina deve jogar amistosos na França e nos EUA.

Capacitação
A Confederação Brasileira de Rugby (CBRu) realiza nos próximos dias 6 e 7 de agosto mais uma etapa do curso de formação de profissionais para a modalidade, dessa vez voltado à preparação física. A iniciativa integra o plano de capacitar 150 profissionais até dezembro através das seis academias de alto rendimento da entidade.
Online
Diferentemente do que ocorreu com as Séries A, B e C, a Série D não terá eleição do representante na Comissão de Clubes em reunião na sede da CBF.

A definição, prevista para a próxima semana, ocorrerá à distância, pela internet (coordenada pela entidade), já que são muitos clubes envolvidos, vários sem condições de bancar viagens ao RJ.

A CBF enviou um ofício modelo aos dirigentes para que confirmassem presença e candidatura, se desejassem. Como precaução para não errarem na resposta, todos copiaram os modelos e “se candidataram”.

O eleito na votação online se juntará aos cinco representantes da Série A (Grêmio, Atlético-PR, Corinthians, Fluminense e Atlético-MG), dois da Série B (ABC e Atlético-GO) e um da Série C (Asa) na Comissão que terá nove integrantes.
De Letra

“Não controlamos a obra. Isso depende exclusivamente deles”

Carlos Eduardo Pereira, presidente do Botafogo, culpando a Prefeitura do RJ pelo atraso no fim das obras no Nilton Santos, cuja data prevista era ontem.

Copa do Brasil tem novo patrocínio para a fase final

por Fábio Suzuki em 31.jul.2015 às 16:32h

Atlético-MG foi o campeão da Copa do Brasil do ano passado

A fabricante de pneus Continental fechou acordo junto à CBF para patrocinar a fase final da Copa do Brasil. Com o contrato, a empresa irá expor sua marca nos jogos em placas ao redor dos gramados, painéis em entrevistas e coletivas, direito a cotas de ingressos e utilizar o nome da competição em suas ações de marketing.

Agora, a Copa do Brasil passa a ter onze patrocinadores: Sadia, ELO, Petrobras, Claro HDTV, Itaipava, Nikon, Ypióca, Vedacit, Eternit, SIL e a própria Continental Pneus. A negociação foi intermediada pela Traffic Sports.

Leonardo já cogita futuro à frente da CBF

por Fábio Suzuki em 31.jul.2015 às 7:43h

Leonardo mora atualmente na Itália e tem acompanhado o escândalo da CBF à distância

O fato de ter sido citado por Romário no “Estado de S. Paulo” como um dos nomes capazes de comandar a CBF não foi por acaso. Leonardo vislumbra, sim, assumir o comando do futebol brasileiro, segundo pessoas próximas. No entanto, o ex-jogador, por ora, prefere acompanhar os acontecimentos à distância – ele mora na Itália. Leo não quer saber de entrevistas sobre o assunto. Só que o campeão do mundo em 1994 sabe que precisará começar a marcar terreno, especialmente com a CPI do Futebol.

Descontentamento
O Ministério do Esporte não gostou nem um pouco do lançamento pela Prefeitura do Rio do plano de legado para as arenas que serão utilizadas nos Jogos Rio-2016, na última quarta. Para a pasta, a administração de Eduardo Paes “se antecipou” ao divulgar as iniciativas para evitar que os locais se tornem “elefantes-brancos” após o evento esportivo. O descontentamento do Ministério deve-se ao estudo com essa mesma finalidade que está sendo elaborado pela pasta em conjunto com outros ministérios, como a Casa Civil.

Evento exclusivo
A assessoria do Ministério do Esporte fez questão de ressaltar que o lançamento do plano de legado foi uma iniciativa “exclusiva da Prefeitura do Rio”, e que sua apresentação não afetará o trabalho que está em curso na pasta. Entretanto, por conta da participação de outros ministérios, a pasta diz que não há uma previsão para seu estudo ser apresentado.

Negócio árabe
O ex-jogador Magrão (ex-Palmeiras e Inter) foi quem intermediou a venda de Nilmar para o Al-Nasr, dos Emirados Árabes. Esse, entretanto, não é o único negócio do agora empresário com os árabes. Magrão também levou o volante Denilson (São Paulo) para o Al Wahda, para onde negocia Valdivia, do Palmeiras.

Cutucada
Os integrantes do Pleno do STJD, que só ontem julgaram declarações de Fred, do Fluminense (expulso em abril no Carioca), deram uma alfinetada na Ferj e no TJD–RJ. O caso chegou STJD com o atleta já tendo cumprido dois jogos de gancho, ficando fora das semis porque um efeito suspensivo foi negado. O auditor Paulo Salomão Filho ainda disse: “O Tribunal e a Ferj mandaram mal”, sobre a briga nos bastidores com Fla e Flu.

À espera
O advogado Michel Assef Filho entrou ontem com um recurso no STJ para tentar o desbloqueio dos bens da Klefer e do empresário Kleber Leite. Em medida paralela, ele aguarda o mês de agosto, quando chegará ao fim o recesso do STF, para que a ministra Carmem Lúcia analise o pedido de acesso aos autos do processo nos EUA.

Feito as pazes
A reunião da Série C na CBF gerou um encontro curioso entre o novo presidente da Lusa, Jorge Gonçalves, e o advogado Osvaldo Sestário, que representou dois clubes na reunião. Sestário defendeu a Lusa no “Caso Héverton”, no Brasileiro-2013, e foi atacado pelos dirigentes da época, e processou o time por danos morais. O encontro foi amistosos e eles ainda trocaram cartões.
Octógono
O Rio de Janeiro recebe amanhã evento do UFC cujo principal combate será entre mulheres, com a americana Ronda Rousey enfrentando a brasileira Bethe Correia. Mas o sexo feminino não tem se destacada apenas dentro do octógono.

Uma pesquisa do Ibope Repucom, apontou que 45% das mulheres declararam ter “muito interesse” pelo MMA, e que elas já representam metade dos fãs dos eventos do UFC no Brasil.

Segundo o instituto de pesquisa, dois fatores contribuem para o interesse das mulheres pelo MMA: o status de celebridade dos lutadores e o ambiente festivo e social do evento, que é sempre assistido em bares e festas entre amigos.

– Para efeito de comparação, o público feminino representa 34% dos superfãs do futebol – diz José Colagrossi, diretor do Ibope Repucom.
De Letra

“Concederam efeitos suspensivos para uns, e não para outros”

Paulo Schmitt, procurador-geral do STJD, questionando a atuação da Ferj e do TJD-RJ nos casos julgados do Carioca deste ano.

Datas históricas e despedida de Rogério Ceni deram origem ao terceiro uniforme do São Paulo

por Fábio Suzuki em 30.jul.2015 às 7:47h

Despedida de Rogério Ceni foi o principal motivo para o São Paulo aprovar o lançamento de seu terceiro uniforme

O lançamento do terceiro uniforme do São Paulo, em outubro, ocorrerá em homenagem a três fatos importantes que acontecem neste segundo semestre: os 10 anos do título Mundial de 2005, os 85 anos do clube comemorados em dezembro e, principalmente, a despedida do goleiro Rogério Ceni, considerado o maior ídolo são-paulino. O fato de ser uma camisa comemorativa facilitou a sua aprovação pelos conselheiros, sendo que essa será a primeira vez na história que o clube terá um terceiro uniforme.     

Raio-x do mercado
A sugestão de lançar a nova camisa são-paulina foi feita pela Under Armour, parceira do São Paulo desde o último mês de abril. Na reunião do Conselho, na noite da última terça, 28, representantes da empresa americana passaram um vídeo para mostrar aos cerca de 180 conselheiros presentes a importância de ter o produto e o retorno que pode ser obtido com o uniforme. Além de detalhes do uniforme, o filme mostrou também dados sobre o mercado de terceiros uniformes no futebol brasileiro. 

Camisa aprovada
O vídeo da Under Armour serviu para dar fundamento à proposta para lançar mais uma camisa, já que no Estatuto do São Paulo não permite mais um uniforme além dos dois tradicionais. A iniciativa deu resultado, já que apenas dois conselheiros dos cerca de 180 presentes na reunião fizeram restrições ao lançamento da camisa. Caso o clube queira lançar outro modelo na próxima temporada, a iniciativa terá que passar novamente pela aprovação do Conselho. 

Título histórico
O título brasileiro do Coritiba de 1985 virou filme e será exibido pela primeira vez nesta sexta, em Curitiba, quando se completam 30 anos da conquista. Denominado “Heróis do Maracanã”, a produção terá outras duas sessões no dia 11 de agosto.   

Pedidos à CBF
Assim como fizeram os dirigentes da Série B, os clubes da Série C aproveitaram a reunião para eleger o representante da divisão na Comissão de Clubes da CBF para fazer solicitações à entidade. O principal deles foi o de aumentar o apoio financeiro à competição, a começar pelo estabelecimento de cotas de TV a partir de 2016. Atualmente, a verba paga pelas emissoras ficam com a CBF, que por sua vez banca viagens, hospedagem e arbitragem da competição. 

Contraproposta
Como a CBF diz que os ganhos com os direitos de TV não cobre todos os gastos, será difícil atender essa demanda. Cientes dessa dificuldade, os cartolas solicitaram que, pelo menos, a entidade aumente o número de passagens custeadas por cada viagem, de 25 para 28. 

Novo formato
Uma terceira sugestão foi feita: ajuste na fórmula do torneio para que o mata-mata da fase final dê lugar a um quadrangular. O presidente da Federação Cearense, Mauro Carmélio, citou o caso do Fortaleza, que tem feito boas campanhas mas fica pelo caminho na “hora H”. A CBF não gostou da ideia pois haveria um aumento de de despesas. Os clubes vão debater o assunto em reuniões futuras.

 

Sunga
Neymar lança moda em tudo que usa, seja roupas, chuteiras ou mesmo o mais estranho penteado. E o craque tem se especializado em virar garoto-propaganda de cuecas e sungas. 

Ainda no Santos, o jogador foi notícia por tirar a camisa e abaixar o calção nos intervalos e finais de jogos para mostrar a cueca da Lupo, uma de suas patrocinadoras. 

Já na Copa-2014, causou polêmica ao fazer o mesmo gesto para mostrar uma sunga que pertencia à Blue Man, marca que foi notificada pela Fifa para retirar as imagens da internet. 

Agora, Neymar foi notícia por nadar de sunga nas férias em Ibiza. Mas o que parecia flagra de paparazzi, era na verdade uma ação de marketing. 

Dessa vez da marca Filipe Russo, que lançará em agosto uma coleção de sungas, como a de caveira usada pelo craque.

De Letra

“A paz está vencendo a guerra”

 Julio Casares, VP do São Paulo, sobre a tranquilidade da reunião do Conselho na última terça, após longo período de turbulência entre a atual diretoria e conselheiros de oposição.  

Terceiro uniforme do São Paulo foi proposto pela Under Armour

por Fábio Suzuki em 29.jul.2015 às 15:32h

Under Armour é fornecedora de material esportivo do São Paulo desde o último mês de abril

Parceira do São Paulo no fornecimento de material esportivo desde o último mês de abril, a Under Armour foi quem propôs o lançamento de um terceiro uniforme, que foi aprovado pela primeira vez na história pelos conselheiros do clube. A iniciativa de ter uma camisa diferente além das tradicionais já utilizadas pelo time existe desde 2002, mas a proposta nunca foi aprovada até então.

Na reunião do Conselho Deliberativo na noite de ontem, 28, representantes da Under Armour passaram um vídeo para mostrar aos cerca de 180 dirigentes presentes não só o modelo a ser lançado no próximo mês de outubro mas também dados sobre o mercado de terceiros uniformes no futebol brasileiro. Após a apresentação, apenas dois conselheiros fizeram restrições ao novo produto.

Com a aprovação, a nova camisa do São Paulo será utilizada em seis jogos este ano, e mais seis durante a temporada 2016. Apesar de não constar no Estatuto, há uma orientação para que os novos uniformes tenham sempre as três cores do clube: vermelho, branco e preto.

Série B pleiteia junto à CBF maior valor nas cotas de TV

por Igor Siqueira em 29.jul.2015 às 7:42h

Dirigentes dos clubes da Série B estiveram ontem para a reunião na sede da CBF (Crédito: CBF)

Os representantes dos clubes da Série B aproveitaram a reunião de ontem na sede da CBF para reforçarem o pedido de reajuste nas cotas de TV. Uma sugestão foi estipular uma espécie de piso, ou marco, para delimitar os ganhos para os clubes da Série B. O valor mínimo a ser recebido seria 50% do valor pago para o clube que recebe menos na Série A. Em caso hipotético, se a Chapecoense recebe R$ 10 milhões, o mínimo para a Segundona seria R$ 5 milhões. Há clubes da Série B hoje que recebem R$ 3 milhões da TV.

Os escolhidos
O motivo principal da reunião dos clubes da Série B na CBF foi decidir os representantes da divisão no Conselho Técnico da entidade. Os escolhidos foram os presidentes do ABC, Rubens Dantas, e do Atlético-GO, Maurício Sampaio, que se juntam aos dirigentes de Grêmio, Atlético-PR, Corinthians, Fluminense e Atlético-MG no órgão. Dos 20 clubes da Série B, apenas Boa Esporte e Sampaio Corrêa estiveram ausentes.

Do contra
A escolha de Rubens Dantas, do ABC, para fazer parte do Conselho Técnico da CBF não agradou ao menos um dos dirigentes presentes na reunião da CBF. Segundo comentários dos que estiveram no encontro, o presidente do Bahia, Marcelo Sant’Ana, foi o único a votar contra.

À distância
O meia Fred não teve representantes na Colômbia para acompanhar a realização da contraprova na amostra de urina que apontou a presença de hidroclorotiazida em seu organismo durante a Copa América. O atleta da Seleção contratou dois escritórios de advocacia para cuidar do caso – Quagliani e Bichara & Motta – e ontem entrou em campo pelo Shakhtar Donetstk, no jogo da fase preliminar da Liga dos Campeões, contra o Fenerbahçe. Não há previsão para divulgação do resultado do teste.

Na espera
A definição do campeão catarinense de 2015 se arrastará por mais de uma semana no STJD. Como o Joinville entrou com embargo contra a decisão do Pleno do Tribunal por lhe tirar quatro pontos por escalação irregular e definir o Figueirense como campeão, o assunto será rediscutido na corte. O relator Flavio Zveiter já recebeu as contrarrazões mas, apesar de poder resolver a questão sozinho, submeterá o caso novamente ao Pleno. Ele colocará na pauta dia 6 de agosto.

Encontro adiado
Previsto para ocorrer neste mês para discutir a criação de uma associação, a reunião de executivos de marketing dos clubes não ocorreu por falta de data em comum entre os diretores. Liderada por Bernardo Pontes (Vasco), a iniciativa de criar a entidade visa profissionalizar a área e evitar que o cargo fique ligado à política dos clubes.

Sócio-torcedor
O Bahia lançará no final de agosto seu novo programa de sócios cujos preços irão considerar três características: local, sexo e idade. Terão descontos, por exemplo, torcedores que moram fora de Salvador, mulheres e menores de idade. A mensalidade normal custará R$ 40 reais, e possibilitará a compra de ingressos pela metade do preço.
Nos ares
Desde que Celso Barros parou de investir no Fluminense da Unimed, o clube tem contado com os esforços de um novo empresário para ajudar em suas atividades.

O “parceiro” da vez nas Laranjeiras é o VP Pedro Antônio Ribeiro da Silva, que já ajudou o Flu financeiramente mas que tem se destacado por ajudar nos diversos afazeres no clube. O Tricolor, entretanto, não é sua única paixão.

Ribeiro da Silva é dono da Banana Air, empresa de táxi aéreo que conta com dois aviões: um jato executivo Phenom 100 e um turbo hélice Cessna. O jato, inclusive, já foi utilizado em várias filmagens de novelas e programas da Rede Globo.

Com o mercado de aviação executiva em alta, o dirigente já pensa em aumentar a frota de sua empresa com um jato Phenom 300, cujo preço é de cerca de R$ 30 milhões.
De Letra

“O evento está em banho-maria mas as conversas sobre a associação no Whatsapp estão a todo vapor”

Jorge Avancini, diretor de marketing do Bahia, sobre o grupo de executivos de marketing que pretende montar uma associação para a categoria.

Deputado federal e acusado de assassinato vão representar a Série B no conselho da CBF

por Igor Siqueira em 28.jul.2015 às 15:03h

Uma reunião na sede da CBF na tarde desta terça-feira definiu quais serão os representantes da Série B no Conselho Técnico da entidade. Foram eleitos o vice-presidente do ABC e deputado federal, Rogério Marinho, e o presidente do Atlético-GO, Maurício Sampaio.

Marinho foi lembrado mesmo sem comparecer presencialmente ao encontro. Ele foi representado pelo presidente da Federação Potiguar, José Vanildo. O parlamentar fez parte da comissão mista que tratou da montagem do texto da Medida Provisória 671, que trata do refinanciamento da dívida dos clubes com a União e aguarda sanção presidencial.

Já Mauricio Sampaio é empresário, mas vive uma situação conturbada em Goiânia. Ele é acusado de ser o mandante do assassinato de um cronista esportivo, em 2012, e aguarda júri popular.

O próximo passo será definir os representantes das Séries C e D do conselho técnico. Pela Série A, foram eleitos Corinthians, Fluminense, Atlético-PR, Atlético-MG e Grêmio.

Torcida do Palmeiras supera a do Corinthians pela primeira vez na era dos pontos corridos

por Fábio Suzuki em 28.jul.2015 às 7:49h

Nova arena tem sido um dos trunfos do Palmeiras para liderar em média de público neste Brasileirão

Novo estádio, programa de sócios em alta e boa campanha no torneio. Esses três fatores juntos devem levar o Palmeiras a ter maior média de público no Brasileiro que o arquirrival Corinthians, fato inédito na história dos pontos corridos. Após 15 rodadas, o clube alviverde lidera o quesito com média de 33,2 mil torcedores por jogo, contra 26,7 mil do rival. Esse fato não ocorreu nem mesmo em 2007, ano que o Timão caiu para a Série B e o Palmeiras brigou por vaga na Libertadores (20,1 mil contra 17,6 mil).

Superioridade
A possibilidade do Palmeiras ficar à frente do Corinthians em média de público chama a atenção por dois fatores. O primeiro deles é a superioridade histórica do alvinegro no quesito, sendo que em três oportunidades (2010, 2011 e 2012) teve mais que o dobro da média de torcedores que o Palmeiras. Além disso, a capacidade da Arena Corinthians, de 48 mil, é superior à do Allianz Parque, de 44 mil.

Fruta do chefe
A contratação do volante Ameixa, ex-Remo, para a base do Corinthians, não passou pelo crivo da comissão técnica da categoria ou do coordenador-técnico Alessandro Nunes. Destaque do Campeonato Paraense deste ano, o jogador de 19 anos foi indicado pelo observador Mauro da Silva e sua contratação foi ordenada pelo ex-presidente Andrés Sanchez, atual superintendente.

Em nova área
Ex-jogador e hoje treinador de futebol e comentarista esportivo, Paulo Roberto Falcão irá se aventurar em uma nova área: o de cursos ligados ao futebol. Nos próximos dias 22 e 23 de agosto, em São Paulo, ele irá ministrar o curso “Futebol & Mídia”, que será voltado para a comunicação no futebol mais popular do país. Entre os palestrantes confirmados está o ex-árbitro e comentarista esportivo, Carlos Eugênio Simon.

Foco no marketing
Após encerrar suas atividades no futebol por problemas financeiros, o XV de Jaú, do interior paulista, fechou uma parceria com a agência Only!Savoia para reestruturar o marketing do clube na tentativa de arrecadar recursos para o time voltar a disputar o Paulista no próximo ano. O acordo com a agência irá até o final de 2016 e o projeto foi denominado de “Você ama o XV, só tinha se esquecido disso”.

Cadê os números?
Visando reforçar a marca do XV de Jaú, a Only!Savoia lançou um novo site e passou a comercializar produtos do time, como camisas e chaveiros. A agência, entretanto, aguarda a divulgação do balanço financeiro do clube para projetar o valor a ser arrecadado pelo novo projeto. A expectativa é que a diretoria do XV de Jaú divulgue o balanço em agosto, iniciativa que a agência aponta ser primordial para atrair o investimento de empresas.

No octógono
Campeão da categoria peso-pesado do UFC, o brasileiro Fabrício Werdum será o novo garoto-propaganda da Budweiser. A primeira ação do lutador com a parceira será comentar através do Twitter da marca de cerveja a luta da americana Ronda Rousey, que acontece no próximo sábado, dia 1, no Rio.
Livros
Através de seu Departamento de Formação de Atletas, o Grêmio está buscando fechar parcerias com editoras para montar uma verdadeira biblioteca na Residência Esportiva, em Eldorado do Sul, onde ficam hospedados os atletas das categorias de base do clube.

Denominada “Um olho na bola e outro nos livros”, a iniciativa do tricolor gaúcho será lançada neste semestre e visa despertar entre os jovens jogadores o interesse pela leitura.

– Para os meninos, a atividade terá ainda outro papel importante: ela traz inspiração, coragem e motivação – afirma Daniel Perez, supervisor pedagógico do clube.

Caso o Grêmio consiga um grande número de livros doados junto às editoras, o projeto será estendido para as escolas que são parceiras do time na formação escolar dos jovens atletas.
De Letra

“Não pode levantar os braços, bater palma ou conversar. O árbitro hoje é intocável”

César Pacheco, vice-presidente de futebol do Grêmio, sobre o rigor atual da arbitragem no Campeonato Brasileiro.

De olho na presidência da Fifa, Zico vai pedir apoio da CBF

por Igor Siqueira em 25.jul.2015 às 7:57h

Zico tem até o final de outubro para conseguir o apoio necessário para concorrer à presidência da Fifa

Apesar de já ter declarado não crer muito no apoio da CBF para sua candidatura a presidente da Fifa, Zico vai tentar marcar uma reunião com Marco Polo Del Nero para convencer a entidade a apoiá-lo na campanha. Mesmo se as portas não se abrirem para o encontro, o Galinho enviará as propostas e a solicitação por escrito. Zico acionará primeiro a CBF antes de tentar o apoio de outros países. O ex-jogador tem como alternativas Japão, Turquia, Uzbequistão e Índia, países onde já trabalhou.

Saindo do forno
Zico espera finalizar a plataforma de campanha nas próximas semanas. O Galinho diz ter ao seu lado nas discussões quatro pessoas experientes em relação à Fifa e ao futebol internacional, mas prefere não revelar os nomes. Ele ainda não tem viagens internacionais marcadas para a campanha. O prazo para conseguir o apoio necessário é 26 de outubro.

Dá para jogar
A Federação Cearense de Futebol (FCF) enviou ontem um ofício à CBF com argumentos para que o Ceará possa disputar a Copa do Brasil e a Copa Sul-Americana, simultaneamente. Segundo a entidade, a restrição que consta no regulamento do torneio nacional abrange apenas times da Série A do Brasileiro, e que o calendário não seria problema, pois a CBF poderia encaixar os jogos da Copa do Brasil nas datas da Série B.

Sem motivos
O documento da FCF foi encaminhado para o presidente da CBF, Marco Polo Del Nero, o diretor de competições, Manuel Flores, e o diretor jurídico, Carlos Eugenio Lopes. “Não há nenhum motivo para o Ceará não disputar os dois torneios”, afirma Mauro Carmélio, presidente da FCF, que aponta haver tempo suficiente para a CBF ajustar o calendário até o sorteio dos jogos das oitavas-de-final da Copa do Brasil, dia 4 de agosto.

Quem vai?
A Ferj vai definir no arbitral do dia 6 de agosto, além da fórmula e detalhes do Carioca-2016, quais serão os dois representantes do futebol do Rio em uma audiência pública marcada para o dia 26 de agosto, por causa do Projeto de Lei do deputado Otávio Leite (PSDB-RJ). O texto trata dos votos no processo eleitoral nas entidades regionais de administração do desporto.

Vem dos clubes
Os atletas brasileiros ligados às Forças Armadas ganharam notoriedade no Pan de Toronto por prestar continência no pódio. Mas o presidente do Sindicato dos Clubes de SP (Sindi-Clube), Cezar Roberto Granieri, ressalta que 40% das 121 medalhas do Brasil no evento foram conquistadas por atletas “treinados e preparados nos clubes paulistas”. Ele distingue o feito até de outros países, cuja tradição é revelar atletas nas universidades.

Vai ferver
O grupo de oposição Cruzada Vascaína lançou ontem uma campanha para lotar São Januário no jogo contra o Palmeiras, no próximo domingo. Denominada “Deixa o caldeirão ferver”, a ação sorteará uma camisa do time de futebol americano do clube entre os torcedores vascaínos que postarem uma foto do ingresso da partida.
Lynion
Sem patrocinador máster, o Avaí surpreendeu ao entrar em campo no último domingo com a inscrição “Lynion” no uniforme, palavra que significa união na língua crioula falada no Haiti.

Foi o início da campanha em prol da melhor recepção aos imigrantes haitianos no país. Neste sábado, dezenas de haitianos irão ao estádio Ressacada para assistir ao jogo contra o Atlético-PR.

Na próxima semana, mensagens serão publicadas nas redes sociais visando conscientizar os torcedores sobre a imigração. E um jogo entre haitianos imigrantes e a equipe sub-21 do Avaí será realizada em agosto.

– A resistência à imigração em Santa Catarina é muito forte e queremos que essa mensagem tenha relevância nacional – comenta o publicitário Daniel Araújo, idealizador da campanha do Avaí.

De Letra

“Entendo que a parte técnica tem sempre que prevalecer. É mérito do clube”

Mauro Carmélio, presidente da Federação Cearense de Futebol (FCF), defendendo a participação do Ceará na Copa do Brasil e na Copa Sul-Americana, o que a CBF é contra.

CBF vê injustiça nas críticas da Globo a Del Nero

por Igor Siqueira em 24.jul.2015 às 7:35h

Del Nero tem recebido críticas da Globo por não ter acompanhado a Seleção na Copa América e ter se ausentado da reunião extraordinária da Fifa, na última segunda

Mesmo diante das seguidas “marteladas” do narrador Galvão Bueno no presidente Marco Polo Del Nero, a cúpula da CBF garante não ter se estressado com a postura de uma das figuras mais populares da Globo. O discurso na entidade é respeitar a democracia, com paciência e tolerância, apesar de entender que as críticas seguidas são injustas. Para justificar as ausências recentes em eventos da Seleção e da Fifa, Del Nero bate na tecla que precisa resolver os problemas no país.

Ligação atendida
Apesar da notícia sobre o interesse do Santos no atacante palmeirense Leandro ter vazado no início da semana, a proposta oficial do clube da Vila Belmiro pelo jogador ocorreu apenas na última quarta, 23. E quem se encarregou a formalizar a proposta foi o próprio presidente santista, Modesto Roma Jr, que ligou pessoalmente para Paulo Nobre.

Preocupação
A negociação envolvendo Leandro se assemelha à de Arouca, que fez o caminho inverso ao trocar o Santos pelo Palmeiras. No início do ano, Paulo Nobre aproveitou um encontro com o Modesto Roma Jr. para oficializar a proposta pelo meio-campista, que dias depois já vestia a camisa rival. A boa relação entre os dirigentes é tanta que em evento para a final do Paulistão no Palácio dos Bandeirantes, eles combinaram até de tomar “uma cachacinha” juntos.

Em aberto
Apesar da MP do Profut apontar que as punições aos clubes que não respeitarem o fair play financeiro ficarão a cargo das entidades organizadoras dos torneios, auditores do STJD já cogitam a possibilidade da CBF repassar a responsabilidade ao órgão. “Esse ponto ficou aberto. O artigo diz não precisar da Justiça Desportiva mas a CBF pode mudar”, diz Décio Neuhaus, auditor do STJD.

Mal redigido
Durante um debate no Instituto de Ciências do Futebol (ICF) sobre o finado artigo 133 do Regulamento Geral de Competições (RGC) da Ferj, apelidado de Lei da Mordaça, o presidente da entidade, Rubens Lopes, admitiu que “o texto estava mal redigido”. O artigo foi tirado do RGC por causa de uma ação na Justiça por haver cerceamento à de liberdade de expressão. Para 2016, a Ferj não irá sugerir qualquer item semelhante no documento.

Preocupação
O grupo de trabalho que discute o formato do Carioca 2016/17 adiou a entrega da fórmula ao presidente da Fer e uma nova reunião foi marcada para 4 de agosto. A única definição é que serão 16 times, divididos em dois grupos de oito. A questão que tem preocupado os clubes, principalmente o Botafogo, é estádio. O alvinegro trabalha com a possibilidade do Nilton Santos fechar logo após o Brasileirão-2015.

Aproximação
Junto com a NBA no Brasil, a Liga Nacional de Basquete (LNB) realiza no próximo dia 11 o evento “NBB Marketing Meeting”, para reforçar a competição de basquete dos mercados de marketing esportivo e publicitário. Entre as palestrantes estará Pam El, VP executiva e diretora de marketing da NBA.
Decepção
Apesar dos lampejos de craque, PH Ganso ainda não atingiu as expectativas do São Paulo em relação ao seu futebol. O desempenho aquém do esperado tem tido efeitos fora de campo.

Antes visto como uma das esperanças da Seleção, Ganso atraiu o investimento de marcas como Samsung, Gillette, Pepsi e Nike que visavam a Copa-2014.

Um ano após o Mundial, o jogador perdeu praticamente todos os patrocínios. A única remanescente foi a Nike.

A fabricante de material esportivo foi ainda mais ousada. A empresa aproveitou o auge do meia na época do Santos para fechar contrato para três Copas: 2014, 2018 e 2022.

Mas passados apenas três dos dez anos do acordo, os diretores da Nike devem estar hoje tão decepcionados quanto os são-paulinos com o futebol do meia.
De Letra

“Temos como objetivo fomentar o esporte, gerar empregos e revelar jovens atletas”

Ednaldo Rodrigues, presidente da Federação Baiana (FBF), sobre a 60 edição do torneio intermunicipal da Bahia que abrangerá 64 cidades e 10 mil pessoas.