publicidade


Olimpíada x Copa do Mundo

por janca em 28.jul.2012 às 6:49h

Vendo a abertura dos Jogos de Londres, que achei nota dez, fiquei pensando sobre como são diferentes uma Olimpíada e uma Copa do Mundo, eventos que o Brasil terá o prazer de abrigar, o segundo em 2014, o primeiro em 2016.

Estive em cinco Mundiais e em três Olimpíadas e as sensações são muito diferentes. Na Copa o senso de competição, disputa, rivalidade, principalmente, é maior. O público presente, claro, é o de torcedor de futebol, que quer a vitória a todo custo. Já na Olimpíada a impressão que tenho é que você está num teatro. A confraternização é maior e o espírito de coletividade e o respeito pelo adversário, seja pelo mais forte, seja pelo mais fraco, também.

Em termos de organização os desafios também são muito diferentes, porque o Mundial tem 12 sedes, enquanto a Olimpíada concentra tudo _ou quase tudo_ em apenas uma cidade.

Temos condições de fazer uma festa tão bonita quanto a de Londres. Bem diferente, mas tão bonita quanto. À nossa maneira. A cultura brasileira e a história do nosso país são riquíssimas. Se Londres abriga pela terceira vez na história os Jogos Olímpicos, a América do Sul irá recebê-los pela primeira vez em 2016. Nossa música, a miscigenação, a história dos índios, dos africanos, a integração de culturas, a arte, o samba, o Maracanã, tudo, enfim, contribui para um espetáculo único e diferente. Basta querer fazer e mostrar uma outra face do Brasil ao mundo.

Gente competente para preparar o show de abertura não falta. O Brasil é rico em artistas. Pena que também seja “rico” em políticos e dirigentes esportivos que dão a impressão de gostar de um superfaturamento… Mas essa é uma outra questão…

Voltando a Londres, um dos momentos mais emocionantes, para mim, foi o ritual de acender a pira olímpica. Que não ficou na mão de uma estrela, mas de jovens que representam o futuro do esporte britânico. O futuro. Em vez de um grande nome, pequenos futuros grandes nomes. Porque o esporte é isso. Não é um só. São vários. E às vezes vários anônimos, por que não? Ou quase sempre, se vocês pararem para pensar. São esses o segredo e a magia da vida.

Tags: ,

37 comentários para “Olimpíada x Copa do Mundo”

  1. André disse:

    Golaço da Record ontem, Janca. Globo com Malhação, Record com a abertura das Olimpíadas. Gostei da transmissão deles. Foi melhor do que a do Sportv, Sportv tava mais pra deslumbrado, Record com tom mais sóbrio, gostei da Record. Deve ter tido mais audiência que Sportv.

    • janca disse:

      Mas achei a abertura deslumbrante e é emocionante, quando você está no estádio, ver a entrada da delegação brasileira. Pelo menos foi o que achei nas últimas três Olimpíadas.

      • Eduardo Leal disse:

        Janca, adoramos a surpresa da Marina Silva carregando a Bandeira Olimpica! Obviamente essa escolha nao foi acidental… Por mais que o governo brasileiro queira disfarcar, o episodio criou um mal estar em Londres. A Marina foi candidata a Presidencia da Republica e oposicao a Presidenta Dilma… Bem acho que o Governo Britanico deu o recado para as proximas eleicoes em 2014!

        • janca disse:

          Eu também gostei de ver a Marina Silva carregando a bandeira e sendo homenageada, portanto, pela luta em favor do meio ambiente que tem marcado a ex-candidata. Em quem não votei, aliás. Mas gosto da bandeira que ela levanta _a do meio ambiente.

  2. André disse:

    Galvão Bueno não aparecia na tela, mas falou. Depois sabe aquele auxiliar dele? Comandou Conexão Sportv e foi muito mal. Tava perdido, chamava um repórter, entrava outro, não sabia o que dizer, gaguejava, por que foram colocar o auxiliar do Galvão no ar? Galvão não tem credencial, o auxiliar dele tem?

  3. Claudio disse:

    Boa tarde amigo Janca,realmente foi uma tarde e começo de noite fantástica..As olimpíadas tem o charme da abertura com todo seu glamour e competencia de ver por quase cinco horas todo aquele espetáculo de cobertura e organização no início desse grande evento..Fiz questão de chegar ontem mais cedo do trabalho pra não perder nenhum detalhe,foi emocionante..O ator Daniel Craig e a rainha em missão,o MR Bean entre grandes profissionais daquela noite épica..E pra finaizar nada mais nada menos que Paul Mcartney com aquele público em extase..Sobre o que é melhor copa ou Olimpíadas so abertura desse evento não precisa dizer mais nada..Ontem foi uma noite pra guardar pra sempre e tive o prazer de ver do começo ao fim…Obrigado Londres,Record e especialmente todos os profissioanis do Lanceet,abs.

  4. Claudio disse:

    Hoje o canal aberto da mais audiencia que tv paga,como na maioria da população pouca gente tem tv fechada a Record deu um salto na audiencia televisiva..Agora a tarde tive mais um momento de emoção e comemorando a medalha de ouro da Sara Menezes..É so o começo..

  5. S4n7ástico 5oberan0 disse:

    Acho difícil a abertura da Olimpíada no Brasil superar essa de Londres.
    Cerimônia de abertura no Brasil todo mundo já sabe o que vamos mostrar ao mundo: samba e mulatas rebolando (como sempre), os mesmos cantores de sempre, como essas porcarias de Ivete Sangalo e adjacências.
    Poderia ter um pouco mais de criatividade e inovar pelo menos uma vez na vida.

    • S4n7ástico 5oberan0 disse:

      Enquanto Londres mostrou na abertura Rolling Stones, Queen, Pink Floyd, Sex Pistols, etc… nós vamos mostrar mulher pelada rebolando, samba e axé.

      • S4n7ástico 5oberan0 disse:

        Se o Brasil fizer o mesmo que Londres e mostrar a nossa verdadeira cultura, a abertura vai ser o maior filme de terror, pois terá corrupção, assassinatos, assaltos, estupros, suborno, pedofilia, roubos e coisas do tipo. Londres escolheu o diretor Danny Boyle para planejar a abertura. Para os jogos do Brasil eu indico como diretor o Zé do Caixão.

        • S4n7ástico 5oberan0 disse:

          O que tem de bom na história do Brasil para mostrarmos ao mundo? Saímos recentemente da ditadura e hoje temos corrupção e impunidade.

          • janca disse:

            Os britânicos tampouco mostraram o que fizeram com a política imperialista e colonialista que predominou por séculos no Velho Continente. Nem o que fizeram com o continente africano… Até aí…

          • S4n7ástico 5oberan0 disse:

            Concordo Janca, mas na história inglesa tem o lado bom e ruim, eles constuíram uma sociedade de certa forma justa. Na história do Brasil só temos tragédias, aqui prolifera a impunidade, corrupção e injustiça. O brasil só começará a resolver seus problemas quando mudar as leias e dar um basta na impunidade, que é o maior dos males.
            Grande abraço.

          • janca disse:

            Aí estamos de acordo, sobre o maior dos males, que talvez seja mesmo a impunidade. Divergências à parte grande abraço pra você também e ótimo final de semana, Janca

        • janca disse:

          Lá também tem assassinato. Jean Charles que o diga… E tem corrupção, assaltos, estupros, isso não é só no Brasil que acontece, não.

          • S4n7ástico 5oberan0 disse:

            Mas é diferente Janca, o caso Jean foi um caso isolado, isso não acontece todos os dias. Aconteceu e depois disso tomaram providencais para não repetirem os mesmos erros.
            No Brasil os turistas são assassinados todos os dias. Nessa semana mataram um turista italiano em bairro chic de SP, no Rio isso acontece todo dia, no NE pior ainda.
            O problema não é ter criminalidade. O problema é ter impunidade. Na Indonésia há dois brasileiros condenados à pena de morte por tráfico. Vê se algum pilantra não pensa duas vezes antes de entrar com droga naquele país. Todos os problemas que tem nos outros país, tem também no Brasil, mas elevado à enésima potência. Abraço e parabéns pelo blog, o seu é o melhor de todos, até mesmo pela atenção que você dá aos participantes.

          • janca disse:

            Tanto não tomaram providências que ninguém foi punido no caso do Jean Charles. E o racismo no Velho Continente não é um caso isolado, não. Mataram um turista italiano no Itaim Bibi em São Paulo, é verdade e é uma lástima, mas isso _a violência_ não é prerrogativa do Brasil. Mas concordo sobre a impunidade. Neste sentido estamos de acordo. Abs.

      • janca disse:

        Não necessariamente, Santástico. Depende do que o organização planejar, o Brasil tem muito mais do que samba e axé. Temos músicos e artistas fantásticos. A Bossa Nova, por exemplo, que percorreu o mundo. Não sei se você viu “A Música Segundo Tom Jobim”, o filme, digo, se não, recomendo, vai ver que o Brasil é maior que os estereótipos que você está colocando aí.

        • S4n7ástico 5oberan0 disse:

          Sim, a música brasileira é riquíssima, pena que a maioria do povo gosta mesmo é de lixo e vai na onda da mídia.
          Temos até albuns de jazz que figuram entre os melhores da história: Elis & Tom, Flora Purim & Airto Moreira, Laurindo almeida, Getz e o nosso João Gilberto, temos Vitor Assis Brasil e Alegre Correa que quase ninguém conhece.
          Temos projetos de música clássica inclusive no NE.

    • janca disse:

      Aí é que você se engana. O Brasil é muito mais do que samba e futebol.

  6. S4n7ástico 5oberan0 disse:

    Temos muito a mostrar ao mundo:
    Nossa música: samba, padode, axé, funk e todo esse lixo sonoro que toca na mídia e faz sucesso. Que pelo menos mostrem a bossa nova, o mpb e o festival de musica de Campos do Jordão;
    Miscigenação: temos diferença gigantesca entre o poder aquisitivo das classes sociais. Nem é preciso mostrar as favelas, pois os jogos serao ao lado delas;
    História dos índios: o extermínio deles, os que sobraram são explorados e até morrem das nossas doenças;
    Dos africanos: a discriminação;
    Integração das culturas: O Sul do país é racista, o sudeste concentra grande parte da riqueza do país e no norte as pessoas morrem de sede e de fome. Vai ver a situação das famílias ribeirinhas da amazônia;
    Londres mostrou o exemplo do sistema de saúde público: vamos mostrar a tragédia que é o SUS e os hospitais públicos, dá prá tomar como exemplo o de Duque de Caxias, na baixada;

    • janca disse:

      Você está muito mal informado, Renato. Com todo respeito, há muita xenofobia e discriminação ainda hoje na Europa. A política imperialista, a escravidão que os europeus “implantaram” na África, o racismo, você acha que isso tudo é só no Brasil? Vá ver a crise europeia, a crise bancária, a crise das hipotecas nos Estados Unidos e a crise do sistema de saúde norte-americano. Problemas não temos só no Brasil. E repito que temos muita música boa, bossa nova, MPB, como você citou, Villa-Lobos, muita música clássica, você tem uma visão de que a Europa é dez e o Brasil, zero, não é bem assim, não. Vá ver como os imigrantes são tratados em vários dos países do Velho Continente…

      • S4n7ástico 5oberan0 disse:

        Acho que a Europa é 5 e o Brasil é menos 5.
        Na minha opinião 10 é a Austrália e o Canadá.
        A história da europa é sim terrível e exploratória, até mesmo pq são uma sociedade muito mais antiga que a nossa, problemas todos tem, mas alguns tem solução e tentam resolver os problemas.
        No Brasil fica difícil ter crise bancária, pois o governo faz de tudo para ajudá-los e eles faturam demais, cobrando altas taxas.
        A europa está em crise, mas eles tentaram unir o continente com a moeda única, não deu certo, mas tentaram.
        Nós também escravizamos e explroamos os africanos.
        A crise das hipotecas foi porque liberaram facilmente o crédito a juros muito baixos para a classe baixa, aumentando a expansão imobiliária, além de muita gente comrpando para depois vender. Vieram os juros do FED, a inadimplencia e ferrou tudo. Pior é no Brasil onde os imóveis são caríssimos e boa parte da população vivem em condições precárias de habitação. Quantas pessoas no Rio vivem em favelas? Se você for de carro para Angra, só na Av. Brasil são mais de 50 km de favelas para os dois lados da pista.
        A europa tem problemas e são mal-exemplo em muita coisa, mas aqui é muito pior. A xenofobia é uma coisa terrível e feia, mas no sul do Brasil temos isso.

        • janca disse:

          Desculpe, mas continuo com opiniões diferentes. Não é difícil termos crise bancária aqui _neste momento, talvez_, mas veja o que aconteceu há poucos dias com o Cruzeiro do Sul. E a crise da hipoteca não tem desculpa, muita gente nos Estados Unidos lucrou com ela…

  7. S4n7ástico 5oberan0 disse:

    Eu sei Janca, o Brasil é o país com a maior diversidade de cultura, mas igualmente à elas, temos a maior diversidade de tragédias sociais, temos para todos os gostos.
    Com certeza a abertura será uma maravilha, devem colocar os diretores de escolas de samba na organização. Claro que isso não reflete as condiçoes de vida da maioria da população. Até para ser classe alta no Brasil é problematico, pois sempre haverá algum vagabundo tentando tomar o seu patrimônio e consequentemente atentando contra a sua vida. Se você está dentro de casa, haverá alguem tentando entrar, se está fora, corre risco de morte.

    • janca disse:

      Eu entendo suas críticas, Renato, e não discordo de você. Temos muita violência, políticos da pior espécie etc. etc. etc., mas o que quero dizer é que não somos só nós que temos esse tipo de problema. Temos enormes tragédias sociais, para todos os gostos, você está certo, mas a África também tem, a Europa também, os Estados Unidos, a vida não é tão bela assim e infelizmente em vários cantos do planeta. Concordo que vão esconder (e não acho isso bacana) nossas mazelas, mas Londres também escondeu as deles na abertura. Até aí…

      • S4n7ástico 5oberan0 disse:

        Quem sou eu para discordar de você Janca… rs.
        Um exemplo de esconder os problemas é a Copa em Manaus, em que estão escondendo a sujeira debaixo do tapete. A cidade é terrível, nada funciona, falta água, eletricidade, internet, telefonia decente, é suja, bagunçada, não tem calçadas, tem o pior atendimento do comércio do país e os motoristas mais folgados e mal-educados do Brasil. E na política proliferam os pilantras do Amazonino Mendes e Gilberto Mestrinho. O povo é inocente e facilmente manipulado e enganado. Até os peixes são caros. Se você for lá e reclamar de algo, dirão que se vc não está contente que vá embora. Ou seja, enquanto não houver uma espécie de revolução e as pessoas não começarem a cobrar e a se preocupar e ter consciencia dos problemas, nada irá mudar.
        Todos falam que o forte do Brasil é o seu povo, mas se for pensar direito, em nenhum outro país existe tanta gente pilantra e sem-vergonha como no Brasil, aqui boa parte da população é bandida, inclusive de colarinho branco. E nós não fugimos à regra, pois o povo também é corrupto e tenta tirar vantagem em tudo. Por isso não cobramos. Fazemos gato de TV à cabo, roubamos energia elétrica, manipulamos o registro da água, pagamos propina, furamos fila, etc…
        Desculpe-me por tantas mensagens, esotu poluindo o seu blog, prometo que vou me controlar.. rs
        Grande abraço.

        • janca disse:

          Não tem problema, claro que você pode discordar à vontade de mim, o que penso é que é complicado generalizar. Ex.: quando você diz que em nenhum país existe tanto pilantra como no Brasil. Não há um índice pra medição de pilantras _rs. Abração pra você e bom final de semana mais uma vez, Janca

  8. Claudio disse:

    Janca o Diario lance dividiu a Olimpíada e o futebol que eu acho um barato..Que legal que essa magia olímpica tem nos recompensados com essa luta e traz um pouco de esperança pra proxima aqui no Brasil..Estou tão empolgado que esqueço ate aquele time ruim do Mengão..Esse evento tinha que durar pelo menos 90 dias..Mas uma medalha na natação.bom fim de semana.abs.

    • janca disse:

      Acho que duas semanas são suficientes, Claudio, mas também acho bem legal uma Olimpíada. Se durasse 90 dias ia cansar, por isso tem que ser na dose certa. Abs. e bom final de semana também, Janca

  9. LIma disse:

    Acredito que o Rio de Janeiro pode fazer uma linda festa de abertura das olimpíadas 2016.O pan de 2007 já mostrou isso.Adorei uma ideia que li,de colocar a pira no Cristo!!Será q o COI permitiria ?Acho q a igreja não acharia ofensivo, porque? Agora, os atletas têm mesmo que desfilar.Cada país fica esperando o seu passar, e já sentados não teria graça(eu gosto de ver).Mas alguma ideia para agilizar, isso sim seria interessante.E os criativos das escolas de samba,podem contribuir muito.Principalmente o Paulo Barros, que fez “mágicas” na sapucaí.Aquele lance com a transformação das roupas…já pensou isso bem utilizado num show? Espero que nossos ídolos +conhecidos sejam mostrados(Villa Lobos, e seu maravilhoso Trenzinho Caipira;Niemeyer e sua maravilhosa arquitetura), pois achei estranho que o Chaplin ontem praticamente não ter sido citado!!E ontem gostei muito do toque de humor e informalidade(os ingleses, hein?) dada à cerimônia, com o Mr.Bean misturado à sinfônica, e o James Bond com o ícone intocável, a própria Rainha Elizabeth. Isso foi bem bacana.Enfim, um povo tão criativo quanto o nosso, pode sim fazer coisas lindas.Eu acredito e espero!!

Deixe um comentário


.