publicidade


Discurso dúbio de Dilma

por janca em 03.set.2011 às 17:23h

Ao tentar contentar deus e o diabo Dilma começa a apresentar cada vez mais um discurso dúbio, para não falar outra coisa.

Ao defender o governo Lula, governo que tão pouco fez em obras de infraestrutura para a Copa de 2014, fez questão de ressaltar que sua gestão é a do continuísmo. Objetiva dar continuidade à administração anterior, da qual fez parte.

Chegou até a perguntar, lembrando que foi ministra e candidata de Lula: “Como posso estar em conflito comigo mesma?”. E eu respondo: sendo gente, afinal quantas vezes nós não entramos em conflitos internos? Quantas vezes não temos dúvidas? Ou Dilma é que nem Ricardo Teixeira e se sente acima do bem e do mal? A mim assustam mais as pessoas que têm certezas do que as que têm dúvidas. Pois as últimas pensam.

Dilma não é obrigada a seguir a cartilha do ex-presidente, pode tentar uma rota diferente, até porque as circunstâncias e o contexto mudam.

Começou a “faxina”, mas para contentar a base aliada já avisou que as demissões teriam parado. Uma pena. Se tiver que demitir mais, que demita. Parar por quê? Para deixar contentes PMDB, PP e cia.?

Para piorar, a presidente enviou ao Congresso pedidos de aumento para o Judiciário, mostrando que sentiu a pressão do Supremo Tribunal Federal. E disse que o dinheiro que seria desviado para o Judiciário representaria cortes em educação, saúde e outros setores sociais. Uma lástima, porque quem governa para deus e o diabo não governa para ninguém. Há uma hora na vida em que é preciso se posicionar. Ainda mais quando se é presidente da República.

Tags: , , ,

16 comentários para “Discurso dúbio de Dilma”

  1. Nilú disse:

    Uma coisa é ter dúvidas, errar, mudar de idéia, isso é ser humano, é normal, outra é ser estrategista, falar o que convém, fingir , iniciar procedimentos já sabendo que não serão concluídos. Entende o que eu falo?
    Eu posso estar enganada, mas não acho que ela esteja em conflito consigo mesma. Quer saber, depois daquela demonstração com José Dirceu, acho sim, que nesse começo de governo ela fez tipo, só isso. E agora vai para o lado do diabo de vez. Lamentável, eu estava começando a acreditar numa melhora para esse país, porém… Se houvesse um investimento forte na educação, com certeza o Judiciário acabaria tendo menos trabalho, e não precisaria de um aumento, ou não_rs. Nilú

  2. Cassiano de Castro disse:

    É isso aí. Mudar de idéia é uma coisa normal, mas depois daquela demonstração com o Zé Dirceu não tenho mais nada pra falar sobre a Dilma e o PT. Como você, Nilú, acho que ela fez tipo. Quando estava acreditando em alguma coisa também, vem essa bomba do Judiciário, sem falar em idéia de novo imposto pra saúde, tudo farinha do mesmo saco. Cansei. Cassiano

  3. Ferdinando disse:

    Discurso dúbio nada, discurso claro. A Dilma parecia ser uma coisa e não era. Viu que pra sobreviver tem que fazer média e ter jogo político. Tudo pela governabilidade. Pena mesmo.

  4. Nilú disse:

    Cassiano e Ferdinando, não pensem que eu fico feliz com essa constatação, muito pelo contrário.
    Mas fazer o que, poucas pessoas tem a coragem de se colocar de verdade,lutar pelo que acreditam, mesmo podendo não se dar bem!!! Ser verdadeiro, ser autêntico, muitas vezes pode atrapalhar, e não levar a lugar nenhum!!! Achei sinceramente que nossa Presindente poderia ser como o texto de Miguel de Cervantes, ” Sonho Impossivel”, mas não é bem assim….Azar nosso, mais uma vez! Nilú

  5. Ferdinando disse:

    Eu entendi o que você quis dizer, Nilú, não pensei em nenhum momento que ficou feliz com essa constatação. Eu também não e já tinha constatado um pouco antes, não voto no PT. Você falou tudo: azzr nosso mais uma vez!

    • Cassiano de Castro disse:

      Eu também entendi e como você Nilú fui mais ingênuo do que o Ferdinando porque achei que a Dilma estava querendo mudar. Agora tô achando como você, que ela só fez tipo.

  6. Barcelusa 2011 disse:

    A Lusinha ganhou!!! Líder com três pontos de vantagem! Vamos falar de futebol porque hoje é dia de festa!!! Barcelusa 2011 rumo à Série A!

    • janca disse:

      É, Barcelusa, melhor falar de futebol _ou cinema_ do que de política, porque a coisa anda feia. Muito legal a vitória da Lusa, que, salvo engano meu, está com uma vantagem de nove pontos em relação ao Sportv, o primeiro fora do G-4. E como sobem quatro… Vitória suada e importante a de hoje. Como também foi a do São Paulo, vitória de emocionar, o time com 12 desfalques, Rivaldo jogando muito bem e fazendo um belo gol, e também foi a do Fluminense, que virada incrível pra cima do Atlético-GO. Genial mesmo. E sem falar na reação do Atlético-MG, que pelo menos dorme respirando fora da zona de descenso. O que já é um alívio. Abração e obrigado a todos pelos comentários, João

  7. Nilú disse:

    Fico muito feliz pela Portuguesa, mesmo porque meu pai era português e torcedor da Lusa, mas este post estava falando de outras coisas… Discurso dúbio de Dilma!!! Ou não?_rs. Nilú

    • André disse:

      O discurso da Dilma não tem nada de dúbio. Ela segue administrando do jeito dela, jeito diferente do jeito do Lula. O que você não entendem é que na hora de discursar ainda mais num Congresso do PT tem que ser política mesmo. Como presidenta tem que ser política. Não é um cargo técnico. Então ela pode administrar de um jeito e falar de outro. Vocês parece que não entendem bem de política. Discursar é uma coisa, agir é outra e a Dilma tem mandado bem. Provo: deixou de canto o Ricardo Teixeira. Podem falar o que quiserem dela mas isso ela fez. André

      • janca disse:

        Fez, André, você tem razão, mas mesmo nessa questão ainda acho que a Dilma poderia e deveria ser mais firme. É o governo o responsável pelas obras de infraestrutura. O que aconteceu no Esporte, liberação de mais de 6 milhões de reais para o sindicato dirigido por Mustafá Contursi para cadastrar torcedores uniformizados, o que o sindicato nem estaria apto a fazer, vai ficar por aí e ponto? Abs. João

    • janca disse:

      Oi Nilú, continuo achando dúbio, sim, mas cada um tem sua conclusão _ou opinião, que pode mudar de acordo com o tempo. É o que normalmente acontece comigo… Bom domingo, João

  8. Barcelusa 2011 disse:

    Não sei sobre o discurso da Dilma, mas sei que a Lusa segue líder. Janca, enquanto você está de olho em quem sobe pra Série A eu estou pensando no título, por isso o tropeço da Ponte sexta foi tão bom pra gente. Abraços pra vocês, Barcelusa 2011 rumo à Série A

  9. Alexandre disse:

    Janca,
    Com relação ao envio ao Congresso da proposta de orçamento do Judiciário, não é caso de ter “sentido a pressão” ou de falta de posicionamento.
    Pelo Princípio da Separação dos Poderes é obrigação do Executivo enviar a proposta do Judiciário.
    Entendendo que ela não é factível, a Presidente deve mobilizar a base aliada para, no Congresso, rejeitar a proposta.
    Democracia é assim mesmo, nós é que temos mania de achar que só porque o sistema é presidencialista o Presidente pode tudo.

    • janca disse:

      Entendo o que você diz, mas sinceramente acha que ela vai tentar mobilizar a base aliada para rejeitar a proposta? E acha que eles vão rejeitar? Duvido. Claro que mesmo no sistema presidencialista temos outras instâncias de poder, o que é ótimo, se não a presidente mandaria sozinha e estaríamos numa ditadura, não numa democracia, mas sinto que a Dilma uma hora diz uma coisa, depois diz outra. Defender imposto pra saúde de novo não dá. Mas valeu pelo comentário, Janca

Deixe um comentário