publicidade


A Lusa, o circo e a vida

por janca em 29.out.2011 às 10:10h

O que A tem  a ver com B? Nem eu sei. Mas hoje queria lembrar da Lusa, que tem jogado um futebol que há muito tempo mesmo não via e de um filme a que assisti ontem à noite, dirigido por Selton Mello, ator de grande sensibilidade. E bota sensibilidade nisso.

O time do Canindé comemorou o titulo da Série B ao vencer a Ponte, 2 a 1 em casa. Abriu 13 pontos de vantagem sobre a equipe de Campinhas e faltando cinco jogos para cada um deles até o final, o título não escapa mais da Portuguesa. Só se acontecer uma catástrofe, o que duvido. Ainda mais do jeito que a Lusa tem jogado.

As várias correntes políticas deram uma trégua no Canindé e o técnico Jorginho conseguiu fazer seu trabalho em paz. Segundo a diretoria, ganhará aumento e continuará dirigindo o time em 2012, agora na Série A, pois o acesso está confirmado. Acho bom.

No início da madrugada, quando voltava a pé pra casa, vi um torcedor solitário da Portuguesa exibindo todo orgulhos a faixa de campeão e fiquei olhando, olhando, olhando…

Voltava de “O Palhaço”, filme de Selton Mello, em que ele próprio é o protagonista ao lado do veterano e talentosíssimo Paulo José. Não gostei tanto como de “Feliz Natal”, o primeiro longa de Selton como diretor. Mas há cenas marcantes. Principalmente as do ator, que fazia o papel de um palhaço em crise existencial.

Sua expressão era incrível. Passava a tristeza e todo o vasto mundo interior do personagem, angústias, dores, aflições, desesperança, tudo tão claramente… E ó que o nome do circo era Esperança…

A figura do palhaço em si sempre mexeu comigo. Tem de fazer os outros rirem, mas ele próprio ri de quê? Pensava nisso desde pequeno…

Recomendo o filme pela atuação memorável de Selton Mello. E confesso que me assustei quando vi Moacyr Franco, 75 anos, fazendo o papel de delgado, ele próprio todo desfigurado pelo tempo. Como o tempo passa, como o tempo passa. Mas o importante é o que fazemos com ele. Sim, o importante é o que fazemos com ele…

Um ótimo final de semana a todos, João

Tags: , ,

12 comentários para “A Lusa, o circo e a vida”

  1. Dani disse:

    Vi o filme e também recomendo, João. Já tinha visto na outra semana, o Selton Mello é ao lado do Wagner Moura o melhor ator brasileiro da atualidade. Gostei muito do olhar de entendimento que aquela menininha dava pro Benjamim (o palhaço), um excelente filme brasileiro. Sabe que fiquei até os créditos finais pra ver se era mesmo o Moacir Franco? Também levei um susto, mas era ele o delegado Justo. Bom final de semana pra você também, Dani

    • janca disse:

      Boa Dani, fico feliz em saber que você também gostou. Acredita que eu fiquei até o finalzinho também, esperando os créditos, para esperar o nome do Moacyr Franco? Eu achava que se escrevia com y, agora fiquei em dúvida, vou ter que consultar o Google _rs. Você escreveu com i… Não lembro como estava nos créditos… Ah! E gostei muito da forma acolhedora como a menina olhava pra ele. Mas eles não se comunicavam, reparou? Pelo menos foi o que senti. Bom final de semana, claro, João

  2. Nilú disse:

    João
    Acho que nosso tempo só é disperdiçado, quando fazemos coisas que não nos dão prazer, mas olha que coisa estranha, nesse caso , parece que ele_tempo_demora mais a passar.
    Não sei quem escreveu que:” O prazer é uma canção de liberdade “, logo através dele, nos vemos livres também do julgo do tempo, ou não?
    Ah! Envelhecer fisicamente faz parte, da até para melhorar por fora, mas não resolve, o problema é não ter vivido o que se queria, para isso não tem solução, foi…

    Caramba, se meu pai fosse vivo, adoraria ler tudo isso que vc escreve sobre a Portuguesa, e o que está acontecendo também, claro.
    Bom sábado. Nilú

    • janca disse:

      Bom sábado pra você também, Nilú. E sobre o tempo acho isso mesmo. Como o vinho podemos melhorar com a passagem dele e mesmo que não tenhamos vivido tudo o que queríamos e como queríamos, isso também faz parte da vida. E concordo que envelhecer faz parte e considero um privilégio. Aprender com a passagem dos anos, com a mudança na fisionomia, no físico, que já não é o mesmo, na cabeça. Envelhecer é uma arte. E uma arte fantástica. Bom sábado de novo _ou seja, 2x um bom sábado pra você_, João

      • Lily Martins disse:

        Quantas pessoas não vêem nossas vovós de hoje como se fossem a Suzana Vieira e seus namorados adolescentes e a Hebe Camargo? Envelhecer é uma arte, Nilú, vocês estão certos, de que adianta repaginar o exterior e deixar o interior como está? Beijos pra vocês todos, Lily

        • janca disse:

          Oi Lily, sinceramente também não vejo muita necessidade de as pessoas repaginarem o exterior, cabe a cada um decidir o que fazer, mas claro que moldar nosso interior é sempre melhor e mais produtivo. Porque a vida é finita e a beleza tem diferentes fases, tampouco é uníssona. Uníssona? Agora fiquei em dúvida em relação ao termo, então vamos lá: tampouco é única, não tem um padrão só. Boa tarde, João

  3. Johannes disse:

    Bom Dia João Carlos,
    Assisti um pedacinho do jogo da Lusa ontem, e fico feliz que ela esteja de volta a Série A. É um clube simpático, de tradição, e minha família aí em Sampa (maior parte dos meus primos e tios mora aí) costumava frequentar o clube. Não vi o filme com o Selton Melo, mas o enredo que você citou me fez lembrar da música “Sonho de um Palhaço”, que meu pai costumava dedilhar no violão. Bom sábado aí com esse Brasileirão bem movimentado em reta final. Nilu, um abração e… ótimo fim de semana a todos.

    • Lily Martins disse:

      Sonho de um Palhaço é lindo. Parabéns pelo seu pai, Johannes. Ele já não está mais aqui neste planeta? Bjs. e ótimo final de semana pra você, sua esposa e o bebê que vai crescendo com a torcida de nós, isso que vale na vida, Lily

      • Barcelusa 2012 disse:

        Johannes, já virei o calendário, estou em 2012, ontem foi nosso reveillon. Abraços Barcelusa, agora 2012

        • janca disse:

          É, eu vi sua virada, Barcelusa, tive que aprovar o comentário porque acho que você mudou o 2011 pra 2012, fo essa a mudança, não? Abs. e parabéns pelo título, que dessa vez não escapa, Janca

      • Johannes disse:

        Boa Tarde Lily,
        Seu Aurino dedilha o seu violão e suas canções de Altemar Dutra & Cia em outro plano agora, mas deixou boas lembranças aqui conosco, e obrigado a você pelo carinho com o nosso pequenino(a) que vai crescendo bem, com a graça de Deus, e….. parabéns pela virada do calendário Barcelusa, espero que com um bom planejamento e quem sabe com o Jorginho continuando o bom trabalho a Lusa faça um bom 2012 na Série A. Abraços a Todos.

  4. A Portuguesa ocupa, em São Paulo, aquele ocupado pelo América, no Rio.

    Quanto à citação, acho que é de Sartre, e acho que fala, não sobre o tempo, mas sobre a vida: O importante não é o que a vida fez de você, mas o que você vai fazer com o que ele fez com você.

    Abração,

    João Sassi

    Ps: o Selton é o máximo! Cabeça feita!

Deixe um comentário


.